17 OUT | Aula Aberta – Sistemas Partidários em África: variedades e fontes de institucionalização

O CEI-IUL e o CIES-IUL organizam, no âmbito do Mestrado em Estudos Africanos, Mestrado em Ciência Política, Doutoramento em Ciência Política e Doutoramento em Estudos Africanos, uma aula aberta ao público geral, no dia 17 de outubro às 18h30, no Auditório Mário Murteira (ISCTE-IUL) dedicada aos sistemas partidários em África.

Sobre a conferência

A comunicação da oradora convidada Edalina Rodrigues Sanches (ICS-UL), aborda esta área ainda em expansão, e são várias as questões ainda em aberto, já que para além de ser uma área marcada pela heterogeneidade, existe também a problemática da expansão dos modelos Europeus que não se adequam às dinâmicas locais de vários países Africanos.

Os sistemas partidários em África são muito distintos entre si: uns são mais institucionalizados do que outros. Explicar o porquê destas diferenças é o objetivo principal desta sessão. Para tal, utilizam-se dados eleitorais de 30 países (semi)democráticos e evidência de três estudos de caso para demonstrar a importância de fatores históricos, institucionais e das estratégias dos partidos na institucionalização dos sistemas partidários africanos.

Sobre a conferencista

Edalina Rodrigues Sanches é, desde 2015, investigadora de pós-doutoramento no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-UL) e Professora auxiliar convidada no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa. O seu projeto de pós-doutoramento intitula-se “Ao encontro dos cidadãos? A evolução programática dos partidos e sistemas partidários em novas democracias” (referência: SFRH/BPD/103318/2014) e investiga em que medida a dimensão programática se tem (ou não) assumido com um eixo importante da competição eleitoral em África. Esta investigação dá continuidade ao trabalho que desenvolveu na sua tese de doutoramento – “Explaining Party System Institutionalization in Africa: From a Broad Comparison to a Focus on Mozambique and Zambia”, 2014, Universidade de Lisboa – na qual analisou as causas e os mecanismos da institucionalização dos sistemas partidários em África, incluindo dados para 19 países, mais de uma centena de eleições e dois estudos de caso (Moçambique e Zâmbia). No âmbito desta investigação foi Visiting Researcher na Universidade Eduardo Mondlane, na University of Zambia e na Leiden University.
Presentemente os seus interesses de investigação incluem partidos e sistemas partidários na África Subsaariana, eleições e instituições políticas em novas democracias. Integra(ou) a equipa de investigação de vários projetos sediados no ICS-UL (e.g. Comportamento Eleitoral dos Portugueses, INTUNE, Personalização da Política no Século XXI, EUvox e Bússola Eleitoral). Algumas das suas publicações mais recentes incluem: “Zambia” em Africa Yearbook 11 (Brill 2015), “Novo contexto mas velha política: a evolução do sistema partidário moçambicano entre 1994 e 2014″ em ESPAÇO LUSÓFONO” (1974/2014) – Trajectórias Económicas e Políticas – Textos” (CEsA/CSG 2015), e “Religião e tendências de democratização na Africa Lusófona” em ESPAÇO LUSÓFONO” (1974/2014) – Trajectórias Económicas e Políticas – Textos” (CEsA/CSG 2015) (em co-autoria com Luís Bernardo).

CC BY-NC-SA 4.0 This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

CEI IUL

CEI-IUL (Center for International Studies) is a university-based multidisciplinary research center of the University Institute of Lisbon (ISCTE-IUL). CEI-IUL aims at promoting interdisciplinary research in Social Sciences, International Relations and Economy, focusing in its areas of geographic specialisation: Africa, Asia, Europe, and Transatlantic Relations.

Leave a Reply