Authors

Aleksi Ylönen

Museveni love for Trump's approach to Africa Uganda’s incumbent president Yoweri Museveni recently implied that he loves the way Donald Trump might be breaking the pattern of powerful states’ paternalistic approaches towards Africa. Museveni’s declaration of love for Trump came in the context of the proceedings of the 6th High-Level Forum on Security in Africa conference in Ethiopia, which brings together African leaders and stakeholders to discuss African-led security solutions for the continent. The end of Africa's dependency on donors? Museveni applauded Washington’s new policy towards Africa in which its official humanitarian and development engagement with the continent is expected ...
Read More
The rains are yet to come. Two consecutive years of prolonged drought caused by El Niño have resulted in increasingly dire food shortages in as many as 17 countries in Africa of which conflict-ridden Somalia and South Sudan are among the hardest hit. While in South Sudan the current conditions are largely man-made due to the continuing armed conflict and atrocious systematic and orchestrated human rights violations uprooting people and their livelihoods, in Somalia the lack of precipitation has caused widespread drought which in the conditions of continuous insecurity is causing famine. The population in other, mostly East African, countries ...
Read More
Eastern Africa high levels of macroeconomic growth Despite the recent widespread economic crisis, Eastern Africa has continued experiencing high levels of macroeconomic growth. An important factor behind the growth has not only been foreign direct investment, but also heavy borrowing. While foreign direct investment in East Africa continues on the rise, the governments have relied on borrowing to further stimulate economic growth. However, at the same time, the financial crisis in Western countries has had a negative impact on official development aid, which has declined. Economic inequality and corruption Yet, the macroeconomic figures do not reflect the whole picture. In ...
Read More
China-Eastern Africa Maritime Routes Since ancient times, China and Eastern Africa have been connected mainly through maritime routes of trade and cultural exchange. Chinese explorers made their way to Africa through the Indian Ocean and African travelers reached China. As part of the maritime Silk Road, connecting Eastern and Northeastern Africa with the Indian Ocean empires and Europe, the ports in the Horn and East Africa helped to spread technological innovations, currents of thought, and cultural influences. The Silk Road Economic Belt During his respective visits to Kazakhstan and Indonesia in September and October 2013, the Chinese president Xi Jinping ...
Read More
On July 9, 2011, the Republic of South Sudan became Africa’s newest State. First recognized by its former host Sudan, it subsequently received recognition by other States in the international system along with the major international organizations. South Sudan emerged from protracted war that had raged in the region for decades. In the course of the late 19th century the region was forcefully incorporated into the polity that was later to become the independent Sudan, but violent resistance to centralized rule persisted. Already shortly prior to its independence, Sudan was at war with itself because unaddressed grievances among Southern Sudanese ...
Read More
In recent years the governments in East Africa and the Horn have been particularly industrious in their attempt to promote an image of a politically stabilizing region in which major armed violence and large-scale civil wars are a thing of the past. The 2005 Comprehensive Peace Agreement in Sudan, which led to the eventual independence of South Sudan in 2011, the Ethiopian and Ugandan governments’ attempts to portray stability while obscuring their attempts to curb opposition, and the Tanzanian President’s recent efforts to reduce corruption to show that Tanzania is a good place for business, are just some examples of ...
Read More
The International Criminal Court (ICC) is an international legal institution which began to function in July 2002. Based on the Rome Stature signed and ratified by 124 members, its main responsibilities include the prosecution of individuals on crimes of genocide, crimes against humanity, and war crimes. The ICC's bias However, notably, powerful countries which are also United Nations Security Council (UNSC) members, the United States, China, and Russia, are not parties to it. Yet, through their privileged position in the UNSC these states can use their political power to influence which cases the ICC should investigate and prosecute. The ICC’s ...
Read More
The unravelling of the Soviet Union and Yugoslavia were major events in world politics. Arguably, they changed the international political climate towards being more accepting of secession under specific circumstances. However, secession continues being a highly controversial issue. This is because it exposes the inherent contradiction between the principle of territorial integrity of states, e.g. enshrined in the United Nations General Assembly Resolution 2625, and the principle of peoples’ right to self-determination, advanced mainly by the earlier UNGA Resolution 1514. State recognitions after the Cold War The post-Cold War world has subsequently witnessed the full international recognition of Eritrea (1993), Timor ...
Read More

Ana Elisa Cascão

Water is a natural and environmental resource by definition, but because of its uttermost importance for human life…. water is also a social, cultural, and economic resource. Increasing demands for water by a diversity of users and uses have often also turned water into a political resource. World history is full of examples of competition for the allocation (and reallocation) of land and water resources, followed by processes of conflict and/or cooperation involving different actors - be it farmers, pastoralists, local and national governments, private companies, or even external actors, such as colonial powers in the past, or international financial institutions ...
Read More

Ana Lúcia Sá

Os Estudos Africanos são uma área com uma longa história no ISCTE-IUL e com reconhecimento internacional. A investigação realizada no âmbito do Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL), o sucessor do Centro de Estudos Africanos, que havia sido fundado em 1981, em articulação com os diferentes cursos, congrega os esforços de investigadores, docentes e alunos interessados em assuntos do continente africano e da diáspora. Projectos internacionais, como o AMITIE Code, congressos internacionais, como o recente Activismos em África, do qual surgiu uma linha de investigação e de actividades específicas sobre activismos e sociedade civil ou o seminário permanente de Estudos Africanos “Pensar África” são ...
Read More
Ana Lúcia Sá, investigadora do Centro de Estudos Internacionais, foi convidada no programa Bem-Vindos da RTP África para comentar a conferência internacional Activisms in Africa, bem como as actividades do CEI-IUL e da área de Estudos Africanos do ISCTE-IUL. A entrevista completa pode ser vista aqui ...
Read More
No passado dia 27 de Agosto, realizaram-se eleições presidenciais no Gabão. Com um total de 14 candidatos, o incumbente Ali Bongo Ondimba teve como principal oponente Jean Ping, apoiado por uma coligação de partidos da oposição. No dia seguinte à votação, ainda sem quaisquer resultados oficiais ou oficiosos, Jean Ping anunciou-se vencedor. Quando as percentagens finais foram divulgadas pela Comissão Eleitoral Nacional Autónoma e Permanente, a 31 de Agosto, Bongo contava com 49,80% dos votos, contra 48,23% de Ping. Politicamente hábil, Jean Ping poderia prever que reclamar vitória extemporaneamente seria o detonante para protestos contra uma suposta fraude eleitoral, num ...
Read More
Civil Society Organizations in Africa In many African countries society is constantly faced against the State or private corporations. In these situations, civil society organizations have become key players. Such organisations have become vital in promoting democracy and decisive for the recognition and guarantee of fundamental rights. Thus, African civil society organizations stand as vital elements of protest and of construction of spaces for active citizenship. They act in various fields, and often seek non-traditional forms of organization, which brings new challenges related to their analysis and interpretation. I International Conference: Activisms in Africa The Center for International Studies at the University Institute of Lisbon (CEI-IUL) is ...
Read More

Ana Mónica Fonseca

A vitória de Emmanuel Macron A semana começou com um respirar de alívio: Macron saiu vencedor da segunda volta das eleições presidenciais em França, derrotando expressivamente a candidata de extrema-direita, Marine Le Pen. Apesar de ser um resultado positivo, não deixou de logo levantar algumas hesitações. Na verdade, como o enviado do Die Zeit a França deixou bem claro, muitos dos votos em Macron justificaram-se com o facto de este representar “o mal menor”... na verdade, se o discurso europeísta de Emmanuel Macron poderá ter sido determinante na vitória, a verdade é que não é - nem poderá ser, na ...
Read More
Tensão entre Turquia e Holanda A semana na Europa começou atribulada com as tensões entre a Turquia e a Holanda (e em menor grau, a Alemanha). As autoridades holandesas impediram a entrada do Ministro dos Negócios Estrangeiros turco no país, onde se deslocava para participar num comício a favor do voto no AKP no referendo do próximo mês. Apostando forte no voto das comunidades emigradas na Europa, em especial na Alemanha e Holanda, o partido do Presidente Erdogan tem fomentado a participação de importantes figuras governamentais em comícios e manifestações de apelo ao voto. A violenta resposta de Erdogan, que ...
Read More
A subida do SPD na Alemanha Franz-Walter Steinmeier foi escolhido no domingo para Presidente da Alemanha, através da eleição por um colégio eleitoral formado por deputados federais e por representantes dos Estados Federais. O cargo de Presidente na Alemanha é sobretudo simbólico, herdando ainda todas as cautelas da fundação do país após 1945. Não obstante, uma das principais funções do Presidente é a representação do país no exterior, algo que Steinmeier, como antigo ministro dos Negócios Estrangeiros, desempenhará sem problemas. Aliás, a sua reputação enquanto MNE alemão, cargo que ocupou durante oito anos, sempre em governos de Grande Coligação com a ...
Read More
No final de dezembro, Erkki Tuomioja, antigo Ministro dos Negócios Estrangeiros Finlandês, esteve no ISCTE a convite do CEI-IUL para apresentar a associação Historians Without Borders, que procura salientar os contributos de Historiadores para a resolução de problemas internacionais. Nesta ocasião, Erkki Tuomioja fez uma apresentação intitulada “O que poderão os Historiadores fazer para evitar os abusos da História”, durante a qual procurou exemplificar vários episódios em que o trabalho da associação pode ser particularmente útil. A principal preocupação desta associação é preservar o legado histórico tal como ele existe, evitando que haja uma apropriação da verdade histórica por qualquer poder político instituído – evitando ...
Read More
Cimeira de Paris para o Médio Oriente A semana começou com o resultado de mais uma tentativa de estabelecer conversações acerca da questão do Médio Oriente. Numa conferência realizada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros francês, ocorrida no domingo, 15 de Janeiro, em Paris, estiveram presentes cerca de 70 países e organizações comprometidos com o processo de paz Israelo-Palestiniano, incluindo a ONU, a UE, os G20 e os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas. As reações, sobretudo de Israel e da Autoridade Palestiniana não terão sido as melhores, uma vez que nenhum dos principais interessados não esteve sequer presente na ...
Read More
Mário Soares e o PS antes de 1974 Mário Soares foi um dos mais importantes líderes políticos portugueses e europeus das décadas de 1970 e 1980. O papel preponderante que desempenhou enquanto dirigente da oposição não comunista à ditadura portuguesa (foi líder da Acção Socialista Portuguesa - ASP), durante o final dos anos 1960, tornou-o conhecido e reconhecido por toda a Europa ocidental, sobretudo no seio dos partidos socialistas e social-democratas. O esforço de internacionalização do grupo socialista português, combinado com os contactos de Tito de Morais e Ramos da Costa em Itália e França, acabou por compensar e, em 1972, a ...
Read More
É a história incontornável destes dias. A batalha de Aleppo, na Síria, vista como o ponto de viragem no conflito que se arrasta há quatro anos e que já fez milhares de mortos e muitos mais deslocados, parece ter terminado. No entanto, o rasto que deixa vai para além das muitas vítimas, militares e civis. As constantes quebras do cessar fogo e as interrupções da evacuação dos sobreviventes são apenas alguns sinais que nem a batalha e muito menos a guerra, estão longe de terminar. Continuam os conflitos e tensões acerca da intervenção internacional no conflito. Estados Unidos e Rússia, tal como ...
Read More
No próximo dia 15 de Dezembro, 5ª feira, o CEI-IUL irá organizar uma sessão de debate intitulada: "What can historians do to prevent the abuse of history?". Esta sessão contará com uma apresentação de Erkki Tuomioja, antigo Ministro dos Negócios Estrangeiros da Finlândia e, desde 2015, diretor da rede Historians without Borders. Este evento servirá também para a apresentação desta rede, que tem como principal objetivo refletir acerca do lugar da História no mundo de hoje em dia, e sobretudo no papel que poderá desempenhar como um contributo indispensável para a mediação e resolução de conflitos. Este é um tema ...
Read More
O acesso à documentação histórica cubana é algo bastante complexo e difícil. São poucos os historiadores estrangeiros que o conseguiram e ainda menos os que puderam explorar profundamente alguns dos principais arquivos de Havana.  Piero Gleijeses, Professor de Política Externa norte-americana na School of Advanced International Studies da Johns Hopkins University, foi um dos que o conseguiu. Em dois dos seus principais livros, Gleijeses foca-se nas relações entre Cuba, os Estados Unidos e os desenvolvimentos em África, durante o período da Guerra Fria. O primeiro livro, editado em 2002 pela North Carolina University, intitula-se “Conflicting Missions: Havana, Washington, and Africa, ...
Read More
Presidente Trump: ondas de choque Passou uma semana da vitória eleitoral de Donald Trump nas eleições presidenciais norte-americanas e as reações ainda estão a fazer-se sentir. Logo no fim de semana, os Ministros dos Negócios Estrangeiros Europeus reuniram-se e o resultado foi a defesa do reforço da cooperação nas políticas externas e de defesa, inclusivamente com o anúncio de um Plano sobre a Segurança e Defesa da União Europeia. Por seu lado, o Secretário Geral da NATO, Jens Stoltenberg, reforçou a necessidade que ambas as margens do Atlântico têm uma da outra, numa recente intervenção no German Marshall Fund of the United States ...
Read More

Aurora Sottimano

'The rise of Islamic State Speaking at the BBC Viewsnight program, Graeme Wood, correspondent for the Atlantic, argued that the rise of Islamic State is no less profound than the Reformation was for Christianity. In his reply, author and academic Tariq Ramadan retorts that the IS is not reforming but betraying Islam, and points to the inaccuracy of trying to understand the ongoing intellectual revolution inside Muslim societies through a Christian lens. 'Power to the People': which people? No less misleading is Wood’s view that IS defiance of the ‘religious establishment’ is giving “power to the people”. Which ‘people’? Certainly not ...
Read More
While doing research on Syrian refugees in urban settings in Turkey, I had a chance to engage in interesting conversations with anthropologists, practitioners, academics, and refugees on the issue of social conflict between migrant and host societies in Turkey. Here, “ethno-religious diversity is fragile and easily slipping into conflict” while “the maintenance of ethnic boundaries in the public sphere is discouraged and their reproduction is confined to the private sphere.” Incidentally, discouraging the maintenance of ethnic boundaries   is a typical operation of a modern secular state:  it is therefore interesting that this point is raised about Turkey, which is now ...
Read More
The Syrian business community is split between small and big business; domestic and expatriate endeavors; supporters and opponents of the regime. Expectations that it would play a determinant role in Syria’s political transition from authoritarian rule have been so far frustrated. To understand the businessmen’s political alignments and influence on current Syrian politics, the historical relation between the regime and business circles must be contextualized alongside the economic dynamics of the Syrian conflict, including the emergence of new economic actors in the thriving war economy. Read more at Syria Untold ...
Read More

Cátia Miriam Costa

Everyone is talking about… In the Asian media the most popular news for today is undoubtedly the South Korean President’s impeachment, reported in Chinese, Japanese and Thai media. Xinhua highlights the reasons for the court’s decision, based on the facts that have shown the President benefited her long-time friend and shared with her some state confidential information. Japan Times highpoints president’s Park governance and the opposition protests in the street. Bangkok Post points out the fact Park being the first elected president with a criminal prosecution and facing a unanimous legal rejection by the Constitutional Court. Other news on the front pages In ...
Read More
Em sociedades ditas democráticas, o mundo do espetáculo não tem de assumir o papel de único ou principal indutor da oposição ao autoritarismo e ao uso discricionário do poder. A cerimónia dos Óscares e o Carnaval ocuparam parte da agenda mediática da semana. Foram as notícias mais faladas na área internacional dos media portugueses. Isto poderia levar-nos a várias reflexões. Na realidade quer dizer que o mundo do espetáculo e da catarse tendem a sobrepor-se cada vez mais às vivências quotidianas dos indivíduos. O expectável é que os corsos carnavalescos critiquem os factos políticos e os comportamentos sociais, e que ...
Read More
The Top news Donald Trump is still leading the top news in Asia. His recent call to Chinese President Xi Jinping is the main news, but the USA's behaviour in different questions (like the immigration issue) are also considered. In China the main focus has been the recognition of 'one China' by Donald Trump and the need for more cooperation between the two countries. As for cartoonists, US President Donald Trump is still a source for inspiration, and the South China Morning Post uses Trump’s phone call to show how is international policy is lacking coherence. In other countries - such as ...
Read More
A investigadora do CEI-IUL Cátia Miriam Costa foi uma das oradoras convidadas na Conferência 'Trump Day', no painel 'Uma Nova Época para as Relações Internacionais?'. Tratou-se de uma organização do Instituto Europeu que decorreu no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa, a 20 de janeiro de 2017, data em que Donald Trump tomou posse enquanto novo Presidente dos Estados Unidos da América. Veja a intervenção da investigadora no vídeo seguinte: Pode também assistir, na totalidade, ao painel 'Uma Nova Época para as Relações Internacionais?': ...
Read More
Talvez Donald Trump não tenha notado, mas existem outras alternativas aos Estados Unidos que não são “factos alternativos". Esta semana tem sido dominada por algo perfeitamente inédito. Os media têm sublinhado o facto de Donald Trump ter começado a assinar decretos-lei para dar um fundo legal às suas promessas eleitorais. Nos comentários mais otimistas era recorrente ouvir-se que o sistema de checks and balances dos EUA travaria as iniciativas xenófobas e isolacionistas do novo Presidente norte-americano. Trump apressou-se a subverter esse sistema com demissões e nomeações para cargos chave, bem como, ganhando o apoio dos setores mais conservadores e extremistas da ...
Read More
Portugal, como pequeno país, inserido num quadro político internacional de mudança, tem de gerir as suas novas alianças e procurar diversidade. Estamos próximos de uma mudança radical da conjuntura internacional. Desde o final da Guerra Fria que não se adivinhava uma alteração tão forte nas relações dos vários poderes internacionais. Não se trata apenas da eleição de Donald Trump e do seu olhar sobre o mundo. Trata-se também dos poderes populistas emergentes na Europa, da radicalização da guerra e do terror no Médio Oriente, da afirmação de potências até agora consideradas regionais e da necessidade de imprimir novas dinâmicas a ...
Read More
The most and the least in Asian news This week Asian newspapers revealed a deeper insight about regional issues. Donald Trump is no longer the main international theme, although his presence remains strong. Subjects such as the visit of the President of the Popular Republic of China to Switzerland and his participation in the World Economic Forum, the visit of Japan’s prime minister to Philippines and the agreement of China and Russia in response to the USA anti-missile strategy in South Korea lead today’s first pages. China’s Foreign Affairs agenda At the top of President Xi Jinping's agenda are  bi-lateral relations with Switzerland, globalisation, and China-European ...
Read More
As promessas populistas, mas sem nenhuma estratégia, alimentam os ‘Brexits’ que podemos esperar e que poderão ser muito vigorosos em 2017. Numa Europa agitada em torno das eleições decisivas nos países mais influentes da União Europeia, França e Alemanha, existem vários problemas que continuam a atormentar esta União que, paulatinamente, se está a transformar num palco de cisões iminentes. Para além da ameaça terrorista constante e das persistentes preocupações com a segurança dos Estados e cidadãos, outras questões marcam a agenda política europeia. Entre estas o Brexit e o risco de saída de outros Estados pertencentes à União. Esta semana, ...
Read More
A investigadora do CEI-IUL, Cátia Miriam Costa, foi recentemente entrevistada pelo jornal Espanhol El Confidencial a propósito do desenvolvimento de Portugal em várias áreas  - desde a ciência, ao desporto, à inovação, à música - que o tem tornado cada vez mais atractivo. O artigo pode ser lido no El Confidencial. Lisbon / Public domain ...
Read More
A língua portuguesa ocupa um espaço significativo no mapa linguístico mundial e é a quarta língua mais falada do mundo, o que faz dela uma importante ferramenta de comunicação ao nível global. Num mundo cada vez mais dominado por uma língua franca, o inglês, temos assistido à desvalorização da diversidade linguística. Esta realidade leva-nos, por vezes, a esquecer a riqueza e diversidade da nossa língua e a pensá-la como um instrumento menor de afirmação económica, científica e cultural e a reduzi-la à condição de língua falada em Portugal. Contudo, a língua portuguesa ocupa um espaço significativo no mapa linguístico mundial ...
Read More

Clara Carvalho

AEGIS Statement The Board and Advisory Council of AEGIS, the Africa Europe Group for Interdisciplinary Studies, fully support our ASA colleagues in the United States and share their great worries, as expressed in their statement, which we reproduce below. We are sure we also speak on behalf of our 34 Members, all African Studies Centres and Institutes in Europe, and on behalf of many thousands of Africanist scholars all over Europe. We wish to express our solidarity for our African Studies Association (ASA) colleagues in the USA. As an association of European-based Africanists we are profoundly opposed to policies or actions anywhere ...
Read More

David Castaño

A transição para a democracia No verão de 1975 Portugal esteve prestes a dividir-se em dois e o espectro de uma guerra civil era uma ameaça concreta. O confronto entre legitimidade revolucionária e legitimidade eleitoral atingira um pico e dos dois lados das barricadas faziam-se preparativos para um confronto que parecia inevitável. Desde cedo historiadores e cientistas políticos que estudaram este período da história contemporânea portuguesa chegaram à conclusão que este processo não pode ser analisado como um assunto meramente doméstico, no qual os actores nacionais agiram sem ter em consideração o contexto internacional que os envolvia, mas que também não ...
Read More

David Ferreira

On May 22, at 10:33pm, an explosion was heard outside the venue of the Manchester Arena, following a crowded pop concert of American singer Ariana Grande. The bombing took place as fans were exiting the building, creating mass panic as hundreds of people fled in terror, leaving carnage behind. At least 22 people have been killed and 59 injured in the suicide bombing, with the incident being immediately treated as a terrorist attack. What do we know (so far)? The Manchester police concluded that the bombing was carried out Salman Abedi, a 22-year old who was armed with a homemade ...
Read More
The first projections did not leave any room for doubts. A France in state of emergence, in a day marked by feminist protests and a press boycott directed towards National Front’s candidate Marine Le Pen, in addition to the highest abstention rate in the past fifty years, chose Emmanuel Macron as its next President. In spite of obtaining approximately two thirds of the popular vote, the centrist independent was unable to prevent his opponent from achieving the highest result in the history of the far-right party. The final results can be followed here. Polls proven accurate While the continuingly low ...
Read More
The final results are in. Emmanuel Macron and Marine Le Pen have qualified to the second round of the French Presidential elections, the first in the country’s modern History to occur under a state of emergency. The centrist candidate attained 23.8% of the popular vote, ahead of his far-right opponent’s 21,5%. The two mainstream parties in France were pushed to the sidelines, and for the first time in 50 years, they will be absent in the second round, as Conservative leader François Fillon, and Socialist Party candidate Benoît Hamon, obtained 19.94% and 6.35% of the vote, respectively. In fourth place, ...
Read More
On the 2nd of March, the Anti-Corruption Foundation, a Moscow-based NGO, published on Youtube an investigative documentary called Он вам не Димон – Don’t call him Dimon. The video report accused the Russian Prime-Minister Dmitri Medvedev of being one of the countries’ most corrupt officials and richest people, and of hiding his assets through an elaborate system of charity foundations that are controlled by those close to him. As a response, on the 26th of March, tens of thousands of people took to the streets simultaneously in almost 100 cities across Russia, as government authorities refused to comment on the ...
Read More
On February 12, North Korea successfully tested a new surface-to-surface medium to long range missile which traveled 500km before landing in the Sea of Japan. The country is currently prohibited from launching ballistic missiles under several UN Security Council Resolutions, adopted as a response to the rogue nation’s nuclear endeavors. Unlike other North-Korean land missiles, the aforesaid test is believed to have made use of a solid-fuel propelled engine, which represents a major step-forward to the country, as the new system requires minimal preparation, and makes it simpler to hide arsenal underground.  History of Pyongyang’s Missile Program The country’s missile ...
Read More
On January 27, President Donald Trump signed an executive order entitled “Protecting the Nation from Foreign Terrorist Entry in the United States”, affecting approximately 134 million people. According to the order, all refugee admissions would be frozen for 120 days, with the entry of Syrian nationals being indefinitely suspended. The admission of immigrants and non-immigrants from Iran, Syria, Sudan, Iraq, Libya, Yemen, and Somalia was suspended for 90 days. The ban was applicable not only to people born in those countries, as entry in the U.S. was also forbidden to individuals whose dual citizenship includes one of those countries, and ...
Read More
On December 15, Beijing’s illegal apprehension of an American underwater drone in the South China Sea sent Washington a clear message: China was in control of the Western Pacific. Back in 2011, Barack Obama announced America’s pivot to the Asia-Pacific, a foreign policy shift that he expected to allow the peaceful containment of Chinese influence in the region. Several years later, however, as the President’s second term came to an end, it becomes increasingly apparent that his tougher stance towards China did not produce the expected results. A Nation of the Pacific In a speech voiced in Tokyo on November ...
Read More
On his farewell speech on January 10, President Obama recounted some of the progresses his Administration had a part in during the past eight years, one of them being the end of Iran’s nuclear weapons program. On the following day, Vice-President Joe Biden gave a speech in Washington, where he went over this Presidency’s nuclear posture and legacy, as well as the dangers and challenges created by nuclear weapons at the present time. As he concluded his presentation, Biden recalled the words Barack Obama uttered in Prague, during a speech on disarmament in 2009: “if we believe that the spread ...
Read More
1. Portugal’s Struggle for Liberty (Portugal Amordaçado) (1972) Written by Mario Soares while in exile, and initially published in French language in 1972 under the title Portugal Bailloné – Un Témoignage, this book constituted an important testimony about the fascist regime, shaping foreign public opinion about the Portuguese struggle, and fight against authoritarianism. 2. Mário Soares e a Revolução (2013) David Castaño’s book used a historical approach to explain the role played by Mario Soares in the successful Portuguese democratic transition, and how a disintegration of the State was avoided, in spite of efforts carried out by extreme left-wing radicals and a ...
Read More
The way in which Donald Trump is conducting foreign policy has represented a break with diplomatic tradition, as he has shown to tweet or voice controversial opinions in a careless manner, and has had unfiltered exchanges with foreign world leaders. Such actions constitute an immense breach of protocol and lack consultation from the State Department or the U.S. intelligence services, as it is essential to assure that there is no conflict with current American foreign policy. Bellow, we analyze two recent examples of his unorthodox approach to foreign policy. Israel and the U.N. Following Barack Obama’s decision to have his country ...
Read More

Eduardo Costa Dias

A região saheliana, a par de se ter tornado numa das mais importantes plataformas africanas de tráfico de armas, de droga e de medicamentos fraudulentos, tem sido nos últimos anos palco de inúmeras e espectaculares acções terroristas atribuídas na sua quase totalidade a grupos jihadistas. No essencial, ligados à Al-Qaïda ou fazendo parte da constelação dos que se auto reivindicam componentes do Estado Islâmico, estes grupos são, ainda que inadequadamente, conhecidos, sem mais, como grupos salafistas. No Sahel, os ataques a povoações, os massacres de populações, as destruições de infraestruturas, os raptos e, sobretudo desde 2011, as acções bélicas visando ...
Read More
Os tráficos do Sahel A região Saheliana [e os seus arredores próximos e afastados] tornou-se nos últimos anos num autêntico eldorado para os traficantes. Desde sempre importantes na região, os diferentes tráficos - droga, armas, medicamentos fraudulentos, pessoas, lavagem de dinheiro, etc. - dispararam com a aceleração da fragilização do Estado e, também, com o caos generalizado induzido pelas ditas primaveras árabes. A queda de Kadhafi, por exemplo, para além da implosão da Líbia, deixou milhares de mercenários da chamada Legião Africana 'sem eira nem beira' e disponíveis para tudo e mais alguma coisa, incluindo, como se veio a constatar, para ...
Read More

Eugénio Costa Almeida

Discutir sobre um Muro que já existe: a Operation Gatekeeper Muito se tem falado e criticado a decisão do Presidente norte-americano, Donald Trump, em insistir construir um muro na fronteira entre os EUA e o México – e bem, na minha opinião enquanto humanista e respeitador das liberdades individuais desde que sempre respeitadoras do outro –; é um direito, como governante, que lhe assiste e que, Trump, sempre disse em campanha eleitoral que o faria! Todavia, parece que nos esquecemos que já existe uma parcela significativa de um muro entre estes dois países, iniciada na administração George Bush, nos anos ...
Read More
Não conheci pessoalmente o falecido antigo Chefe de Governo e Presidente português Mário Soares. Todavia, conheci pessoas que com ele privaram muito proximamente e que diziam que muitos de nós éramos um pouco injustos com ele. A História um dia o dirá. Como se sabe, Mário Soares, enquanto Ministro dos Governos Provisórios portugueses do pós 25- de Abril, teve um papel activo na descolonização das ex-colónias portuguesas. Tem sido, justa ou injustamente, acusado de ter praticado uma deficiente descolonização. Isso, a História – quando todos os documentos desta matéria forem desclassificados – o dirá. No que toca a Angola, sabemos ...
Read More
No passado dia 17 de Janeiro, o investigador do CEI-IUL, Eugénio Costa Almeida, foi entrevistado pela jornalista Glória Sousa, da Rádio Deutsche Welle, a propósito do aniversário dos 30 anos de cooperação entre a União Europeia e Angola. "Penso que a cooperação entre Angola e a União Europeia não trouxe nada de especial para Angola a não ser a perda de algum pescado. O enfoque dos direitos humanos não foi tão evidente como seria expectável por parte de uma organização supranacional, em que um dos seus pilares é precisamente os direitos humanos. [A UE] não soube, não quis ou não ...
Read More
No início do mês de Dezembro houve eleições presidenciais na Gâmbia, nas quais Adama Barrow - apoiado por uma coligação de oposição - com 45,5% dos votos expressos, destronou o até agora presidente Yahya Jammeh, que obteve 36,7% dos votos. Até aqui nada demais, não fosse Jammeh - que sempre se considerou quase omnipotente no país e de que foi presidente durante 22 anos - inesperadamente, ter acolhido e aceite os resultados eleitorais. A surpresa foi quando, passada quase uma semana, Jammeh ter, repentinamente, decidido rejeitar os resultados, invocando que a “Comissão Eleitoral Independente (CEI) cometeu erros inaceitáveis” na contagem ...
Read More
Em entrevista à RFI Português, o investigador do CEI-IUL, Eugénio Costa Almeida analisa a situação das escutas em Angola e na Guiné-Bissau denunciadas por Edward Snowden, segundo o jornal Le Monde. A entrevista surge no seguimento de uma reportagem publicada no jornal Francês que revelou que 20 países africanos estiveram na mira dos serviços secretos ingleses entre 2008 e 2010. A entrevista a Eugénio Costa Almeida pode ser escutada na íntegra na RFI Português. US Secretary of State John Kerry and Angolan President José Eduardo do Santos. Photo by US Department of State / public domain ...
Read More
Em entrevista à DW África, o investigador do CEI-IUL, Eugénio Costa Almeida comenta a situação política na Gâmbia e em Angola: DW África: Na Gâmbia, a derrota do Presidente Yahya Jammeh, e em particular o reconhecimento da derrota, surpreendeu-o? Eugénio Almeida (EA): Sim, dada a exigência da governação e o facto de ele ser claramente um autocrata, ou seja, um ditador bastante forte no país. DW África: Na Gâmbia, o que se diz é que o povo estava cansado e, de facto, a oposição venceu. O Presidente Jammeh estava há 22 anos no poder; em Angola, José Eduardo dos Santos está há ...
Read More
O CEI-IUL organizou no dia 25 de outubro de 2016 uma mesa-redonda subordinada ao tema "Angola na Comissão do Golfo da Guiné e na Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul". Este evento analisou e debateu a questão do Golfo da Guiné que corre sério risco de se tornar um espaço caótico, caso os nove Estados-membros da organização não se coordenarem para tomar medidas com vista a minorar os problemas que assolam as respetivas águas territoriais. Da recente reunião da União Africana, em Lomé, Togo, que teve por base o combate à pirataria e à pesca ilegal no Golfo, terá ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Eugénio Costa Almeida, analisa a posição da ONU e da comunidade internacional a propósito da ressurgência de violência na República Democrática do Congo, no âmbito da rubrica 'Comentário' da +RFI portuguesa. Photo by Irene2005 / CC BY 2.0 ...
Read More

Filipe Nobre Faria

Tal como previsto pela generalidade das sondagens, Emmanuel Macron venceu as presidenciais francesas de 2017 contra Marine Le Pen (65% vs 35%). Apesar de Macron se apresentar como candidato independente, ele não deixa de ser o ex-ministro do anterior presidente e o seu discurso marca uma continuidade com a linha governamental dos últimos anos. Nas questões centrais como a NATO, União Europeia (UE) e o cosmopolitismo global anti-identitário, Macron representa continuidade. Assim, tal como no mítico filme “O Leopardo”, a maioria dos eleitores franceses preferiu mudar para que continuasse tudo igual. Contudo, o que interessou ao mundo mediático nesta eleição ...
Read More
No dia 29 de Março de 2017, a primeira ministra britânica Theresa May entregou formalmente o pedido de saída do seu país da União Europeia, acionando assim o artigo 50 do tratado de Lisboa. Desta forma, tal como proferiu Theresa May: “este é um momento histórico e irreversível”. Há bastante tempo que se vem analisando o fenómeno do Brexit como uma vitória do populismo, isto é, do povo contra as elites “globalistas”. Contudo, uma análise mais atenta coloca muitos problemas à solidez desta narrativa. O anti-europeísmo das elites O anti-europeísmo é uma verdadeira cultura no Reino Unido e este não ...
Read More
No dia 6 de Março de 2017, o Professor Cass Mudde veio a Lisboa dar uma conferência sobre populismo na Culturgest. Nesta apresentação, ele explicitou o conceito em questão e as suas manifestações práticas no mundo contemporâneo. O populismo anti-liberal De acordo com a conceptualização de Mudde, o populismo não é uma forma de demagogia ou um jeito folclórico de estar na política. É sim uma ideologia pouco substantiva que postula a existência de um povo puro e homogéneo contra uma elite governante corrupta e desligada dos interesses populares. Desta forma, os populistas falam sempre como outsiders em nome do ...
Read More
Devido a uma fuga de informação, que sugeria que Michael Flynn falou com representantes russos sem autorização legal, este ex-conselheiro da segurança nacional foi obrigado a demitir-se. Desde então que se discute de forma acérrima a potencial existência de um deep state americano a operar contra a administração Trump e contra o que ela representa. Apesar de a definição do mesmo não ser consensual, este deep state é visto como sendo uma burocracia não-eleita e pouco ou nada controlada pelo congresso e pelo presidente. Esta burocracia inclui a CIA, a NSA, a Defense Intelligence Agency, as forças armadas, o Departamento ...
Read More
Em 2017 acaba a presidência de 8 anos de Barack Obama. Analisando o legado de Obama, torna-se incontornável salientar o simbolismo que este presidente teve para os EUA e para o mundo. Este não é apenas mais um presidente liberal, Obama foi a tentativa de cumprir o ideal universalista do liberalismo. Isto é, Obama representou a ideia de que o liberalismo não é apenas uma moralidade particularista europeia mas que é verdadeiramente universal também na praxis. Assim, um afro-americano com um nome de tradição não-europeia foi eleito líder do chamado “mundo livre”. Imediatamente se sentiram as reacções do lado republicano, ...
Read More
Com a ascensão dos famigerados populismos e mais especificamente com a vitória de Donald Trump nos EUA, popularizou-se a ideia de que entrámos na era da pós-verdade. Para assinalar este fenómeno, a Oxford Dictionaries escolheu a “pós-verdade” como a palavra do ano. Esta era é definida como sendo uma era onde o debate político apela exclusivamente a emoções, inventando-se factos e criando-se falsidades para captar a simpatia dos eleitores.  Por outras palavras, este é um período onde a verdade só interessa quando ajuda a chegar ao poder. Esta é também uma era ligada ao fenómeno das “notícias falsas”, supostamente criadas ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Filipe Nobre Faria, foi ouvido pelo Jornal Económico sobre o apelo do populismo de extrema direita na Europa. De acordo com Filipe Faria "os votos em partidos nacionalistas não são apenas votos anti-imigração, são também votos de protesto contra o status quo". Ler reportagem completa em O Jornal Económico. Photo: Frauke Petry, by Michael Lucan, CC-BY-SA 3.0 ...
Read More
A eleição de Donald Trump foi um evento inesperado nos círculos liberais americanos. Existia uma confiança enorme em que as transformações demográficas dos últimos 50 anos nos EUA iriam garantir permanentes vitórias ao partido democrata. Focando-se na defesa identitária da crescente demografia não-euro-americana, a esquerda liberal ficou incrédula com a reacção positiva que muitos eleitores tiveram à ascensão de Trump. Mas a esquerda liberal não foi a única a surpreender-se, os próprios conservadores do partido republicano ficaram estupefactos em relação ao sucesso que a narrativa nacionalista de Trump teve entre os euro-americanos de todas as classes sociais (especialmente nas zonas ...
Read More
Contra todas as previsões da imprensa, Donald Trump venceu as presidenciais americanas em 2016. Esta vitória choca todos os que pensaram ou agiram como se a história do mundo tivesse acabado com a democracia liberal e o universalismo cosmopolita.  No entanto, os sinais de mudança há muito que estavam presentes. Os EUA estão profundamente divididos em linhas étnicas e morais. Este é um fenómeno que se tem acentuado nas últimas décadas, observando-se há já várias eleições que os diferentes grupos votam em bloco. O grupo dos euro-americanos foi talvez o último a chegar a este conflito identitário, mas agora já ...
Read More
O CEI-IUL irá receber Filipe Nobre Faria para proferir um Seminário de Estudos Internacionais intitulado 'O Liberalismo Económico é Adaptativo? Repensando a Teoria da Evolução Social em F.A. Hayek'. O evento terá lugar no dia 16 de novembro às 18 horas, no Auditório 0NE01 (ISCTE-IUL). Resumo O Nobel da Economia F.A. Hayek é um pensador chave no ressurgimento político da filosofia liberal de mercado nas últimas décadas do século XX. A sua defesa do mercado livre e do Estado de direito não-intervencionista é particularmente distintiva por estar baseada em postulados evolutivos bio-culturais. A teoria da evolução social de Hayek sugere que os ...
Read More

Filipe Vasconcelos Romão

O investigador do CEI-IUL Filipe Vasconcelos Romão foi convidado da RTP 3 para comentar o mais recente ataque do autoproclamado Estado Islâmico em território europeu. Na noite de 22 de Maio, um bombista-suicida levou a cabo um ataque nas imediações do Manchester Arena onde tinha terminado um concerto da cantora norte-americana Ariana Grande. O recinto tinha cerca de 20 mil pessoas, na sua maioria crianças e adolescentes. As autoridades britânicas falam em mais de 50 feridos e 22 mortos. Falando ainda antes de o Daesh ter reivindicado o ataque, Filipe Vasconcelos Romão referiu que "estes tipos de acções surgem e imediatamente são ...
Read More
Filipe Vasconcelos Romão, investigador do CEI-IUL, foi convidado da Antena 1 no passado dia 8 de Maio para comentar a eleição de Emmanuel Macron como novo presidente de França. O investigador referiu que é muito difícil haver reformas económicas no país e que é importante não esquecer as clivagens que vão surgir nos próximos tempos, garantindo que as ruas francesas vão assistir a inúmeros protestos. Oiça o comentário de Filipe Vasconcelos Romão aqui. Anti-Macron stencil on a street in Paris. Photo by Lorie Shaull / CC BY-SA 2.0 ...
Read More
Filipe Vasconcelos Romão foi convidado da RTP 1 para comentar a última semana de campanha de Emmanuel Macron e de Marine Le Pen antes da segunda volta das eleições presidenciais francesas, que decorrerão no dia 7 de Maio de 2017. Relativamente ao debate televisivo entre os dois candidatos, o investigador do CEI-IUL destacou "a postura europeia de Emmanuel Macron e a imagem pouco presidenciável que Marine Le Pen deixou transparecer". No entanto alertou para o facto de que "a enorme esperança depositada em Emmanuel Macron poderá ter efeitos nefastos caso falhe nas políticas de que a França necessita". Romão afirma ...
Read More
Resta-nos esperar pelo que falta de campanha eleitoral, com a clara sensação de que os estragos estão feitos e de que os grandes estadistas, felizmente, não eram feitos destas fibras permeáveis. A indefinição das palavras de Jean-Luc Mélenchon transformou-se no tema quente da primeira semana da campanha eleitoral para a segunda-volta das presidenciais francesas. O candidato da “França Insubmissa”, que obteve mais de 19% dos votos na primeira-volta, recusou assumir o seu apoio a Emmanuel Macron no confronto com a candidata de extrema-direita, Marine Le Pen, na segunda-volta de dia 7 de Maio. A recusa do líder da Frente de ...
Read More
Algumas notas sobre a primeira-volta das eleições presidenciais francesas: 1. Os dois grandes derrotados da primeira-volta das eleições presidenciais francesas foram os dois principais partidos da V República: socialista e neo-gaullistas. No entanto, esta também foi a derrota dos candidatos eleitos em primárias abertas, o que poderá ser demonstrativo do desfasamento entre as escolhas de militantes e simpatizantes e as preferências do eleitorado em geral. Há uma maioria de eleitores que não participa em eleições primárias e estas parecem não servir para cativar indecisos nem para fixar o próprio eleitorado. No caso do gaullismo, todos os estudos de opinião indicavam ...
Read More
Há duas semanas, o caráter monolítico do regime começou a ceder. Perante a descabida tentativa do Tribunal Supremo de assumir funções legislativas, as brechas a começaram a surgir. Os últimos dois anos têm sido de extrema instabilidade para os venezuelanos. A chegada de Nicolás Maduro ao poder, em 2012, teve como resultado um endurecimento político apoiado pelos setores mais radicais do regime e por umas forças armadas com chefias sobredimensionadas. A enorme dependência da Venezuela em relação ao petróleo abriu portas à centralização da economia e à emergência de problemas que trazem à memória as economias do leste europeu do ...
Read More
Filipe Vasconcelos Romão, investigador do Centro de Estudos Internacionais, foi convidado da RTP1 para comentar o ataque dos EUA na Síria com recurso a 59 mísseis Tomahawk, lançados a partir do mar Mediterrâneo, na madrugada de 7 de Abril. Filipe Romão afirmou "que esta ação do Presidente norte-americano lhe permite afastar-se da pressão a nível interno devido às ligações dos acessores e da sua campanha a responsáveis russos. Ao mesmo tempo, mostra uma imagem de força ao mundo ao não deixar o regime sírio ultrapassar uma linha vermelha" Assista ao comentário na íntegra aqui ...
Read More
Reabrir discussões estéreis e sem resultados práticos como a da “Europa a várias velocidades” só serve para causar mais ruído. As desastradas declarações do presidente do Eurogrupo acerca dos países que receberam apoio financeiro da União Europeia não passariam de um disparate revelador da menoridade do seu autor se não espelhassem um certo pensamento que se enraizou nos últimos anos entre parte das lideranças europeias. As celebrações dos 60 anos da assinatura do Tratado de Roma não conseguem iludir uma crua realidade: a crise das dívidas soberanas consolidou uma clivagem entre o Norte e Sul da Europa. O Norte, liderado ...
Read More
Filipe Vasconcelos Romão, investigador do CEI-IUL e comentador da RTP1, analisou o recente atentado em Londres, na ponte de Westminster, onde um homem atropelou várias pessoas e esfaqueou um polícia. No total, 5 pessoas perderam e vida e cerca de 20 ficaram feridas. No site de notícias da RTP pode ler-se que o Filipe Romão "destaca as enormes dificuldades da polícia no controlo de ataques" e que "apesar da constante evolução do fenómeno do terrorismo, (...) as autoridades de segurança têm conseguido frustrar muitos ataques nos últimos anos". Assista aqui à intervenção de Filipe Vasconcelos Romão na RTP 1. Photo by OpenStreetMap contributors ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Filipe Vasconcelos Romão, foi convidado da RTP 1  para comentar as mais recentes declarações do Presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem. Dijsselbloem afirmou que os países do Sul da Europa não poderiam gastar dinheiro em "copos e mulheres" e, posteriormente, solicitar ajuda financeira. Romão caracterizou estas declarações como "infelizes". No site de notícias da RTP 1, pode ler-se "Filipe Vasconcelos Romão sublinha que este é mais um elemento de pressão para demitir o presidente do Eurogrupo, após o fracasso dos trabalhistas holandeses, partido de Jeroen Dijsselbloem, nas eleições da semana passada". Assista à intervenção de Filipe Vasconcelos Romão ...
Read More

Filomena Capela Correia

Kinshasa e outras cidades da República Democrática do Congo (RDC) têm sido palco de manifestações solicitando a partida do presidente Kabila e a convocação de eleições, que deram origem a violentos conflitos e resultaram em várias mortes (os números variam entre várias dezenas, em função das fontes), inúmeros feridos e na destruição de um conjunto de instalações dos partidos da oposição. O presidente Joseph Kabila Kabange completará, em janeiro de 2017, 16 anos à frente da República Democrática do Congo (RDC). Após o assassinato do seu pai, em 2001, foi designado para assumir o poder, aceitando, nos acordos de Sun ...
Read More

Giulia Daniele

The key point of the resolution On 23 December 2016, the UN Security Council voted in favour of a resolution (with the abstention of the United States) affirming the no legal validity of Israeli settlements in the Palestinian occupied territories (including the West Bank and East Jerusalem) and demanding the halt of settlements’ construction by Israel. In spite of the heavy pressure from Israel and US President-elect Donald Trump towards Egypt - which advocated it in the first place - the resolution was put forward by Venezuela, New Zealand, Malaysia, and Senegal. In detail, Resolution 2334 stated that “Israel’s establishment ...
Read More
Renzi’s constitutional amendment: the background On Sunday December 4th Italians voted in a historic referendum on whether to change or not the country’s Constitution. The great majority of voters decided against this constitutional amendment. Indeed, it was not only a constitutional referendum, but rather a test of the current political establishment - and in particular of the Prime Minister Matteo Renzi. Such a test came directly from the Prime Minister’s initiative in the way he decided to personalise the ballot and, thus, create an opportunity for voters to protest against the most recent economic and political strategies led by his ...
Read More
The unpredictability of the new US foreign policy, especially in the Middle East As already underlined by the majority of political analysts in the United States and around the world, it is extremely difficult to predict what the new elected US President Donald Trump's policies will be. If it is easier to forecast his political strategy regarding US internal issues, his perspective about foreign policy is still rather unknown, and in particular what role he will take in the Middle East. During his electoral campaign he declared he would impose a ban on Muslims entering the US. On the other ...
Read More
An international coalition challenging the Israeli siege and military occupation In the beginning of October 2016, a boat carrying women activists from around the world in solidarity with the Palestinian people and, in particular, with the Gaza Strip population that has been under Israeli blockade for the past decade was intercepted in international waters and taken into custody by Israeli military forces. This boat was part of the Freedom Flotilla Coalition. The latter was formed after the first mission in 2010 as “a grassroots people-to-people solidarity movement composed of campaigns and initiatives from all over the world working together to ...
Read More
Palestine/Israel defines a land where peoples, histories, cultures, identities, conflicts, religions and struggles are strictly interrelated. This list provides fiction and non-fiction books about such a heterogeneity of actors, issues and perspectives. 1 - The Question of Palestine In his masterpiece entitled The Question of Palestine Edward W. Said explained the most crucial questions related to the Israeli-Palestinian conflict: the meaning of Palestine, Palestinians, Zionism and the right of self-determination. 2 - The Ethnic Cleansing of Palestine In his most controversial book the Israeli historian Ilan Pappé identified the meeting between the Zionist leader David Ben-Gurion and his advisers in ...
Read More
The elections for the councils of more than 400 towns and cities in the Occupied Palestinian Territories and in the Gaza Strip - due to be held next October 8th  -were suspended by the Palestinian Authority’s Supreme Court. This happened because of serious irregularities with al-Fatah candidates in Gaza and the exclusion of East Jerusalem from the electoral process. However, the decision to hide female candidates’ names and pictures from the campaign materials still remains a controversial topic within the Palestinian public debate. What happened exactly in the last few months in the Palestinian political system? And why have Palestinian women candidates launched ...
Read More
The burkini ban In summer 2016 the ‘burkini debate’ exploded not only in France, but also in other Western countries. Although France’s highest administrative court suspended the ban on the use of burkini, several towns in the French Riviera have continued to keep this ban in place. As stated by the ruling of the municipality of Cannes, the first city applying this prohibition: “Beachwear that ostentatiously displays religious affiliation, when France and places of worship are currently the target of terrorist attacks, is liable to create risks of disrupting public order”. But what is exactly the burkini? Why has it ...
Read More

Inês Marques Ribeiro

The French Presidential elections and the EU This week the French Presidential elections have taken over the news. When we look for EU-related news - as I always do in my contribution to Changing World’s This Week in the News - we find that there is a strong overlap between the two. The consensus is that, regardless of the results, the EU’s future is on the line. For the EU, it’s either Le Pen’s Frexit, or Macron’s EU reform. Either way, according to Bloomberg, change is on the way. Marine Le Pen, however, doesn’t appear to see things as such ...
Read More
After last week’s formal ‘Brexit’ declaration, news about the European Union have been (slightly) more diverse this week. Visa liberalisation for Ukraine A number of newspapers, such as the Wall Street Journal, Deutsche Welle, or EUobserver have announced that the European Parliament has finally voted to allow Ukrainian citizens to travel to the EU visa-free for up to 90 days. After Moldova and Georgia, Ukrainian citizens with biometric passports will soon be able to travel to EU countries (except for the UK and Ireland) as well as Iceland, Liechtenstein, Norway, and Switzerland. However, the newspaper Kyiv Post, citing Ukrainian President ...
Read More
This week the so-called ‘Bexit’ – the United Kingdom’s withdrawal from the European Union – was widely discussed in the European (and overall Western) media, not least because of Theresa May’s delivery of a formal request for the process to begin on the 29th of March. In this blog post, we are going to look at some op-ed pieces published in influent newspapers to get a sense of how this topic was treated. I’ll give you a hint: it hasn’t been pretty overall, but some pieces have nonetheless been favourable. Why bother with opinions published in newspapers? Aren’t media outlets supposed ...
Read More
Many of us, for the better part of last year, have been baffled by the massive change in public speech in the context of the US presidential campaign in comparison with the prevailing paradigm of vagueness, parsimony, and especially "political correctness". Yes, I'm talking about current US president Donald Trump. There was a lingering hope that his xenophobic, misogynistic, capitalist, absolute, universal discourse would tone down after taking office, however, that wasn't the case. His words turned into bans and repeals, affecting the life of millions of people that call the US their home (or wanted to, in any case) ...
Read More
The Portuguese Journal of Social Science (PJSS), a peer-reviewed cross-disciplinary journal focusing on research about Portuguese society by scholars of any nationality, is supported by several research units of ISCTE-IUL, including CEI-IUL. PJSS is published three times a year, indexed in Scopus and Web of Science, and available on EBSCO and on b-on. Special dossier PJSS number 15, volume 03, features a special dossier on "Spaces of Inequality", guest edited by Renato Miguel Carmo. The dossier includes five different articles focusing on social inequalities as a global phenomenon, without disregarding local and regional specificities. This dossier analyses this phenomenon through different methodological perspectives and looking ...
Read More
Em 2010 a Chanceler alemã Angela Merkel afirmou que o multiculturalismo alemão tinha falhado, mas em 2015 abdicou do protocolo de Dublin para abrir as portas aos refugiados, no meio de uma crise sem precedentes. Será o multiculturalismo alemão novo fenómeno, decorrente de vagas de imigração em décadas recentes? Qual a génese deste fenómeno? Da Germânia à Idade Média O multiculturalismo esteve sempre presente no território que é hoje a Alemanha. Um exemplo é a época em que a região, enquanto território separado da República Romana, foi designada de Germânia por Júlio César (séculos I AC - I AD), considerando a miríade de povos germânicos ...
Read More
The final week of 2016 has been quite an eventful one, and not always for the best of reasons. Not only has the world lost beloved artists - like Greek British singer George Michael, or American mother and daughter actresses Debbie Reynolds and Carrie Fisher - but also the Greek Ambassador to Brazil has disappeared and presumed dead, not to mention the major developments in escalating diplomatic tensions between the US and Russia, or the US and Israel. Even though I'm tasked to cover Europe in my contribution to this section of Changing World, I find it hard to ignore key ...
Read More
We can argue that Trump's victory in the US Presidential elections has come as a surprise - whether it is considered good or bad. If "even in the best of times, US policymakers often do not think enough about the impact of their actions on the rest of the world," the volatility and inconsistency of Trump's erratic foreign policy preferences - that appear to go against current US commitments and alliances - are sure to be strongly consequential. For one, the global stock market immediately plunged. Also, political leaders worldwide have expressed concern over what is being viewed as a 'disturbing' and potentially ...
Read More
In Europe, this week was especially challenging for the recent Mediterranean migrant and refugee crisis (because, let’s face it, we can’t exactly call it a ‘European’ refugee crisis when this isn’t an exclusive European problem). Fewer migrants, more deaths People in need keep struggling to find their way out of conflict and crisis situations and heading towards Europe through the Mediterranean. According to The New York Times, even though the number of migrants seems to have decreased, the number of deaths hasn’t. El País points out that 2016 has even been the deadliest year of this crisis so far. Regardless ...
Read More

Joana Roque de Pinho

Farmers from southern Guinea-Bissau acting as researchers and photographers was the methodological premise of a collaborative research project led by Joana Roque de Pinho, a postdoctoral researcher at CEI-IUL. This project resulted in a photo exhibit recently held at Osaka University’s School of Foreign Studies, in Japan. Organized in collaboration with the Graduate School of Language and Culture at Osaka University and the Minoh City Office, this photo exhibit is a visual ethnographic output of an FCT-funded research project entitled “Impacts of Climate Change and Conservation: A Study with Participatory Photography in Cantanhez National Park, Guinea-Bissau” (EXPL/IVC-ANT/1709/2012). At the time of this research, Joana was ...
Read More
Survival of the Cutest Charles Darwin once suggested that 'survival of the fittest' was the basis for organic evolution. But when it comes to animal conservation 'survival of the cutest' might be a more apt adage. Why do we spend more money on Pandas than on Rhinos? CEI-IUL researcher Joana Roque de Pinho has been studying the influence of aesthetic appreciation of wildlife species on attitudes towards their conservation. In her research Joana has been focusing on understanding this phenomenon in developing countries. In a study developed in Kenyan Agropastoralist Communities along with other colleagues, Joana has been able to confirm the ...
Read More

Luca Bussotti

Muitos amigos e poucos inimigos A política externa de Moçambique sempre tem havido uma característica peculiar: ter muitos amigos e poucos inimigos. Desde a luta de libertação, a Frelimo tem enveredado esforços neste sentido, geralmente bem sucedidos: além dos países na altura ligados à União Soviética, à China e Cuba, muitos estados ocidentais apoiaram a luta de libertação assim como os primeiros anos da edificação nacional, apesar das diferenças ideológicas: Suécia, Itália, Suíça, França, Bélgica, Países Baixos e muitos outros deram uma ajuda fundamental na altura do marxismo-leninismo em sectores como a educação, a saúde e as infraestruturas. Na virgem para o ...
Read More
O Acordo entre o Governo e a Renamo Desde os finais de Dezembro de 2016, quando Dhlakama declarou de forma unilateral o cessar-fogo depois de cerca de três anos de confrontos militares no centro do país, Moçambique está assistindo a uma linda história. A linda história consiste no facto de as duas partes (o Governo e a Renamo) terem alcançando, embora verbalmente, um acordo sobre as questões principais que foram motivo de tanta discórdia nos últimos anos, nomeadamente descentralização e assuntos militares, que consistem na entrega definitiva das armas por parte da Renamo, e na inserção dos seus quadros no ...
Read More
Uma mentalidade etnocêntrica e racista Vários jornais americanos e europeus - opostos ao sucesso de Trump na corrida à Casa Branca e admirados pelo mesmo sucesso - têm começado a reportar afirmações 'folclóricas' do magnata presidente-eleito sobre África e os Africanos. Afirmações próximas a uma mentalidade etnocêntrica e racista - que provavelmente faz parte do ADN de Trump, mas que aqui gostaria de evitar de comentar, sob o risco de me adicionar, de modo acrítico, ao coro de vozes admiradas e indignadas que se seguiram à eleição do candidato republicano. O que não significa, naturalmente, que simpatizo de forma alguma com Trump, mas não deixo de procurar ...
Read More
Os movimentos sociais e os Estudos Africanos O interesse para com movimentos sociais comprometidos com assuntos colectivos tem sido, nos últimos anos, um dos elementos centrais da reflexão dos “Estudos Africanos.” O mosaico apresenta-se extremamente diversificado, portanto dificilmente susceptível de uma qualquer forma de classificação ou caracterização. Entretanto, as duas tendências que parecem prevalecer são, por um lado, a ocupação dos espaços públicos e das esferas de debate por parte de elites políticas cuja credibilidade está em queda livre e, por outro, a crescente radicalização da oposição contra o “sistema” em algumas áreas fulcrais da África. O exemplo da Nigéria ...
Read More

Luis Fretes Carreras

Macrón ganó las elecciones presidenciales de Francia más “electrizantes” de los últimos tiempos. La posibilidad que Marine Le Pen, sea ungida presidente fue real y contaba con un sólido y creciente respaldo de un electorado cada vez más empobrecido y desempleado. El fenómeno “En Marcha” que encarna Emanuel Macrón fue un verdadero tsunami en el sistema político francés, cuyo resultado aún está por verse pero que sin dudas deja muy maltrecho el sistema de partidos de la V República. Si bien el sistema de partidos francés está en crisis, los problemas no se limitan a este aspecto del sistema político ...
Read More
Luis Fretes Carreras, investigador do CEI-IUL e professor convidado do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, foi convidado de Ricardo Alexandre no programa Visão Global da Antena 1, tendo sido entrevistado a propósito das crises políticas em dois países da América Latina: no Paraguai e na Venezuela. O investigador deu o seu testemunho enquanto ex-embaixador do Paraguai em Portugal, cargo que exerceu entre 2009 e 2014. Oiça a entrevista a Luis Fretes Carreras aqui. Asunción, Paraguay. Photo by Arcadiuš / CC BY 2.0 ...
Read More
The end of "Marea Rosa"? After two decades of seemingly unstoppable advances of different political forces and mainly the leftist leadership, the “Marea Rosa” (Pink tide) has changed its colours and course… to an “uncertain” colour? The political shift in the governments of Argentina and Brazil, between 2015 and 2016, came with the implementation of measures designed to contain social expenditure, promote free market and to abandon the rhetoric alternative to imperialist capitalism. Similar policies were adopted in other Latin-American countries, demonstrating the “viral” effect of the ideological shift of certain governments with particular influence in the region, such as Venezuela, Argentina ...
Read More
Luís Fretes Carreras, investigador do CEI-IUL, foi ouvido pelo Diário de Notícias a propósito da tomada de posse de Donald Trump e da política da nova administração para com a América Latina. Falando do caso concreto do México, Fretes Carreras declarou que "não estranharia que no México, por exemplo, começasse um discurso antiamericano profundo" e que a determinação de Trump em construir um muro na fronteira entre os dois países pudesse "incentivar posições mais favoráveis da população a propostas radicais que venham da esquerda." Ler reportagem completa no Diário de Notícias. Photo by Michael Vadon (Own work) / CC BY-SA 4.0 ...
Read More
Mário Soares morreu a lutar pela vida. Após 25 dias internado nos cuidados intensivos, sucumbiu à inexorável morte que o leva à sua nova morada onde sempre será recordado como "o maior herói da democracia portuguesa". Soares morreu como um digno membro de uma sofredora geração de portugueses que arriscou tudo pela liberdade, se esforçou ao máximo por superar a pobreza, trabalhou para a consolidação da democracia, recuperou a posição geopolítica mundial para a sua pátria e enfrentou as crises económicas e financeiras defendendo a validade da justiça social. É um exemplo para os democratas do mundo. Numa noite de maio ...
Read More
Carlos Puebla escribió pocos días después del triunfo de la revolución cubana en 1959 “Aquí pensaban seguir, jugando a la democracia y el pueblo que en su desgracia se acabara de morir. Y seguir de modo cruel sin cuidarse ni la forma, con el robo como norma… Y en eso llegó Fidel.” El poeta se refería a Cuba, esa isla del Caribe gobernada por una cruel y corrupta dictadura liderada por Fulgencio Batista que oprimía a su pueblo en la pobreza y la ignorancia al mismo tiempo que hacía del país un centro internacional de burdeles y casinos. Y con ...
Read More
No dia 28 de Novembro, o CEI-IUL irá receber o Embaixador da República Argentina em Portugal, Oscar Moscariello, no âmbito do Ciclo de Conferências América Latina Global. O evento terá lugar às 18h, no Auditório 0NE01 (edifício Sedas Nunes, ISCTE-IUL). O tema da conferência será a historia do bicentenário das relações entre Argentina e Portugal. Portugal foi o primeiro país Europeu a reconhecer a independência da República Argentina, em 1821. Neste âmbito nasceu uma relação diplomática sólida e profícua, e que dura há quase 200 anos. Sobre o conferencista Oscar Moscariello é Embaixador extraordinário e plenipotenciário da República Argentina junto da República Portuguesa. É membro consultor do Conselho Argentino ...
Read More
O CEI-IUL organizou um Seminário de Estudos Internacionais dedicado às eleições Presidenciais nos Estados Unidos no dia 4 de Novembro no Auditório 0NE01 (ISCTE-IUL). O Seminário contou com a presença de Jorge Argüello (antigo Embaixador da Argentina nos Estados Unidos) e Luís Nuno Rodrigues (Director, CEI-IUL), e foi moderado por Luís Fretes Carreras (Investigador, CEI-IUL). Sobre o tema O título do Seminário - 'As Eleições Presidenciais de 2016: os Estados Unidos num momento decisivo' - revela a importância do momento que atravessamos e a relevância (a nível nacional, mas também mundial) da escolha que saír deste acto eleitoral. Após vários meses de campanha eleitoral, ...
Read More
A democracia teve origem na Grécia antiga para eleger governantes, definir políticas e leis assim como para legitimar decisões dos governantes. Era uma votação a viva voz ou de braço no ar, realizava-se no espaço público e estava limitada aos cidadãos livres. Como o resultado era incerto, realizavam-se campanhas de promoção para obter o apoio maioritário a uma das opções. Os primeiros testemunhos da prática democrática foram relatados por Ésquilo na tragédia As Suplicantes (423 a.C.) ao dramatizar o mito das Danaides. Nesta história, umas jovens exiladas suplicam a proteção ao rei da cidade-Estado de Argos para evitar casar à ...
Read More
The world is witnessing a period of conflicts that is not limited only to wars. Multiple conflicts because of economic, ethnic, or religious differences are observed. Those conflicts, in turn, are interwoven. Facing this conflict diversity calls for respected agencies and effective leaders that can protect and promote the global pact that is the Universal Declaration of Human Rights. One of the problems that defy the legitimacy of the United Nations is that the responsible entity appointed to ensure global peace and security depends on the permanent members of the Security Council, including China, United States, France, United Kingdom and Russia, ...
Read More

Luís Nuno Rodrigues

No dia 6 de abril de 2017, o Presidente dos Estados Unidos Donald Trump tomou a mais importante decisão em termos de política externa desde que iniciou funções: o ataque aéreo, com recurso a mísseis Tomahawk, a instalaçōes militares sírias em Shayart. A decisão surge na sequência da alegada utilização de armas químicas por parte do regime de Bashar al Assad, na passada terça-feira, 4 de abril, em Khan Sheikhoun no Norte da Síria. O ataque terá causado mais de 70 mortos e centenas feridos e foi denunciado por vários países ocidentais que responsabilizaram directamente o regime sírio pelo sucedido ...
Read More
No Dia Internacional da Mulher 2017, o CEI-IUL associa-se à mensagem difundida por António Guterres, Secretário-Geral das Nações Unidas, ciente de que em todo o mundo os direitos das mulheres são ignorados com demasiada frequência. Conforme se pode ouvir na mensagem, "as mulheres continuam a enfrentar discriminação e violência. Das salas de aulas às salas de reuniões, até aos campos de batalha [...] Não poderemos alcançar nenhum dos nossos objectivos sem a completa participação das mulheres e meninas. Seja a fazer frente às alterações climáticas, seja a promover o desenvolvimento sustentável, ou a prevenir e resolver conflitos". Veja a mensagem completa no ...
Read More
Applications are open for the Master of International Studies at ISCTE-IUL The Master in International Studies at ISCTE-IUL is a flexible interdisciplinary programme that allows students not only to explore different areas and to develop their ambitions, but also to acquire appropriate tools to better understand the fast geopolitical changes that are taking place in the 21st Century. Because internationalization is a priority for ISCTE-IUL, we continuously strive to help international students make the best of their stay in Lisbon. You can share your experience with thousands of other foreign students that study at ISCTE-IUL, while living in one of Europe’s most ...
Read More
Luís Nuno Rodrigues, director do Centro de Estudos Internacionais, foi ouvido pelo jornal Público num trabalho da jornalista Bárbara Reis sobre a história das relações entre os Estados Unidos e Portugal. A propósito da administração Kennedy, Luís Nuno Rodrigues afirmou que Salazar sabia, aquando da eleição de Kennedy, que a política africana dos EUA ira mudar. Porque “essas alterações já se tinham começado a verificar na fase final da administração Eisenhower” e porque, logo a seguir à eleição de Kennedy, o embaixador de Portugal nos EUA, Luís Esteves Fernandes, enviou um telegrama para Lisboa no qual diz que a vitória de Kennedy é o começo dos ...
Read More
Há pouco mais de 200 anos, os Estados Unidos invadiram o Canadá, no decurso da chamada Guerra de 1812, que opôs os americanos aos britânicos. Tratava-se de uma segunda guerra pela independência, através da qual os Estados Unidos procuravam reafirmar a sua autonomia política e económica face à Grã-Bretanha. A invasão do Canadá, então uma colónia britânica, correu mal desde o início e os americanos sofreram pesadas derrotas, permitindo inclusivamente que uma incursão liderada pelo chefe nativo-americano Tecumseh alcançasse a cidade de Detroit, no atual estado do Michigan. Desde 1812 que as relações entre os Estados Unidos e o Canadá ...
Read More
Poucos dias depois da eleição de Donald Trump, um grupo de consagrados historiadores norte-americanos reuniu-se na Universidade de Princeton para efetuar um primeiro balanço da presidência de Barack Obama. Julian Zelizer, um dos anfitriões do encontro, escreveria dias depois no The New York Times que o tom geral era de preocupação e de desalento. O legado de Obama, receiam os historiadores, encontra-se em risco, uma vez que o novo inquilino da Casa Branca parece determinado em reverter grande parte das políticas iniciadas por Obama, tanto a nível interno como a nível externo. É ainda cedo para fazer um balanço daquilo ...
Read More
CEI-IUL is one of the organizers of the International Conference "Aviation: The Impact on Time and Space" to be held on Santa Maria - Azores, September 6th – 10th, 2017. The Call for Papers is now open and there is an April 15 2017 deadline for abstract submission (abstract of 200 words and biographical note of 100 words). The impact of aviation on the 20th and 21st centuries on both time and space has been enormous. From the first adventurers and explorers, through the first legacy companies, the jet age, and now the low cost operators, aviation has tremendously changed concepts of time ...
Read More
A eleição de Donald Trump em novembro de 2016 foi o facto mais surpreendente do ano político internacional. É certo que outros desenvolvimentos se aproximaram dessa duvidosa honra (como o triunfo do Brexit, por exemplo). No entanto, a vitória de Trump é o evento que trará consequências mais decisivas para o mundo nos próximos anos. Como tem sido dito e reafirmado por muitos analistas, a Presidência Trump significará para os Estados Unidos uma mudança significativa na condução da sua política externa. Se é certo que existem alguns elementos de continuidade, nomeadamente em relação a anteriores administrações republicanas, a verdade é ...
Read More
Tendo sido lançado no dia 30 de setembro de 2016, o blog Changing World acompanhou as investigações em curso no CEI-IUL, divulgou alguns dos eventos por nós organizados e permitiu também que os nossos investigadores expressassem as suas opiniões e tecessem os seus comentários sobre os eventos que marcaram o panorama internacional nos últimos três meses do ano. Eis uma lista dos 10 posts mais visto em 2017: "A Outra América" "What does the victory of Donald Trump in US Elections mean for Iran?" "A Morte de Fidel Castro" "Um vislumbre de Cuba através dos seus arquivos" "Everything You Ever Wanted to ...
Read More
CEI-IUL is one of the research units supporting the publication of the Portuguese Journal of Social Science (PJSS), a peer-reviewed cross-disciplinary journal focusing on research about Portuguese society by scholars of any nationality. PJSS started its publication in the year 2002 and is published three times a year. It is available on EBSCO and on b-on. Special dossier The latest issue of the journal features a special dossier on "Political Parties, Citizens and the Economic Crisis: The Evolution of Southern European Democracies", edited by André Freire and Marco Lisi. The dossier includes five different articles focusing on the political impact of the ...
Read More

Magdalena Bialoborska

O documentário “nem meu nem teu… é nosso”, da autoria da investigadora do CEI-IUL Magdalena Bialoborska e do realizador Nilton Medeiros, foi premiado com o Prémio Nacional de Jornalismo do Conselho Superior de Imprensa da República de São Tomé e Príncipe 2016. Os resultados foram anunciados no dia 16 de Dezembro na gala do CSI, que decorreu no Centro Profissional Brasíl - STP, na cidade de São Tomé. O evento foi presidido por Olinto Daio, Ministro da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação de São Tomé e Príncipe. Sobre o documentário premiado “nem meu nem teu… é nosso” é o primeiro de uma ...
Read More
Activisms in Docs #4 15 dez | 18h30, Largo Café Estúdio ‘Umunthu’ & ‘And Still We Rise’ & conversa com Miguel Vale de Almeida (CRIA/ISCTE-IUL) & Rui Garrido (CEI-IUL) Entrada livre UMUNTHU Malawi, 2013, realização Mwiza Nyirenda “Umunthu” é um documentário, na primeira pessoa, sobre o tema controverso da homossexualidade no Malawi. O filme é uma viagem de três jovens – o diretor do filme e dois amigos, cada um com um posicionamento distinto sobre direitos LGBTI. Juntos alugam uma carrinha e atravessam o país, contactando com diversas personagens durante a viagem: um psicólogo, um pastor, um humanista secular, um jornalista, dois ativistas ...
Read More
Activisms in Docs 20 out | 18h30 Largo Café Estúdio 'Neram N'Dok' & conversa Para continuar o debate sobre a temática a ser desenvolvida durante a I Conferência Internacional Ativismos em África, preparámos um festival de cinema documental que decorrerá no LARGO Café Estúdio nos dias 15 de setembro, 20 de outubro, 17 de novembro, e 15 de dezembro de 2016. As quatro sessões serão seguidas por uma boa dose de conversa com pessoas convidadas – realizadores, ativistas, e investigadores. Neram N’Dok A segunda sessão teve lugar no passado dia 20 de outubro e foi dedicada a activismos ambientais. Foi apresentado ...
Read More
Activisms in Doc 15 Set | 18h30 Largo Café Estúdio 'É dreda ser angolano' & conversa com Manuel L. D. Santos Para iniciar o debate sobre a temática a ser desenvolvida durante a I Conferência Internacional Ativismos em África, preparámos um festival de cinema documental que decorrerá no LARGO Café Estúdio nos dias 15 de setembro, 20 de outubro, 17 de novembro, e 15 de dezembro de 2016. As quatro sessões serão seguidas por uma boa dose de conversa com pessoas convidadas – realizadores, ativistas, e investigadores. O documentário escolhido para abrir esta mostra foi realizado há 12 anos, mas ...
Read More

Marcelo Moriconi

Novo assassinato e ataque a jornalistas no México A notícia da semana no continente foi o assassinato do jornalista mexicano Javier Valdez, um conhecido cronista sobre tráfico de droga. Valdez, 50 anos, foi morto a tiro, em plena luz do dia em Culiacán, capital do Estado de Sinaloa, uma das áreas mais violentas do país. Em 2011, o Comité para a Proteção dos Jornalistas agraciou-o pelo seu desempenho com o Prémio Internacional da Liberdade de Imprensa. Valdez é o autor de vários livros que descrevem a cultura e a vida do narcotráfico: Miss Narco, Órfãos do Narco ou Malayerba. Tinha ...
Read More
Venezuela en movilización permanente, a favor y en contra del gobierno bolivariano Esta semana, Venezuela volvió a están presente en todos los medios internacionales debido a la profundización del conflicto entre oposición y oficialismo, y al trágico resultado de las marchas (en contra y a favor del gobierno) del miércoles, en las cuales tres personas murieron. Tras la represión sufrida, los opositores al gobierno bolivariano decidieron optar por mantenerse en las calles en “movilización permanente”. Mientras tanto, el Presidente Nicolás Maduro, quien mantiene su teoría de que está sufriendo un intento de derrocamiento ilegítimo, expresó su deseo de ir a ...
Read More
OCDE: Que paguen lo que más tienen La Organización para la Cooperación y el Desarrollo Económico (OCDE) instó a los países Latinoamericanos a exigir una mayor carga tributaria a los ciudadanos más ricos. La solicitud surge tras informe Estadísticas tributarias en América Latina y el Caribe (1990-2015) presentado el miércoles pasado en Chile. El informe fue realizado conjuntamente por el Centro Interamericano de Administraciones Tributarias (CIAT), la Comisión Económica para América Latina y el Caribe (CEPAL), el BID y la OCDE. Según el informe la región recauda alrededor de 22,8% del PIB, mientras que los países de la OCDE consiguen ...
Read More
O próximo Presidente do Equador vai ser escolhido numa segunda volta Apesar da avultada vantagem, o candidato do oficialismo, Lenin Moreno não conseguiu obter a Presidência na primeira volta das eleições equatorianas. O sucessor de Correia – vice-presidente ate 2013-, e candidato da Aliança PAIS, ficou a médio ponto do triunfo definitivo. Segundo a lei eleitoral do país, para conseguir a Presidência na primeira volta é necessário obter pelo menos 40% dos votos e 10% de diferencia com o segundo. Com 99,2% das mesas escrutinadas, Lenin obteve uma vantagem de 11 pontos, mas com o 39,35% dos votos totais (contra ...
Read More
El Muro se torna real Más allá de que se construya o no una muralla material, el muro entre México y los Estados Unidos ya comienza a funcionar en términos prácticos y agresivos. Si hasta la asunción del nuevo Presidente de los Estados Unidos, Donald Trump, el conflicto se mantuvo en términos económico y diversas empresas anunciaron que no invertirían en México, una vez que la nueva administración comenzó sus funciones, los problemas de trasladan al ámbito político. La decisión de Trump de iniciar la construcción del muro en la frontera entre ambos países desencadenó serias tensiones diplomáticas en la ...
Read More
La trama corrupta de Odebrecht La noticia con más repercusión de la semana estuvo vinculada, nuevamente, con la corrupción, que pareciera formar parte estructural de la materialización de los estados de la región de América Latina. La constructora brasilera Odebrecht y la petroquímica del grupo mismo grupo empresarial, Braskem, pagaron alrededor de 788 millones de dólares en sobornos para conseguir más de 100 proyectos en Angola, Argentina, Brasil, Colombia, República Dominicana, Ecuador, Guatemala, México, Mozambique, Panamá, Perú, y Venezuela. La información fue difundida por el Tribunal del Distrito Occidental de Nueva York, tras el compromiso de la empresa de pagar ...
Read More
A morte de Fidel Castro e as incertezas sobre o futuro de Cuba A morte do líder da Revolução, Fidel Castro, uma semana atrás, ocupou um grande espaço na imprensa continental e mundial. A ilha permanecerá de luto durante 9 dias, durante os quais se irão realizar diferentes homenagens. O corpo de Castro percorrerá todo o país, desde Havana até Santiago, onde será enterrado a 4 de dezembro. O falecimento do líder gerou diversas opiniões: enquanto alguns festejaram a morte de um ditador, muitos outros lamentaram o falecimento de um revolucionário que inspirou diversas gerações. Entre os mais críticos, Donald Trump recorreu ao seu léxico brutal para ...
Read More
XXV Cimeira Ibero-americana na Colômbia Entre os dias 28 e 29 de Outubro desenvolveu-se a XXV Cimeira Ibero-americana, realizada em Cartagena das Índias, Colômbia. Foi um dos encontros mais politizados dos últimos anos devido à complexa conjuntura política da região, que nos últimos meses viveu um impeachment no Brasil, um referendo pelo processo de paz no país organizador e uma crise na Venezuela. Um dos pontos de maior destaque foi a ausência do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, que tinha anunciado que estaria presente no evento. A Ministra dos Negócios Estrangeiros, Delcy Rodríguez, foi encarregada de representar o país Caribenho. O Presidente do Equador, Rafael Correa, expressou a sua "rejeição categórica" dos ...
Read More
In September 2016, Lisbon welcomed the 11th European Conference on Gambling Studies and Policy Issues. The Conference - organised by the European Association for the Study of Gambling - counted with the presence of CEI-IUL researcher Marcelo Moriconi. Moriconi participated in the pre-conference workshop on match-fixing with a presentation intitled "What is wrong in match-fixing prevention narratives?" The presentation - available here - was based on Moriconi's article intitled "The official football match-fixing prevention discourse as a cognitive limitation (the cases of Iberian countries)" published in Soccer & Society, an international peer-reviewed scientific journal. According to Moriconi, recently several reports have been published and official prevention campaigns have ...
Read More
Paz en Colombia El 26 de septiembre el presidente de Colombia, Juan Manuel Santos, y el líder de las Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia-Ejército del Pueblo (FARC-EP), Rodrigo Londoño 'Timochenko', firmaron el proceso de paz con el que se pretende acabar con un conflicto bélico de más de 50 años. El próximo 2 de octubre, los ciudadanos deberán decidir si ratifican o no el acuerdo en una consulta popular que mantiene en vilo a todo el continente. Los grandes medios del mundo consideraron positivo el acuerdo y se mostraron a favor de su ratificación el próximo domingo. Doce líderes de la región participaron del ...
Read More

Marta Patrício

O pluralismo jurídico em Mossurize A minha dissertação de Doutoramento intitula-se “Dinâmicas do Pluralismo Jurídico em Moçambique – estudo de caso do distrito de Mossurize”. O meu objecto de estudo é o pluralismo jurídico em Mossurize, que analiso através de um estudo de caso para compreender de que forma as populações deste distrito percepcionam a justiça, de que modo a pluralidade existente influencia essas representações e significados, e quais as práticas que os actores locais reproduzem em situações de resolução de conflitos. Sobre Mossurize Mossurize é um distrito rural de Moçambique que se localiza no centro do país, a sul ...
Read More

Mojana Vargas

No próximo dia 24 de maio, às 18h, no Auditório Mário Murteira (edifício Sedas Nunes) do ISCTE-IUL, terá lugar mais um seminário "Pensar África", desta vez sobre o tema "África em Portugal: Presença e (In)visibilidade". A entrada é livre. Sobre o seminário 25 de maio é o Dia de África, data da fundação da então Organização da Unidade Africana e posteriormente instituída para celebrar a luta dos povos africanos por liberdade, soberania e desenvolvimento. Trata-se também de um momento especial de reflexão sobre o lugar da África e dos africanos no mundo. Seguindo essa lógica, a sessão de maio do “Pensar África ...
Read More
Nesta quarta-feira, dia 7 de dezembro, o CEI-IUL irá promover o evento “Produção e reprodução da diferença social: contextos.” Estruturado na forma de workshop, trata-se de um espaço dedicado à reflexão sobre os processos de produção e reprodução das distinções que são parte de todos os agrupamentos humanos, servindo como elementos de organização e delimitação das funções de cada indivíduo no grupo. A partir de contextos regionais e sociais específicos, serão abordados alguns dos elementos fundamentais de estratificação social em cada um desses espaços. O evento terá lugar às 16 horas no Auditório C1.03 (Edifício 2, ISCTE-IUL). Sobre o workshop Este workshop ...
Read More
No dia 19 de outubro o CEI-IUL organizou uma mesa redonda intitulada “Os 30 anos da Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos.” Este evento foi organizado em estreita colaboração com o Doutoramento em Estudos Africanos para celebrar os 30 anos da entrada em vigor da Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos (CADHP) cuja efeméride se celebra a 21 de outubro. Este dia ficou consagrado como “Dia Africano dos Direitos Humanos.” Com a exceção do Sudão do Sul, todos os Estados-membros da União Africana ratificaram este tratado internacional. Qual a importância da Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos ...
Read More
No dia 14 de setembro de 2016 o CEI-IUL realizou o Workshop Ativismos em África: Métodos e Casos. O evento deu continuidade ao Workshop “Os ativismos em debate nos Estudos Africanos”, realizado no mês de maio, com o objetivo de estabelecer o estado da arte dos movimentos de ativismo no continente africano e inserir a temática no contexto da área de Estudos Africanos. Ativismo angolano e o processo dos 17 Esta edição deu mais um passo, discutindo pesquisas realizadas sobre casos específicos. Nesta edição, contámos com a colaboração da Professora Susan de Oliveira, da Universidade Federal de Santa Catarina (Brasil). Na sua apresentação, ...
Read More

Mónica Canário

Desde Domingo que a Europa respira de alívio. Emmanuel Macron é o novo presidente de França, tendo derrotado a líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, com uma percentagem de 66,10%. Ainda assim, a grande vencedora da noite foi a abstenção: mais de 25% dos quarenta e sete milhões de eleitores não votou. Trata-se do maior resultado obtido numa segunda volta de eleições presidenciais desde 1969. Os jornais europeus e norte-americanos viveram esta eleição com alguma apreensão e o resultado foi este: PORTUGAL António Costa escreveu no seu Twitter uma mensagem de apoio ao novo presidente francês, referindo que confia que ...
Read More
No passado dia 23 de Abril, a Arábia Saudita foi eleita para a Comissão do Estatuto das Mulheres da ONU (Commission on the Status of Women ou CSW) para o mandato entre 2018 e 2022. A CSW, estabelecida pelo Conselho Económico e Social da ONU através da resolução 11(II) de 21 de Junho de 1946, é o principal organismo intergovernamental exclusivamente dedicado à promoção da igualdade de género e ao empowerment de mulheres, sendo que o seu trabalho documenta a realidade da vida de milhões de mulheres em todo o mundo. A notícia até podia ter passado despercebida nos media, não fosse o caso ...
Read More
A 25 de Março de 1957, no Palazzo dei Conservatori, a Bélgica, a França, a Holanda, a Itália, o Luxemburgo e a República Federal da Alemanha assinavam o Tratado de Roma, que estabeleceu a Comunidade Económica Europeia (CEE) que, mais tarde, culminou na actual União Europeia (UE). No seu texto, o Tratado pretendia instituir a CEE e a Comunidade Europeia da Energia Atómica (Euratom), assim como aprofundar a integração europeia, passando a abranger a cooperação económica. Quando analisamos o Tratado de Roma por tópicos, reparamos que a palavra mulher é referida apenas uma vez, no seguimento do artigo 119º, assegurando que homens ...
Read More
Um ataque na ponte de Westminster,  junto ao Parlamento britânico, fez esta tarde pelo menos 5 mortos (entre os quais o atacante) e cerca de 40 feridos. De acordo com o The Guardian, o atacante conduziu um veículo contra as pessoas que se encontravam no local, conhecido por ser popular entre os turistas e fazer a ligação entre o Big Ben e o London Eye, e tinha intenção de entrar na Câmara dos Comuns quando foi interceptado por um polícia. Durante o confronto, o polícia foi esfaqueado e nem as manobras de reanimação de Tobias Ellwood, vice-ministro britânico para a Commonwealth, Médio ...
Read More
O CEI-IUL estabeleceu recentemente uma parceria com a iniciativa da Organização das Nações Unidas para a igualdade de género - o HeforShe. Partilhamos o princípio de que os direitos das mulheres são direitos humanos e consideramos que a Universidade devemos assumir como parte integrante da nossa missão o estudo e a defesa destes mesmos direitos. O CEI-IUL desde sempre se debruçou sobre esta problemática e se preocupou, também, em estabelecer pontes e associações com a sociedade civil e com grupos de activistas que pugnam por estes e outros direitos humanos em pleno século XXI. Deste modo, no âmbito da parceria ...
Read More
Paula Cosme Pinto, autora do blogue "A vida de saltos altos" no jornal Expresso, é a mais recente personalidade a juntar-se ao movimento HeForShe em Portugal, projecto do qual o Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL) é parceiro. Na sua crónica "Um Homem Não Chora (E Outros Sexismos)", Paula apresenta o HeForShe Portugal como uma lufada de ar fresco na luta pela igualdade de género, congratulando o esforço da equipa pelo trabalho até agora desenvolvido, apresentando ainda o lançamento oficial do movimento - o ArtsDay -, que acontecerá dia 11 de Março de 2017, no Museu Paula Rego - Casa das ...
Read More
Martin Luther King (MLK) é uma referência e uma inspiração para quem estuda direitos humanos e movimentos cívicos. Nascido em Janeiro de 1929 na cidade de Atlanta (EUA), é conhecido pela sua determinação e convicção, por ter sido o líder do Movimento de Direitos Cívicos dos anos 1950 e 1960 e pelo discurso “I Have a Dream”. King era um activista político, com crenças religiosas muito convictas. Tendo participado em inúmeros protestos e manifestações, apelava à desordem pacífica, acreditava que a diplomacia era a melhor forma de se ultrapassarem os problemas e de se encontrarem soluções e acabou por ser galardoado ...
Read More
Uma Guerra Aberta Contra o Clima Parece que já pertence a uma outra época, mas regressemos ao mandato de Barack Obama enquanto 44º Presidente dos Estados Unidos. Três dias antes da tomada de posse de Donald Trump, Obama tomou uma decisão para garantir o futuro do Acordo de Paris: transferiu 500 milhões de dólares para o Green Climate Fund da ONU. Os EUA acordaram, em Dezembro de 2015, doar a este fundo três mil milhões de dólares. Barack Obama já tinha doado 500 milhões de dólares em Março de 2016. Desde que iniciou a sua campanha eleitoral para chegar à ...
Read More
O novo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a sua administração chegaram à Casa Branca há pouco mais de uma semana para serem recebidos por uma onda de protestos e indignação devido às executive orders que Trump entretanto assinou. Depois de no dia 21 de Janeiro quase três milhões de pessoas terem participado em marchas organizadas em diversas cidades norte-americanas para reclamar igualdade de direitos entre homens, mulheres, comunidade LGBTQ e minorias religiosas, a sociedade civil norte-americana não desistiu de fazer frente ao homem que está no cargo mais importante do país e tem demonstrado que está pronta para manter esta atitude. A ...
Read More
January 21, 2017. According to The New York Times, “women gave a march and the whole country showed up”. More than 500,000 women and men marched yesterday in Washington D.C. defending the central message of the Women's March movement: women's rights are human rights. The organisers were also sending a bold message to the new Trump administration and against misogynism, sexism, and prejudice that were part of Donald Trump’ speeches during the last electoral campaign. For those who could not go to the US capital, there were several of US cities organizing sister marches to ask for human rights protection (see here some strong photos of ...
Read More

Nuno Lemos Pires

Não nos podemos habituar. Não nos podemos intimidar. Não podemos aceitar. Não podemos considerar como mais um ataque. É, e continuará a ser, uma barbaridade inaceitável. Contra jovens e crianças é um ataque contra o futuro, não só dos Britânicos, os nossos mais antigos aliados, como do nosso próprio futuro. Não sei, à hora que escrevo, quem o fez, porque o fez e quem instigou. Mas tenho a certeza de quem está muito satisfeito com mais esta barbaridade: o Daesh. Na sua última revista mensal de propaganda, a Rumiyah (ou Roma) nº 9, publicada em 5 deste mês, a narrativa ...
Read More
Dos ataques evitados... Nas últimas semanas houve notícias de vários atentados evitados. Três detidos na Alemanha, dois em França, para além do atentado executado em Paris dois dias antes das eleições, oito e mais dois em Espanha (aqui e aqui), quatro no Reino Unido. Ainda bem, assim se mostra a eficácia das ações preventivas que têm evitado inúmeros ataques na Europa. Mas mostra também que há, que permanece, e que continuará a haver, a intenção de efetuar ataques em solo Europeu nos próximos tempos. Quase sempre, a seguir aos atentados efetivos, há uma verdadeira “corrida” às motivações dos que os ...
Read More
O lançamento no Afeganistão da bomba não-nuclear mais potente, apelidada como "a mãe de todas as bombas" insere-se na estratégia dos Estados Unidos de limitar e impedir a liberdade de movimentos do grupo extremista Estado Islâmico. A opinião é do Coronel Lemos Pires, do Exército Português, que entende que esta ação dos Estados Unidos da América (EUA) é uma resposta "ao espraiamento" dos afiliados do Estado Islâmico (EI) e da Al-Quaida, nomeadamente para o Paquistão, Índia ou Bangladesh. "Tinha de haver aqui um sinal muito claro de interromper os movimentos crescentes das bases territoriais que entretanto os grupos tinham ganho ...
Read More
Fomos sacudidos nos últimos dez dias (escrevo a 28 de março) por ataques na Europa. Um em Paris, um em Londres, um evitado em Antuérpia. O mundo parou. Parou o Aeroporto de Orly e todos os noticiários internacionais, parou o Parlamento e o Governo do Reino Unido e todos os noticiários internacionais e, enquanto se lembrava um ano sobre os atentados em Bruxelas, alertou-se, por breves momentos, de um atentado evitado em Antuérpia. Discutiu-se logo, como ainda continua, sobre o grau de radicalização dos atacantes, as possíveis ligações internas, as influências recebidas pela internet e se tinham, ou não, ligações ...
Read More
O Coronel Nuno Lemos Pires, investigador do CEI-IUL e professor na Academia Militar, foi convidado do programa Visão Global, na Antena 1 , no dia em que se assinalou um ano dos atentados em Bruxelas, para falar sobre o terrorismo moderno. Lemos Pires começa por referir que é um erro a confusão que a maioria das pessoas faz entre quem é jihadista e quem é muçulmano, uma vez que o Islão e grande parte dos seus praticantes não se revê nesta minoria radical. Para ouvir a intervenção de Nuno Lemos Pires na integra: Intervenção do investigador do CEI-IUL, Nuno Lemos Pires Para ...
Read More
Em Dezembro do ano passado, alertei sobre a reconquista de Palmira por parte do Daesh. No dia 2 de Março de 2017, quase um ano depois de o terem feito pela primeira vez, as forças governamentais sírias, apoiadas pela Rússia, anunciaram a reconquista da cidade património mundial. Será desta? A destruição de património da UNESCO como arma de guerra Entretanto, mais património histórico foi destruído, barbaramente danificado e com a agravante de que foram deixadas para trás, por parte das forças do Daesh, várias zonas armadilhadas que podem provocar mais morte e destruição. Embora pareça evidente que o Daesh será derrotado ...
Read More
Praticamente desde a segunda metade do século XX que não se assistem a declarações de guerra entre Estados, embora os conflitos e as guerras, como se sabe, tenham ocorrido em variadíssimas regiões do planeta. Há inúmeras formas de explicar este fenómeno, mas optamos pela expressiva lição do General Cabral Couto (COUTO, Abel Cabral, Elementos de Estratégia, Vol. I; IAEM, Lisboa, 1988), uma das mais importantes referências para quem estuda Estratégia, quando classifica os interesses dos Estados em 'Vitais, Importantes e Secundários' aduzindo, para cada um deles, o grau de comprometimento de uma Nação: pelos Vitais morre-se, pelos Importantes combate-se e ...
Read More
'Climate Wars' is, unfortunately, a well-known expression. Harald Welzer or Gwynne Dyer have made it clear, evident, a theme for many discussions and, as they say, “Climate Changes can cause War”.  I have written before about this and how climate changes are fueling conflicts, poverty, migrations and, even, war (I recommend the new book from Thomas Friedman “Thank you for being late”). Let’s face it, excluding a few (very few) skeptics, “Planet, we have a Problem!”. First, we must try to stop or, at the very least, to slow down, as much as possible, the effects of climate change Paris or Kyoto ...
Read More
O Daesh, para surpresa de muitos, avançou de novo sobre Palmira no passado dia 10 de Dezembro. Será possível que o Daesh, de quem se afirma que já perdeu, nos últimos dois anos, mais de 50.000 combatentes, ainda consiga reconquistar importantes cidades e regiões? Provavelmente não, mas quer-nos fazer acreditar que sim. É que para entender a estratégia definida e a finalidade da ação estratégica não basta uma leitura de simples 'wishful thinking'. Vale a pena relembrar a conquista e reconquista de Ramadi entre 2014 e 2016. Ramadi ocorreu quando ocorria Fallujah. Tal como a primeira tentativa de conquista de Mossul ...
Read More
A captura de um terrorista que vivia, ocasionalmente desde 2014, em Gafanha da Nazaré, demonstrou, mais uma vez, que os objetivos locais e regionais são, quase sempre, de ambições de amplitude global. Nestes casos de terrorismo de inspiração jiadista radical, raramente existem ações, planeadas e/ou executadas, exclusivamente de âmbito local. Só quando analisamos a problemática de uma forma global, na sua verdadeira dimensão e intensidade, podemos perceber a grandeza de uma ameaça que está muito longe de estar afastada. Os Estados Unidos avisam os seus cidadãos do risco de mais ataques na Europa e estendem este prazo até fevereiro de 2017 ...
Read More

Pedro Seabra

Research niches in regional studies are increasingly harder to come by. But one issue where the jury is still out, concerns the case of the Zone of Peace and Cooperation in the South Atlantic (ZOPACAS, in its Portuguese acronym). Seeking to fill an evident literature gap, an article that I recently co-authored with Adriana Erthal Abdenur and Frank Mattheis in the Cambridge Review of International Affairs (online first) aims to set the record straight over what ZOPACAS is and is not, who really brought it back into the international spotlight in 2007, and what it can and cannot eventually accomplish ...
Read More
Frequent attempts to map the state of the art of International Relations (IR) research are usually dealt with recurrent, if legitimate, criticism. Such criticism claims that they fail to overcome what is often described as overwhelming Western conceptualizations and analytical tools. Embedded in this argument is the claim that the specificities of Southern regions are not taken sufficiently into account. Do these regions have something to add of their own making to the debate? The question has already been asked and answered before with regard to Africa, for instance. But 2016 has also come to witness an impressive number of ...
Read More
Current convulsions in Brazil The impact of changing political cycles on long-term governmental planning and execution is often difficult to assess right up front. In the case of Brazil, however, the current convulsions at the higher echelons of power – including a haunting combination of economic recession, all-encompassing corruption scandals, and a discredited political elite – are beginning to take their toll on previous policies and strategies, that had been meticulously laid out in the years prior. Even though detailed evaluations are still hard to come by, some not-so subtle changes are already taking place in key sub-areas. This may very well ...
Read More

Renato Carmo

'America first' representa a intensificação da polarização interna entre o povo americano e uma determinada elite da administração pública que, supostamente, não faz parte do povo.  As primeiras semanas da presidência de Trump demonstram que a sua agenda protecionista, nacionalista, anti-imigração e antidemocrática é para levar a sério. E, por isso, não deve haver condescendências sobre uma suposta normalização que aclamaria o ímpeto radical do novo Presidente. Pelo contrário, os primeiros decretos aprovados pela Casa Branca expressam uma resposta muito clara em relação às aspirações do eleitorado que elegeu Trump. Este sabe que para ter margem para governar e implementar ...
Read More

Ricardo Alexandre

Ricardo Alexandre, research assistant at CEI-IUL and International news editor at RTP, interviewed Russian writer and political activist (and former World Chess Champion) Garry Kasparov, about the negative consequences of Putin's agressive foreign policy. Watch the interview (in English) on RTP Notícias. Garry Kasparov, Photo by David.Monniaux / CC BY-SA 3.0 ...
Read More
Ricardo Alexandre, journalist and research assistant at CEI-IUL, interviewed Robert Sherman, USA ambassador to the Portuguese Government, about the presidential elections in the United States, in the context of the Antena 1 radio show 'Visão Global'. Listen to the original interview (in English) here: Ricardo Alexandre, jornalista e assistente de investigação no CEI-IUL, entrevistou Robert Sherman, embaixador dos EUA junto do Governo Português, a propósito das eleições presidenciais nos Estados Unidos, no âmbito do programa 'Visão Global' da Antena 1. Ouça a entrevista dobrada (em Português) aqui: The White House, Photo by Arend / CC BY 2.0 ...
Read More
Dez anos com um trabalho de elevada complexidade e reconhecida capacidade à frente do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e, no último ano, uma campanha extremamente eficaz do próprio candidato (que, recorde-se, visitou todos os 15 países que estão nesta altura no Conselho de Segurança (CS) e mais alguns com influência global, regional ou mais diretamente sobre os que estão no Conselho) e da diplomacia portuguesa (em Lisboa com a equipa do MNE, que incluiu o antigo assessor diplomático de Guterres, o Embaixador José Freitas Ferraz; mas também, e de um modo crucial, pela Missão Permanente de Portugal ...
Read More
Ricardo Alexandre, investigador do CEI e editor de Internacional da RTP escreve sobre os acontecimentos do fim-de-semana na Colômbia, defendendo a renegociação do acordo de paz e a mediação de Cuba em todo o processo. Ler mais em RTP Notícias. Photo by Ministerio TIC Colombia / CC BY 2.0 ...
Read More

Ricardo Falcão

Hissène Habre, confirmada a prisão perpétua… O antigo ditador do Chade, Hissène Habré, perdeu esta semana o recurso apresentado ao tribunal especial criado pela União Africana, em acordo com o Senegal, o Chambre Africaines Extraordinaires. Habré tinha sido condenado a 30 de Maio de 2016 por crimes contra a humanidade, em Dakar. A viver no Senegal desde 1990, quando aí se refugiou, foi apenas em 2013 que foi preso. Este tribunal foi criado como uma jurisdição especial, na sequência de uma queixa por parte do antigo ditador sobre o princípio de não-retroatividade das acusações. O acordo entre a UA e ...
Read More
Foi editado e está disponível online, o guia académico multisetorial sobre o Corte/Mutilação Genital  Feminina. Este Manual, cujo objetivo é o acompanhamento das formações dadas no quadro do projeto, foi construído em parceria por um conjunto de académicos de várias áreas, todos a trabalhar sobre a mutilação genital feminina ou em áreas paralelas igualmente importantes no âmbito da produção de conhecimento sobre esta prática. Reunindo a experiência de pessoas e sendo informado também pelas diferentes áreas de investigação, o Guia reúne um conjunto de perspetivas distintas, e até por vezes concorrentes, sobre o C/MGF. Não é um todo homogéneo, porque ...
Read More
FESPACO Começou esta semana a 25ª Edição do Festival de cinema FESPACO, em Ougadougou, Burkina Faso. Estarão em competição mais de 150 filmes ao longo dos oito dias do festival, até ao dia 4 de Março. A edição deste ano tem como convidado especial a Costa do Marfim, país fortemente representado. Criado em 1969, o festival é uma montra para os mais diversos assuntos sociais, sendo que este ano alguma expetativa se criou em torno de uma cada vez mais forte representação das mulheres no cinema africano. A importância crescente do festival fica patente no número elevado de submissões, que ...
Read More
O Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL estará presente na 7ª Conferência Europeia de Estudos Africanos (ECAS 2017). Uma das linhas de investigação que vem sendo desenvolvida  no CEI-IUL está ligada aos direitos humanos, saúde e activismos em África.  Nesse sentido, os investigadores Ricardo Falcão e Clara Carvalho, lançaram uma proposta para um painel nesta Conferência onde se pudesse debater os «direitos sexuais e reprodutivos». À proposta acorreram vários investigadores a trabalhar em diferentes áreas como a «mutilação genital feminina»; a «prevenção do HIV»; os «direitos LGBT»; os «direitos associativos» em torno do «aborto» e da «homossexualidade» e «MGF»; o «planeamento ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Ricardo Falcão foi convidado no programa Bem-Vindos, da RTP África, para falar sobre a Mutilação Genital Feminina, um dos maiores flagelos do continente africano. Cerca de 200 milhões de mulheres são afectadas por esta prática ritual em países como a Guiné-Bissau, o Mali e o Senegal. Falcão é um dos investigadores do projecto 'Multisectoral Academic Programme to Prevent and Combat Female Genital Mutilation/Cutting' que tem como objectivo sensibilizar, conhecer e qualificar os futuros profissionais em contacto com as eventuais vítimas da MGF na União Europeia. O CEI-IUL é uma das instituições parceiras deste projecto inovador. A entrevista completa ...
Read More
A União Africana em destaque Esta semana as notícias em África ficam marcadas pelas mudanças na União Africana. Na 28ª Cimeira da União Africana, intitulada “Harnessing the Demographic Dividend through Investment in Youth”, realizada entre 22 e 31 de Janeiro, os países africanos levaram a cabo várias e importantes mudanças na organização. A primeira foi a reentrada de Marrocos na União Africana, apesar das reservas da Argélia e África do Sul. O regresso de Marrocos, que abandonara a organização em 1984 em protesto contra a admissão da República Árabe Sahraoui Democrática (RASD) foi saudada tanto pelo presidente cessante Idriss Déby ...
Read More
Esta cronologia da crise eleitoral na República da Gâmbia é um pequeno esforço de mapeamento das posições que os diversos actores foram tomando desde o momento das eleições. Entre esses actores encontraremos figuras e organizações da política local, regional e internacional. Não deve ser encarada como exaustiva, e sim como incompleta; no entanto, ressaltam-se desta visão de conjunto algumas tendências que podem fornecer pistas interpretativas, que exemplifico com alguns exemplos imediatamente abaixo, antes da cronologia propriamente dita. Todas as entradas da cronologia são acompanhadas de links para referências dos media que acompanharam a situação, dos quais se destacam o trabalho ...
Read More
Continua a indefinição na Gâmbia, à espera do dia 19 de Janeiro O último movimento no xadrez em que se tornou a situação política da Gâmbia foi a declaração do general Ousmane Badjie, de total apoio a Yahya Jammeh. Esta declaração contraria as notícias “intox” que circularam há pouco mais de uma semana em que o general teria “agarrado” o poder. Depois de no dia 1 de Dezembro Yahya Jammeh ter feito uma surpreendente declaração de derrota no último processo eleitoral, a 8 de Dezembro, o presidente-ditador cessante protagonizou mais uma vez um golpe de teatro dando o dito por não dito e recusando o resultado ...
Read More
A criminalidade urbana violenta na Costa do Marfim: os microbes Os grupos de microbes continuam a dar que falar na Costa do Marfim. Esta semana um grupo de cinquenta jovens armados de machettes e outras armas brancas tomou de assalto o bairro de Cocody, em Abidjan. Esta é uma forma de criminalidade urbana que é relativamente recente no país, em que grupos de jovens adolescentes agridem e assaltam as populações de uma forma particularmente violenta, havendo mesmo casos de mortes a que se seguem represálias. O termo microbes será supostamente inspirado no filme Cidade de Deus de Fernando Meirelles. Apesar de ...
Read More
Um pouco por todo o mundo a notícia do reconhecimento da derrota eleitoral de Yahya Jammeh, contra o candidato da coligação da oposição Adama Barrow, foi registada com surpresa. Tendo pautado o seu “reinado” pela excentricidade sempre presente – da qual a pretensa capacidade de cura do VIH é apenas um exemplo relativamente inofensivo -  na hora da derrota, não poderia deixar a teatralidade que o caracterizou, sendo a ligação telefónica entre Jammeh e Barrow mostrada na televisão nacional em directo. A notícia foi bem recebida mas, ao mesmo tempo, um pouco por todo lado revelou-se também inesperada, face ao ...
Read More

Riccardo Marchi

Na polémica com Jaime Nogueira Pinto, a comunicação social pôs toda a extrema-direita “no mesmo saco”. Na verdade, é possível caracterizar pelo menos quatro tendências do nacionalismo contemporâneo português. O affair Jaime Nogueira Pinto – Universidade Nova envolveu vários sujeitos nacionalistas: a Nova Portugalidade (NP), organizadora do evento de 7 de Março, os identitários que, no próprio dia, contestaram a Associação Académica na FCSH, o Partido Nacional Renovador (PNR), que convocou uma manifestação à porta da Universidade para 21 de Março. Na polémica, a comunicação social e as redes sociais demonstraram alguma dificuldade compreensível em diferenciar grupos nas margens da ...
Read More
O recente colóquio organizado pelo Núcleo de Estudantes de Ciência Política do ISCTE-IUL foi uma oportunidade de reflexão sobre a alegada ameaça dos populismos de direita (PDD) à democracia liberal no Ocidente. Em particular, algumas considerações empíricas resultam particularmente úteis para problematizar a ideia da perigosidade desses sujeitos políticos para os sistemas políticos actuais. O caso de Itália Em primeiro lugar, a constatação da existência, há pelo menos 25 anos, de PDD relevantes permite avaliar algumas performances de sujeitos políticos destacados e não ceder à incerteza total (“o que vem ai?”) perante o crescendo populista na recente crise económica global. Nesse ...
Read More
A 20 de Janeiro realizou-se, em Koblenz (Alemanha), uma reunião de líderes populistas europeus para preparar o ano de 2017 na esteira do que Marine Le Pen chamou o ano do despertar do mundo anglo-saxónico: 2016 com o Brexit do Reino Unido e a eleição de Donald Trump à presidência dos EUA. A atenção ao mundo anglo-saxónico por parte das direitas europeias mais duras não é de todo uma novidade Ao longo do segundo pós-guerra várias foram as figuras que estimularam o imaginário desses meios políticos continentais. Em particular, os hard-liners entre os liberais e os conservadores europeus olharam com ...
Read More
A derrota do candidato da Freiheitliche Partei Österreichs (FPÖ), Norbert Hofer, nas presidenciais austríacas de 4 de Dezembro de 2016, é apresentada pela comunicação social como uma travagem à investida da extrema-direita no Ocidente. Uma travagem importante pelo significado que lhe tinha sido atribuído após o Brexit britânico (Junho de 2016), a vitória de Trump nas presidenciais norte-americanas (Novembro de 2016) e perante as espectativas positivas do Front National de Marine Le Pen nas presidenciais francesas (Abril-Maio de 2017) e da Alternative für Deutschland de Frauke Petri nas legislativas alemãs (Setembro 2017). Persiste, contudo, o alerta sobre Viena pela esperada ...
Read More
Ricardo Marchi, investigador do CEI-IUL, foi entrevistado pelo jornal Público a propósito do potencial crescimento da extrema-direita em Portugal. Marchi argumenta que o Partido Nacional Renovador (PNR) tem uma expressão eleitoral reduzida. Segundo o investigador, esta parca expressão pode ser explicada pelo discurso anti-imigração e anti-islâmico que enfatiza a diferença - um discurso desadequado à realidade Portuguesa e que "tem escassas possibilidades de atrair militantes e eleitores num país que não vive as emergências ligadas ao multi-culturalismo.” Ler o artigo do Público na íntegra. Manifestação de solidariedade com imigrantes em Portugal, Photo by Solidariedade Imigrante ...
Read More
Riccardo Marchi (2016), “The Nouvelle Droite in Portugal: a new strategy for the radical right in the transition from authoritarianism to democracy”, Patterns of Prejudice, 50(3): 232-252 Perante o surgimento cíclico de novos partidos, movimentos e propostas intelectuais no espectro político genericamente definido como extrema-direita, a comunidade científica interroga-se, há vários anos, sobre o efeito da circulação transnacional de ideias e práticas radicais. O debate é frequentemente acompanhado por apelos à vigilância, lançados por cientistas sociais sensíveis à vertente aplicativa das suas investigações e, em particular, à tradução dessas em políticas públicas de contraste à difusão do radicalismo de direita ...
Read More
As recentes eleições para o parlamento regional do Land de Berlim (19 de Setembro de 2016) confirmaram o crescimento do populismo de direita também na Alemanha. Os 14% dos votos ganhos pela Alternative für Deutschland (AfD) no bastião da esquerda liberal corrobora a dinâmica positiva preanunciada pelos resultados na Saxónia-Anhalt (24% em Março de 2016) e no Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental (20,8% em Setembro de 2016). Uma 'Alternativa para a Alemanha'? Surgida apenas em 2013, a AfD está a demonstrar uma forte capacidade de atracção junto do eleitorado de direita, desiludido com a chanceler Angela Merkel (CDU), principalmente na gestão da crise ...
Read More

Rui Garrido

Vai ter lugar nos próximos dias 11 a 13 de janeiro, no ISCTE-IUL, a 1ª Conferência Internacional “Ativismos em África”. Esta conferência é acolhida pelo Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL) e organizada por uma comissão composta por doutorandos e docentes do Doutoramento em Estudos Africanos e investigadores de outras instituições nacionais e internacionais (Portugal, Guiné-Bissau, Suécia). Este é um evento inédito na Academia portuguesa, mas que também não encontra outro evento da mesma natureza no panorama científico Lusófono, como no espaço Europeu. Na sua ideia primordial, este evento foi desenhado para discutir os movimentos de ativismo no continente africano nas ...
Read More
No passado dia 9 de dezembro, a Escola de Direito da Universidade do Minho (EDUM) comemorou o Dia Internacional dos Direitos Humanos com uma conferência internacional dedicada à temática da “Proteção dos Direitos Humanos face à Criminalidade Económica Globalizada”. O evento teve ainda outro propósito muito nobre, o lançamento de uma edição comemorativa dos 10 anos do Mestrado em Direitos Humanos (MDH). A obra intitulada “Temas de Investigação em Direitos Humanos para o Século XXI”, foi organizada pela Prof.ª Dr.ª Patrícia Jerónimo, atual diretora do MDH, e editada pelo 'Direitos Humanos – Centro de Investigação Interdisciplinar'. Recolhe o contributo de ...
Read More
O CEI-IUL organiza, em parceria com o Mestrado e Doutoramento em Estudos Africanos do ISCTE-IUL, mais um 'Pensar África – Seminário Permanente de Estudos Africanos' intitulado "Os processos de democratização dos PALOP no pós-Guerra Fria." Dinamizado pela investigadora da Universidade de Brasília e do ICS-UL, Thaís Queiroz, o evento terá lugar no próximo dia 12 de dezembro de 2016 às 18h, no Auditório Mário Murteira (edifício Sedas Nunes) no ISCTE-IUL. 'Pensar África – Seminário Permanente de Estudos Africanos' Esta sessão comemora o 1.º ano de existência do ciclo de seminários 'Pensar África – Seminário Permanente de Estudos Africanos'. Este é um ...
Read More
A 7.ª Conferência Europeia de Estudos Africanos, evento mais conhecido por ECAS7, terá lugar nos próximos dias 29 de junho a 1 de julho de 2017, em Basileia, Suíça. A edição de 2017 será subordinada ao tema “Urban Africa – Urban Africans: New encounters of the rural and the urban”. Este é o maior evento científico europeu dedicado aos Estudos Africanos, com periodicidade bianual, e que pretende reunir as mais diversas contribuições académicas sobre as novas dinâmicas do espaço urbano em África e em que medida estas afetam o quotidiano dos africanos. O ECAS7 terá 223 painéis que enquadram-se em áreas ...
Read More
O Tribunal Penal Internacional (TPI), com sede em Haia, nos Países Baixos, foi criado em 2002 com a entrada em vigor do Estatuto de Roma (1998). A importância do TPI é incontornável na ordem internacional. Ao prever uma punição severa para os crimes mais graves - genocídio, crimes de guerra, crimes contra a humanidade e crime de agressão -, o Tribunal de Haia envia um sinal dissuasor muito forte aos líderes políticos mundiais. A ação do TPI em África No final de outubro de 2016 foi notícia a intenção do Burundi, da África do Sul, e da Gâmbia de abandonar ...
Read More
No próximo dia 24 de novembro, o CEI-IUL organiza uma mesa redonda intitulada “Um divórcio anunciado: Estados Africanos e o TPI”. Este evento pretende debater as recentes notícias que dão conta de uma saída de alguns Estados Africanos do Estatuto de Roma para o Tribunal Penal Internacional (TPI). O evento terá lugar às 18h no Auditório J.J. Laginha (edifício Sedas Nunes, ISCTE-IUL). Sobre o tema da mesa redonda No espaço de duas semanas, Burundi, África do Sul, e Gâmbia anunciaram a sua intenção de denunciar o Estatuto de Roma e bater com a porta ao TPI. Este episódio é o resultado ...
Read More
No dia 21 de outubro de 2016 a República da África do Sul anunciou a sua intenção de se retirar do Estatuto de Roma do Tribunal Penal Internacional (TPI). Esta decisão foi divulgada 3 dias depois de a República do Burundi ter feito um anúncio semelhante. A decisão sul africana acontece um ano após a 25.ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da União Africana (UA), que decorreu em junho de 2015 na cidade de Joanesburgo. Durante a Cimeira, a África do Sul recusou-se a deter o Presidente sudanês Omar al-Bashir, sob o qual pendia um mandado de detenção internacional por ...
Read More
Apresentação do livro “Orientações Culturais e Recursos de Poder: Relações Laborais em Maputo” Setembro de 2016 marcou o arranque da 2.ª edição do ciclo de seminários 'Pensar África' no ISCTE-IUL. Esta edição começou com a apresentação do livro “Orientações Culturais e Recursos de Poder: Relações Laborais em Maputo” da autoria de João Feijó. Investigador Associado do CEI-IUL e Professor no Instituto Superior Monitor, em Maputo, João Feijó tem trabalhos publicados em áreas diversas, como as relações laborais e a representação da independência na comunicação social moçambicana. A sessão contou ainda com a participação da investigadora Natacha Bruna e foi dinamizada pelo Prof ...
Read More

Stefano Loi

The second round of the French presidential election held on May, 7th has been followed widely all over the world. France is an important country with a seat in the G7 summit, it has important trade deals with several countries in the world, it is a recognized cultural reference, and, last but not least, France is a nuclear power with a permanent seat in the UN Security Council for all these reasons, this year’s presidential election has been followed widely around the globe, and moreover the interest toward this election raised as the far-right Front National leader, Marine Le Pen, ...
Read More
In the last few years several important military reforms have been underway in China under its leader Xi Jinping, and they are continuing nowadays. These reforms, already defined as the most important in China since 1949, can possibly conduct Chinese military power to a higher status among the most important military powers in the world, and will give a complete different shape to the Chinese armed forces. These military reforms, moreover, are interesting because they could be seen as a consequence of the actual process of power centralization promoted by Xi Jinping, involving in this sense not only the Army ...
Read More
On January 20, the American Senate approved with a 98-1 vote the American President Trump’s pick for the post of Secretary of Defense: in that moment, the former Marines General James ‘Mad Dog’ Mattis became the 26th Secretary of Defense of the United States. Since the position within U.S. government of the Secretary of Defense is critical from a military point of view, it is important to understand who is the new Secretary of Defense and what are his positions on questions that will be crucial for United States foreign and defense policy in the following years, especially if these questions will be ...
Read More
American interventionism in Libya and Syria. During the Obama administration, beside the war in Afghanistan and in Iraq, US armed forces had carried out military operations in the theatres of war in Libya and Syria. The conflicts began as consequences of the so-called Arab Spring in 2011 in Libya and Syria and the political fragmentation due to the weakening of the local governmental authorities. Nonetheless, American interventionism in those two theatres was substantially soft, as in both countries was neither planned nor implemented an invasion, as much as the presence of military detachment on the Libyan or Syrian soil. The ...
Read More
American military activity during Obama’s mandate. Even if the Obama administration was marked at its beginning by the award of the Nobel Peace Prize to the new elected President of the US, event that bolstered the idea that the new American administration would have been radically different to the previous one, the situation after eight years of Obama as President could not be more different than the begin of his administration. American interventionism during Obama’s mandate was in continuity with George Walker Bush’s administration, even though with a different grade. Both were defined by the adherence to the Wilsonian foreign ...
Read More
A hopeful begin. On 9 October 2009 the Norwegian Nobel Committee awarded to Barack Obama the Nobel Peace Prize for his "extraordinary efforts to strengthen international diplomacy and cooperation between peoples". A debate about this award raised soon afterwards, as Obama began his mandate only 8 months before: several commentators thought that this award has been at least premature and, years later, the Secretary of Nobel Committee Geir Lundestad regretted the choice of having awarded the Nobel Peace Prize to the President of the USA. Nevertheless, the Obama’s administration inaugurated a period of change regarding the US armed forces and ...
Read More
American military posture, Armed Forces and Grand Strategy have been the subject for rivers of ink. Nonetheless, the election of Donald Trump and the debate that emerged about the next steps that the White House will take regarding its foreign and military policy is the occasion to reconsider these themes. Here we present 10 works that help to have a clearer picture of past and future debates regarding US military and foreign policy. Wilsonianism: the dynamics of a conflicted concept John Thompson retakes this fundamental American school of foreign policy that shaped US military attitude since the end of the First ...
Read More
“At some point, we cannot be the policeman of the world”, asserted Donald Trump during the presidential campaign that 'crowned' him President-elect of the USA. Nonetheless, this statement clashes with the US's vital interests in the world and its military involvement in various theaters, and can be seen as a simplification of the future American foreign and military policy used for the presidential race. On the one hand, it is quite certain that the Trump administration will reshape the American military posture; on the other hand, it is difficult to foresee how. The first important element that seems to be ...
Read More
The referendum result: a clear victory for the NO. The constitutional referendum held in Italy on December 4 determined that the constitutional reform proposed by Italian premier Matteo Renzi has not been confirmed by popular vote. A large majority of the voters refused to approve a controversial reform of the Italian constitution that politically divided the Belpaese. In this sense, the debate on this reform reached harsh terms in a long-lasting campaign in which, from many points of view, the vote took the shape of a vote in favour of, or against, the Prime Minister. From a technical point of view, ...
Read More
The Cuban Thaw The 1959 Cuban Revolution, the CIA-backed Bay of Pigs Invasion 2 years later, and the Cuban missile crisis in 1962 could be seen as the three main events that determined the course of USA-Cuban relations for more than half a century. This course was characterized by Cuban isolation towards the United States and by a North-American commercial and financial embargo against the Caribbean state. These strained relations did not change even after the fall of the Soviet Union, and eventually the American embargo on Cuba was strengthened under Bill Clinton’s presidential mandate. Nonetheless, after Fidel Castro’s gradual ...
Read More

Vasco Martins

On the 2nd of December of this already late, eventual year news began circulating regarding Angolan President José Eduardo dos Santos’ (JES) possible stepdown from power. With a presidency initiated in 1979, JES is one of the longest serving presidents in the world, counting 37 years in power. Many international media outlets followed the news broken by Rádio Nacional de Angola (Angolan National Radio), Novo Jornal and Expresso, prematurely spinning the story as set in stone, especially considering the amount of times the subject as surfaced and sounded false alarms among scholars, journalists, and observers. This time, the alarm came ...
Read More
Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos da América no passado dia 8 de Novembro. Devido à forma simplista e desinteressante com que foi conduzida a campanha do presidente eleito, sabemos muito pouco sobre a agenda Trump. Qual será a agenda da sua administração para o continente Africano? Este é um exercício difícil, de elevada suposição, opaco nas suas conclusões, mas liminarmente indicativo de tendências políticas e económicas. Tendo como pano de fundo apenas a semântica das posições assumidas por Donald Trump, arrisco traçar algumas linhas gerais sobre o que serão as relações entre os Estados Unidos e os ...
Read More
Africa Is a Country A polémica é antiga e dá título a um blog sobre o continente Africano muito popular entre os interessados, o Africa Is a Country, título irónico de tão falacioso, embora amplificado pelas sugestões de pesquisa do Google quando se escreve “Africa is...”, sendo a primeira “a country”. Este é um de vários estereótipos que se debateram no dia 30 de setembro na Noite Europeia dos Investigadores, que teve lugar no Museu de História Natural, onde o CEI marcou presença promovendo debates através do visionamento de documentários sobre várias temáticas, entre elas os estereótipos que se associam ...
Read More