Sven Biscop: Os “astros estão alinhados” para o arranque da política europeia de defesa

O  investigador belga Sven Biscop considera que existe um “alinhamento dos astros” favorável ao início da construção do edifício da defesa europeia comum e espera que venham a ser dados “passos significativos” nesse sentido ainda este ano.

“Os astros estão todos alinhados: temos o Brexit, Donald Trump, Angela Merkel e o novo Presidente francês, Emmanuel Macron, que se apresenta voluntarioso e com vontade de fazer coisas novas e de deixar marcas. Alguns passos serão dados seguramente no final do ano em direção a uma defesa europeia comum”, afirmou em entrevista à agência Lusa o diretor do programa “Europa no Mundo” no Egmont – Royal Institute for International Relations, um influente instituto de análise na área da política externa, defesa e segurança com sede em Bruxelas.

Biscop antecipa que o Brexit venha a causar “mais problemas” à política externa da União Europeia do que uma política europeia de defesa comum, até pela própria natureza das operações no domínio da defesa, que podem ter diferentes enquadramentos: NATO, Nações Unidas, União Europeia, coligações “ad hoc” temporárias, etc.

“O Reino Unido deixará a União Europeia, mas não deixará de ser Europa. E, se a segurança da Europa exigir uma operação militar, penso que é muito provável que o Reino Unido faça parte dela”, afirmou, à margem da conferência “Europe as a Global Actor”, a decorrer no ISCTE, em Lisboa.

Leia o artigo completo no Diário de Notícias.

Photo by European Defense Agency / CC BY-SA 2.0

CC BY-NC-SA 4.0 This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

CEI IUL

CEI-IUL (Center for International Studies) is a university-based multidisciplinary research center of the University Institute of Lisbon (ISCTE-IUL). CEI-IUL aims at promoting interdisciplinary research in Social Sciences, International Relations and Economy, focusing in its areas of geographic specialisation: Africa, Asia, Europe, and Transatlantic Relations.

Leave a Reply