Call for papers | Conferência Internacional Angola: Os legados do passado, os desafios do presente

Desde o final da guerra civil que Angola tem sido considerada como uma importante região de estudo, quer sob uma perspectiva histórica, quer sob uma perspectiva mais direccionada às ciências sociais.

São várias as questões que ainda são levantadas com a incerteza do futuro político e económico, gerada pelas eleições que se aproximam. Também as causas dos avanços e constrangimentos ao desenvolvimento de Angola são objecto de análise, desde a influência do colonialismo às contingências e políticas delineadas após a sua independência.

Foi neste âmbito que o Centro de História da Universidade de Lisboa, o Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto, o Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL e o Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa se coordenaram para organizar a Conferência Internacional Angola: os legados do passado, os desafios do presente.

O objectivo da Conferência é debater novos objectos e perspectivas sobre a história política, económica e cultural de Angola, revisitando questões consagradas pela historiografia, e abordar temas e problemáticas relevantes para a Angola do presente.

A conferência terá lugar nos dias 14 e 15 de Novembro de 2017, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, e as comunicações não deverão exceder os 20 minutos, podendo ser em português, espanhol, francês e inglês.

Submissão de propostas até ao dia 30 de Setembro de 2017, com  preenchimento do formulário.

Para mais informações clique aqui.

CC BY-NC-SA 4.0 This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

CEI IUL

CEI-IUL (Center for International Studies) is a university-based multidisciplinary research center of the University Institute of Lisbon (ISCTE-IUL). CEI-IUL aims at promoting interdisciplinary research in Social Sciences, International Relations and Economy, focusing in its areas of geographic specialisation: Africa, Asia, Europe, and Transatlantic Relations.

Leave a Reply