Authors

Aleksi Ylönen

The current pandemic has highlighted the shortcomings of African public health infrastructure. Not only has it stretched the health systems of individual states to their limits, and sometimes beyond such limits, but it has also raised questions about the capacity of waging continental responses to infectious diseases and pandemics. The ongoing situation has accelerated the African Union’s effort to improve its preparedness to respond to such crises by establishing facilities to fight infectious diseases. African Union, therefore, seeks to build the capacity of its Africa Centres for Disease Control. Recently, it has embarked on a mission to build a USD ...
Read More
Since 2011, Ethiopia has been engaged in its pharaonic project of building the Grand Renaissance Dam on the Blue Nile. From the start, Ethiopia’s neighbors have been wary of its intentions seen by some as national aggrandizement in the politically volatile regional environment. Egypt, in particular, as the last of the downstream states of the River Nile, has been increasingly preoccupied as the construction of the dam has progressed. Egypt depends on the Nile for irrigation, power, and general water supply, and has for long considered any diminishing of its access to Nile water as a threat to its national ...
Read More
On January 6, a treaty for the formation of the Council of the Arab and African Countries of the Red Sea and the Gulf of Aden, or colloquially the Red Sea Council, was signed. Composed of eight countries, Saudi Arabia, Djibouti, Egypt, Eritrea, Jordan, Somalia, Sudan, and Yemen, the Council came into being following discussions since 2018 which were largely hosted by Saudi Arabia. In itself a significant development bringing together countries from both sides of the Red Sea, the idea about the Council emerged in the context of intensifying relations between the major powers of the Arabian Peninsula and ...
Read More
It has now been over a year since the popular mobilization brought Sudan to a standstill and eventually led to the downfall of the one-party regime that had ruled the country for almost 30 years. Under relentless popular and economic pressure, Omar Bashir’s government fell after key security forces had sided with the civilians. To an extent resembling the earlier 1964 October Revolution, this 2018 December Revolution was a demonstration of the Sudanese people’s remarkable ability to come together and peacefully and successfully challenge a highly repressive regime supported by a number of foreign powers especially in the Gulf. Equally ...
Read More
Following the scandal and deep crisis ravaging the Swedish Academy, which seriously undermined and shook confidence in the entire Nobel architecture, the institution has sought to bounce back. Last month, its Norwegian Nobel Committee entrusted with selecting the Nobel Peace Prize recipients made a rather courageous move by awarding Ethiopia’s Prime Minister Abiy Ahmed Ali the Nobel Peace Prize. The announcement of the 2019 awardee came as a surprise to many who are less aware of the Ethiopian transition and the Prime Minister’s efforts of transforming Ethiopia and the surrounding region. The main arguments made for awarding Abiy the prize ...
Read More
In a recent report, perhaps somewhat unexpectedly, the World Bank cut Sub-Saharan Africa’s projected rate of economic growth. One might see this as a contradiction, given the recent flurry of interest in investing in the continent. So what might be the problem? It appears that the biggest economies in Africa, which have experienced somewhat impressive economic growth figures in the past have recently slowed down. This owes largely to the external factor of global economic uncertainty, but increasingly also to the domestic economic management burdened by increased foreign debt, deficits, and inflation rate. The 2015 commodity price decrease of which ...
Read More
It is on. The much-publicized US Administration’s new security focus to counter the growing influence of China and Russia is being implemented. And it is going to affect the American troop deployment in Africa. In February, in the Munich Security Conference in Germany, Commander of the United States Africa Command (AFRICOM), General Thomas D. Waldhauser, announced that the US plans to reduce its troop and military-affiliated civilian deployment in Africa by 10% in the course of next three years. This would reduce the US military presence in Africa to approximate 5,400 men and women according to public figures. This has ...
Read More
In his 1959 article, at the height of the Western development era, W. W. Rostow presented his dynamic theory of production which was to explain the process of modernization. Arguing for five stages of economic growth which said the course for the so-called Third World countries to catch up with the West, he claimed that the ultimate “nirvana” of capitalist economic development was the age of high mass consumption, as exemplified by the United States. The recipe was simply that the so-called traditional societies in the Third World needed to modernize by undergoing fundamental societal changes that would transform the ...
Read More
Sudan is currently experiencing its most severe economic situation since the independence of South Sudan in 2011. From the mid-1990s to 2011, Sudan experienced healthy economic growth largely propelled by the development of its petroleum infrastructure and the consequent oil exports. Its growth numbers were remarkable considering that the country was simultaneously embroiled in a civil war. Although the war mainly affected Southern Sudan, it also involved other parts of the country form the late 1990s until the Comprehensive Peace Agreement (CPA) and other regional peace deals formally ended the hostilities in 2005. This, however, only resulted in a short ...
Read More
The idea of re-greening the desert and transforming it into productive agricultural land has existed for a long time. In the Horn of Africa, historically dominant rain-fed subsistence agriculture has given way to the building of dams and extending mechanized sweet water irrigation systems. The latter have become the main strategies to expand the productive land under cultivation. This has implied the transfer of land ownership from traditional subsistence farmers to companies and corporations engaging in large-scale agriculture ventures. More recently, the technology to convert sea water into sweet water has allowed the expansion of agriculture to certain drylands. However, ...
Read More

Ana Elisa Cascão

Water is a natural and environmental resource by definition, but because of its uttermost importance for human life…. water is also a social, cultural, and economic resource. Increasing demands for water by a diversity of users and uses have often also turned water into a political resource. World history is full of examples of competition for the allocation (and reallocation) of land and water resources, followed by processes of conflict and/or cooperation involving different actors - be it farmers, pastoralists, local and national governments, private companies, or even external actors, such as colonial powers in the past, or international financial institutions ...
Read More

Ana Lúcia Sá

A investigadora e subdiretora do CEI, Ana Lúcia Sá, foi entrevistada pelo DN a propósito da sua participação hoje às 18h na sessão online organizada pelo CEI e pelo IDN com o apoio do DN dedicada ao tema "África em Tempos de Covid-19". Na sessão irão participar também Fernando Jorge Cardoso (CEI-Iscte/IMVF) e Alexandra Magnólia Dias (IPRI-NOVA) e a moderação ficará a cargo de Pedro Seabra (CEI-Iscte/IDN). Na entrevista ao DN, Ana Lúcia Sá afirmou que acredita que "o pior está para vir" no que diz respeito não apenas ao contágio e questões de saúde mas também no que respeita a outro tipo de consequências políticas e sociais, ...
Read More
A investigadora e subdiretora do CEI-IUL, Ana Lúcia Sá, foi ouvida pela Agência Lusa a propósito das condições de entrada da Guiné Equatorial na Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP), nomeadamente a necessidade de abolição da pena de morte. De acordo com a investigadora "é necessário atender a que se trata de uma condição de adesão que não foi cumprida. Portanto, deveria haver uma posição coerente por parte da própria instituição". Leia o artigo nas plataformas Notícias ao Minuto ou O Primeiro de Janeiro. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o ...
Read More
A investigadora e sub-Diretora do CEI-IUL, Ana Lúcia Sá, foi ouvida pelo Público a propósito da afirmação do Primeiro Ministro Português, António Costa, sobre a necessidade de a Guiné Equatorial respeitar os valores democráticos da CPLP para poder permanecer nesta comunidade. A investigadora, especialista em regimes autoritários africanos, afirmou, no contexto da deposição do Presidente do Sudão, que o aumento da repressão na Guiné Equatorial é "uma constante na Guiné Equatorial quando um líder é deposto, por eleições ou por golpe". Leia o artigo no site do Público. Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang / Foto de Embassy of Equatorial Guinea ...
Read More
A investigadora e subdiretora do CEI-IUL, Ana Lúcia Sá, foi ouvida pelo jornal Público para comentar as alegações de tortura ao ativista Joaquín Eló Ayeto, por parte de um segurança do Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang. Segundo a investigadora, o ativista “é muito activo e tem um papel fundamental na transmissão de informações sobre o país para canais de difusão mais amplos”, denunciando a “repressão política e as condições sociais”. Leia o artigo no site do jornal Público. Teodoro Obiang / foto de Embassy of Equatorial Guinea / CC BY-ND 2.0 As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de ...
Read More
Ana Lúcia Sá, investigadora e subdiretora do CEI-IUL, foi entrevistada pelo Expresso para comentar a prisão do militante do CPDS Joaquín Eló Ayeto na Guiné Equatorial. Segundo a investigadora, Ayeto tem assumido um papel de relevo no ativismo e na denúncia de situações concretas de perseguição política. Leia a entrevista no site do Expresso. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador. Presidente da Guiné Equatorial Teodoro Obiang / Foto de Embassy of Equatorial Guinea / CC BY-ND 2.0 ...
Read More
A investigadora Ana Lúcia Sá foi convidada a participar no programa da RTP África "Causa e Efeito" para comentar a situação que se vive na Guiné Equatorial, com a proposta do Procurador da República de aplicar a pena de morte a 147 opositores políticos. Veja no site a entrevista completa ...
Read More
Portugal espera que Guiné Equatorial respeite o Estado de Direito nas investigações que está a fazer sobre a alegada tentativa de golpe de Estado no país em dezembro. Portugal está em sintonia com a União Europeia, que acaba de produzir uma declaração expressando a sua preocupação sobre a situação dos Direitos Humanos na Guiné Equatorial, à luz da frustrada tentativa de golpe de Estado de 24 de dezembro passado. Tanto Lisboa como Bruxelas registaram a "indicação das autoridades equato-guineenses de que as investigações em curso para apurar a natureza dos acontecimentos estão a ser conduzidas no respeito pela lei", refere ...
Read More
A Guiné Equatorial é um dos regimes menos livres no mundo. O Index da Freedom House 2018 baixou inclusive o score do país, considerando que a ditadura se fortaleceu. Um pequeno conjunto de eventos recentes podem ajudar a conhecer e a compreender o fortalecimento das estratégias de repressão pelo regime encabeçado pelo General Teodoro Obiang Nguema, presidente desde Agosto de 1979. As eleições ao serviço do autoritarismo No dia 12 de Novembro de 2017, realizaram-se eleições legislativas. Os resultados deram uma esmagadora vitória ao Partido Democrático da Guiné Equatorial (92%), no poder desde que foi fundado em 1987 e liderado ...
Read More
Os primeiros cem dias de João Lourenço como Presidente de Angola trouxeram surpresa e otimismo pela velocidade das exonerações de figuras do clã do ex-presidente José Eduardo dos Santos. Também surpreendida pela velocidade e alcance das exonerações foi a investigadora portuguesa do ISCTE e especialista em assuntos africanos Ana Lúcia Sá. “O ritmo das exonerações e as pessoas exoneradas, chegando inclusivamente à família Dos Santos, foi uma grande surpresa para mim”, disse à agência Lusa a especialista em Angola, para quem esta “foi uma maneira de passar a mensagem de rotura com o passado, de rotura com a impunidade”. No ...
Read More
A detenção de um cartoonista na Guiné Equatorial, há mais de um mês e sem uma acusação formal, é mais uma prova de que no país continuam a existirem prisões políticas, declarou hoje uma especialista. "É claramente uma prisão política. É uma demonstração de força do regime do Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, que continua a reprimir todas as vozes contrárias", afirmou à Lusa Ana Lúcia Sá, investigadora do Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (CEI/ISCTE-IUL). De acordo com a investigadora, "é uma prova de que continua a existir presos políticos na Guiné Equatorial, tal como ...
Read More

Ana Mónica Fonseca

A investigadora do CEI-IUL Ana Mónica Fonseca irá ser uma das oradoras convidadas da Conferência Evocação dos 75 anos do Dia D - Desembarque das Tropas Aliadas na Normandia. Hoje assinalam-se os 75 anos do desembarque das tropas aliadas na Normandia em 1944. Neste âmbito, irá decorrer no dia 26 de junho na Academia da Força Aérea, uma conferência para assinalar esta data que conta com a participação da investigadora do CEI-IUL, Ana Mónica Fonseca, e do Coronel Abílio Pires Lousada.  Ana Mónica Fonseca irá abordar este tema sob o ponto de vista da decisão política ou estratégica que esteve na base deste ...
Read More
Pela manhã de quarta-feira, dia 7 de Fevereiro, foi finalmente alcançado o acordo entre a CDU, da Chanceler Angela Merkel, a sua congénere bávara, CSU e o SPD, de Martin Schulz, com vista à definição do que será o próximo governo de Grande Coligação alemão. Este acordo permitiu que todos, na Alemanha e na Europa, respirassem de alívio. Caso estas negociações tivessem falhado, a alternativa seria a convocação de novas eleições e as perspetivas eram muito negativas para os partidos tradicionalmente presentes nos governos de Berlim. Na verdade, segundo sondagens recentes, quer a CDU quer o SPD poderiam ter resultados ...
Read More
A Alemanha começou o Ano Novo com uma realidade política quase inédita: o país é liderado por um governo de gestão, uma vez que ainda não foi possível encontrar qualquer solução para formar uma coligação para governar Berlim. De facto, desde as eleições de Setembro de 2016 que vão decorrendo conversações e tentativas de encontrar uma base comum entre as diferentes opções existentes. No entanto, tendo falhado essas negociações, o que vigora hoje em dia – e possivelmente até Março ou Abril deste ano – é um governo em funções, a trabalhar com um orçamento e poderes limitados. Não obstante, ...
Read More
Os resultados eleitorais de 24 de Setembro na Alemanha não deixam ninguém indiferente. A quarta vitória de Merkel teve claramente um sabor agridoce... Por um lado, a reeleição para mais um mandato à frente dos destinos do principal país europeu, vencendo apesar de todos os criticismos do último quadriénio (crise financeira, crise dos refugiados, Brexit, etc.). Por outro, o custo a pagar foi profundo. Angela Merkel e a sua Union obtiveram o resultado mais baixo da CDU/CSU desde 1949, incluindo nas votações em que foram perdedores... Outro dos grandes derrotados foi o Partido Social-Democrata alemão, o SPD. Membro das Grandes ...
Read More
Helmut Kohl foi o líder alemão responsável pela unificação alemã. Foi-o não só porque era o Chanceler federal na altura, mas também porque foi da sua responsabilidade a solução encontrada para essa unificação. Mais ainda, Kohl foi também um dos grandes responsáveis pela unificação da Europa e pelo aprofundamento da integração europeia, a outra face da unificação alemã. Líder histórico e figura tutelar da Democracia-Cristã alemã do pós-guerra – provavelmente a principal figura da União Democrata-Cristã (CDU) após Konrad Adenauer – Kohl marcou profundamente a vida política alemã. Vindo de fora dos círculos políticos mais notáveis, o líder alemão foi ascendendo ...
Read More
As eleições no Reino Unido são o acontecimento mais importante da semana em termos internacionais. O principal resultado é a perda da maioria absoluta por parte do partido Conservador de Theresa May, a atual Primeira-Ministra britânica, que tinha convocado as eleições como modo de obter um voto de confiança para o Brexit. No entanto, também não há uma vitória dos Trabalhistas de Jeremy Corbyn, que não conseguiram ganhar uma maioria que lhes permitisse governar o Reino Unido. Compreender as agendas dos diferentes partidos é fundamental para avaliar o impacto destes resultados e, para isso, o Guardian fez-nos um excelente resumo dos ...
Read More
A vitória de Emmanuel Macron A semana começou com um respirar de alívio: Macron saiu vencedor da segunda volta das eleições presidenciais em França, derrotando expressivamente a candidata de extrema-direita, Marine Le Pen. Apesar de ser um resultado positivo, não deixou de logo levantar algumas hesitações. Na verdade, como o enviado do Die Zeit a França deixou bem claro, muitos dos votos em Macron justificaram-se com o facto de este representar “o mal menor”... na verdade, se o discurso europeísta de Emmanuel Macron poderá ter sido determinante na vitória, a verdade é que não é - nem poderá ser, na ...
Read More
Tensão entre Turquia e Holanda A semana na Europa começou atribulada com as tensões entre a Turquia e a Holanda (e em menor grau, a Alemanha). As autoridades holandesas impediram a entrada do Ministro dos Negócios Estrangeiros turco no país, onde se deslocava para participar num comício a favor do voto no AKP no referendo do próximo mês. Apostando forte no voto das comunidades emigradas na Europa, em especial na Alemanha e Holanda, o partido do Presidente Erdogan tem fomentado a participação de importantes figuras governamentais em comícios e manifestações de apelo ao voto. A violenta resposta de Erdogan, que ...
Read More
A subida do SPD na Alemanha Franz-Walter Steinmeier foi escolhido no domingo para Presidente da Alemanha, através da eleição por um colégio eleitoral formado por deputados federais e por representantes dos Estados Federais. O cargo de Presidente na Alemanha é sobretudo simbólico, herdando ainda todas as cautelas da fundação do país após 1945. Não obstante, uma das principais funções do Presidente é a representação do país no exterior, algo que Steinmeier, como antigo ministro dos Negócios Estrangeiros, desempenhará sem problemas. Aliás, a sua reputação enquanto MNE alemão, cargo que ocupou durante oito anos, sempre em governos de Grande Coligação com a ...
Read More
No final de dezembro, Erkki Tuomioja, antigo Ministro dos Negócios Estrangeiros Finlandês, esteve no ISCTE a convite do CEI-IUL para apresentar a associação Historians Without Borders, que procura salientar os contributos de Historiadores para a resolução de problemas internacionais. Nesta ocasião, Erkki Tuomioja fez uma apresentação intitulada “O que poderão os Historiadores fazer para evitar os abusos da História”, durante a qual procurou exemplificar vários episódios em que o trabalho da associação pode ser particularmente útil. A principal preocupação desta associação é preservar o legado histórico tal como ele existe, evitando que haja uma apropriação da verdade histórica por qualquer poder político instituído – evitando ...
Read More

Aurora Sottimano

'The rise of Islamic State Speaking at the BBC Viewsnight program, Graeme Wood, correspondent for the Atlantic, argued that the rise of Islamic State is no less profound than the Reformation was for Christianity. In his reply, author and academic Tariq Ramadan retorts that the IS is not reforming but betraying Islam, and points to the inaccuracy of trying to understand the ongoing intellectual revolution inside Muslim societies through a Christian lens. 'Power to the People': which people? No less misleading is Wood’s view that IS defiance of the ‘religious establishment’ is giving “power to the people”. Which ‘people’? Certainly not ...
Read More
While doing research on Syrian refugees in urban settings in Turkey, I had a chance to engage in interesting conversations with anthropologists, practitioners, academics, and refugees on the issue of social conflict between migrant and host societies in Turkey. Here, “ethno-religious diversity is fragile and easily slipping into conflict” while “the maintenance of ethnic boundaries in the public sphere is discouraged and their reproduction is confined to the private sphere.” Incidentally, discouraging the maintenance of ethnic boundaries   is a typical operation of a modern secular state:  it is therefore interesting that this point is raised about Turkey, which is now ...
Read More
The Syrian business community is split between small and big business; domestic and expatriate endeavors; supporters and opponents of the regime. Expectations that it would play a determinant role in Syria’s political transition from authoritarian rule have been so far frustrated. To understand the businessmen’s political alignments and influence on current Syrian politics, the historical relation between the regime and business circles must be contextualized alongside the economic dynamics of the Syrian conflict, including the emergence of new economic actors in the thriving war economy. Read more at Syria Untold ...
Read More

Cátia Miriam Costa

A investigadora do CEI, Cátia Miriam Costa, foi entrevistada pelo jornal Hoje Macau para comentar o impacto das eleições americanas no panorama internacional, nomeadamente nas relações com a China. Apesar da probabilidade de as relações melhorarem caso Joe Biden seja eleito, a investigadora afirma que "não me parece que a guerra comercial ou tecnológica com a China seja evitável neste momento, porque a guerra comercial deriva da guerra tecnológica". Leia a entrevista no site do jornal Hoje Macau. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a ...
Read More
Os EUA têm de olhar para os seus vizinhos. Já não com o olhar sobranceiro de quem representa e exporta os direitos humanos, mas como um par que tem as suas contradições internas, as suas vitórias e falhas. O bulício com as eleições presidenciais dos Estados Unidos da América trouxe para a ordem do dia internacional o continente americano, ou pelo menos uma pequena parte dele. Apesar de ser o país com mais influência na Ordem Internacional, os EUA são apenas uma pequena fração da América. Contudo, é este país que delineia a agenda internacional nos países ocidentais e que ...
Read More
Numa época em que tanto se discute a memória e o impacto do passado no presente, vale a pena pensar qual o valor que realmente atribuímos ao passado. Numa época em que tanto se discute a memória e o impacto do passado no presente, vale a pena pensar qual o valor que realmente atribuímos ao passado. Será uma fonte de ensinamentos para o futuro? Será que todos olhamos o passado na perspetiva da memória coletiva ou no esquecimento coletivo? Olhamos e reconstruímos o passado da mesma forma? Até que ponto o passado constrange a forma como agimos no presente? Provavelmente, ...
Read More
A racionalização dos processos de discriminação e perseguição que foram sendo convertidos em lei, mostram como existem armas políticas, muitas vezes toleradas pelas sociedades, para seletivamente controlarem determinados grupos sociais. Assinalam-se este ano os 75 anos do fim da Segunda Guerra Mundial. Data redonda que constituiu uma oportunidade para se pensar e problematizar o passado e a memória, como também construí-los, questioná-los e desconstruí-los. Em tempos de pandemia, migrações de larga escala e novos fenómenos de sujeição humana, com o perigo de escalada dos extremismos na vida política, vale a pena refletir sobre a situação contemporânea. Durante muitos anos, parece ...
Read More
A investigadora do CEI-Iscte, Cátia Miriam Costa, foi entrevistada pelo Expresso a propósito da crescente preocupação, por parte do governo do Equador, pela presença de um grande número de navios de pesca, na sua maioria chineses, ao largo do Arquipélago das Ilhas Galápagos.  A sobre-exploração desta reserva marinha, declarada como Património Mundial da UNESCO, poderá ter consequências nefastas sobre o ecossistema da região. A investigadora do CEI-Iscte considera que a China não terá interesse em iniciar um conflito e que deverá explicar a situação o quanto antes. Leia a notícia completa no site do Expresso. As opiniões expressas neste texto representam unicamente ...
Read More
Viagem por dois livros que têm Moçambique no seu epicentro: em Cabo Delgado o conflito cujas razões urge identificar, na ilha de Moçambique o tempo reparador que ajuda a refletir. Entre nós, Moçambique é quase desconhecido, se não mesmo ignorado. Apesar da longa relação histórica entre as duas nações, este país da costa oriental africana é remotamente conhecido e apenas na sua versão mais exótica. Praias extensas de areia fina e águas límpidas a par do Parque Nacional da Gorongosa vendem esse produto turístico chamado Moçambique. Essa informação turística baseia-se numa perspetiva exótica do país que, em simultâneo, se baseia ...
Read More
Cátia Miriam Costa, investigadora do CEI-Iscte, é uma das oradoras convidadas da conferência online "China e Países de Língua Portuguesa". A sua comunicação "O discurso chinês para os países de língua portuguesa" está integrada nesta iniciativa organizada pelo OBSERVARE da Universidade Autónoma de Lisboa e pelo Instituto de Defesa Nacional no âmbito do Curso de Estudos Avançados sobre a Ásia-Pacífico. A conferência decorre no dia 1 de Julho a partir das 12h00. A participação é gratuita, mas implica inscrição prévia obrigatória com indicação das sessões a que pretende assistir através do email DRI@autonoma.pt ...
Read More
O sonho americano desvaneceu-se, mas as suas contradições e promessas ainda agitam o mundo que segue atentamente o que ali se passa. Essa capacidade de liderança ainda faz dos EUA uma superpotência. Todavia, uma superpotência cujas contradições são cada vez mais visíveis. Os Estados Unidos da América, a par da China, tem sido o país com mais ressonância mediática. Esta situação resulta não só de ser a superpotência mundial, mas também porque o seu papel interno e externo está a ser questionado. Nisso, Estados Unidos e China têm em comum o facto de a pandemia e as mudanças globais que ...
Read More
Vivem-se tempos de receio generalizado e poucas certezas quanto ao presente e ao futuro. As consequências da COVID-19 ainda não são possíveis de aferir, aos mais diversos níveis. Não sabemos o seu impacto na saúde humana a longo prazo, nem conhecemos o comportamento do vírus e também desconhecemos o real impacto que terá na economia, na sociedade e, mais especificamente, nos comportamentos humanos. Deste modo, também, é impossível determinar qual o seu verdadeiro impacto nos diversos estados e na forma como conduzem as suas relações internacionais. Apenas é certo que a COVID-19 não abriu a caixa de pandora de mudança ...
Read More
Tempos únicos exigem que não se façam juízos de valor precipitados e ainda menos que nos deixemos levar por populismos fáceis que nos fazem acreditar que a China é um gigante incontestado interna e externamente e que a Europa tombou totalmente sobre o seu próprio peso. São tempos únicos aqueles que vivemos. Mas nem sempre é assim quando uma crise acontece, qualquer que ela seja, ou uma rotina é quebrada. Os tempos da Covid-19 caracterizam-se pela incerteza, pelo medo e pela confrontação que temos diariamente com a falibilidade do ser humano e das suas conquistas científicas e tecnológicas. É difícil ...
Read More

Clara Carvalho

A investigadora do CEI-IUL Clara Carvalho foi ouvida pelo DN a propósito de um dos temas a debater no IV Congresso de Cooperação e Educação (COOPEDU), organizado pelo CEI-IUL e pelo Instituto Politécnico de Leiria nos dias 8 e 9 de Novembro de 2018, no ISCTE-IUL. Segundo a investigadora, "ao contrário do que se diz, não há 280 milhões de falantes de português no mundo", o que gera problemas no que respeita à cooperação para a educação. O Congresso COOPEDU procura refletir sobre a cooperação a nível da Educação entre os países africanos e outros países, à luz dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável ...
Read More
Faleceu Armando Trigo de Abreu (1940-2017) um dos “pais fundadores” dos Estudos Africanos em Portugal e no ISCTE-IUL Licenciado em Engenharia Agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA - UTL/1965), e com um ‘Diplôme d’Etudes en Développement’ (IRFED - Paris 1964), Trigo de Abreu foi investigador e membro do Conselho Diretivo do Instituto Gulbenkian de Ciência. Foi um dos promotores mais destacados da criação de uma política da ciência em Portugal, ao lado de José Mariano Gago, do qual foi Chefe de Gabinete no Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior entre de 2005 a 2009. Ocupou ainda numerosos cargos ...
Read More
AEGIS Statement The Board and Advisory Council of AEGIS, the Africa Europe Group for Interdisciplinary Studies, fully support our ASA colleagues in the United States and share their great worries, as expressed in their statement, which we reproduce below. We are sure we also speak on behalf of our 34 Members, all African Studies Centres and Institutes in Europe, and on behalf of many thousands of Africanist scholars all over Europe. We wish to express our solidarity for our African Studies Association (ASA) colleagues in the USA. As an association of European-based Africanists we are profoundly opposed to policies or actions anywhere ...
Read More

David Castaño

A transição para a democracia No verão de 1975 Portugal esteve prestes a dividir-se em dois e o espectro de uma guerra civil era uma ameaça concreta. O confronto entre legitimidade revolucionária e legitimidade eleitoral atingira um pico e dos dois lados das barricadas faziam-se preparativos para um confronto que parecia inevitável. Desde cedo historiadores e cientistas políticos que estudaram este período da história contemporânea portuguesa chegaram à conclusão que este processo não pode ser analisado como um assunto meramente doméstico, no qual os actores nacionais agiram sem ter em consideração o contexto internacional que os envolvia, mas que também não ...
Read More

David Ferreira

The 2019 edition of the EU Non-Proliferation and Disarmament Conference took place in Brussels, on the 13th and 14th of December. As a member of the EU Non-Proliferation Consortium, the Centre for International Studies was invited to send representatives to attend the conference. A challenging strategic environment According to Ms. Izumi Nakamitsu, United Nations (UN) Under-Secretary-General, four major trends in the current security environment can be identified: 1) geostrategic context of distrust; 2) multipolarism; 3) new technologies; and 4) erosion of disarmament and non-proliferation instruments. Ms. Nakamitsu explained that the relations between great powers are presently marked by competition, which ...
Read More
The world’s two foremost nuclear powers cannot have this kind of relationship. Those words were uttered by former U.S. Secretary of State Rex Tillerson in April of last year, following a 2 hour meeting with President Putin which made clear the low level of trust between Russia and the United States. Both Tillerson and Trump have since made several claims of an “all time low” in Russo-American ties, the latest of which on April 11, following a threat to Russia issued by the U.S. President, who stated that “missiles (…) will be coming, nice and new and “smart.”” The threat ...
Read More
The Doomsday Clock, a symbol of mankind’s proximity to an apocalypse of its own creation, has been moved 30 seconds in the wrong direction for the second year in a row. The Bulletin of Atomic Scientists, which has updated the clock yearly since 2015, takes into account developing technologies, environmental changes, and nuclear risk – with the later assuming the center stage throughout 2017. Not since 1953 has the clock shown such a late hour. It is two minutes to midnight. How close have we been from the apocalypse? The clock was created in 1947 for the cover of the ...
Read More
On January 22, a deal was struck to end the three-day long government shutdown. After a halt was imposed on federal spending, a short-term bill was passed with an 81-18 vote by the U.S. Senate, followed by another favorable 166-150 vote in the House of Representatives, thus granting the government funding for the next 17 days. With the government on track to reopen, negotiations for a global agreement continue. The shutdown was seen as a blow to the Trump Administration, and took place exactly one year after the inauguration of the U.S. President. A historic shutdown On January 19, the ...
Read More
On his annual New Year Day’s speech on North Korea’s state-controlled television, Kim Jong-un mixed a threat of nuclear attack over the continental United States with an offer to send athletes to the Winter Olympics taking place next month in South Korea. The North Korean leader emphasized the importance of de-escalating tensions between the North and the South, and of taking steps toward peace, with his overture being quickly answered by South Korea. President Moon Jae-in embraced the offer of talks, and the two Korea’s border hotline has since been restored. Interestingly, as noted by a 38 North[1] analyst, “the ...
Read More
Signed by Ronald Reagan and Mikhail Gorbachev in the final years of the Cold War, the Intermediate-Range Nuclear Forces (INF) Treaty celebrated its 30th anniversary on December 8. Yet, its survival is currently at risk, as both Washington and Moscow accuse the other of being in violation of the treaty. If the treaty crumbles, ground-based medium-range missiles (falling between 500 and 5500 km) will once again be allowed in the European continent. The January Proposal Preliminary talks on a INF Treaty started in 1981, shortly after Reagan made his Zero Option proposal, which aimed to achieve the withdrawal of all ...
Read More
The first demonstration took place December 28 in Mashhad, Iran’s second largest city, when hundreds of Iranians took to the streets to protest against the country’s economic struggles and food prices. The economic motive of the protests quickly acquired a political dimension, as demonstrators started calling for the end of Hassan Rouhani’s regime, in power since 2013. While still much smaller in scale, not since 2009, after Mahmoud Ahmadinejad’s re-election, has Iran seen such large demonstrations. A Wave of Discontent Unlike the 2009 protests, where more than one million people voiced their discontent over perceived electoral fraud under the leadership ...
Read More
On September 3rd, North Korea conducted a sixth nuclear test, by far its largest to date. According to a state's spokesperson, the rogue nation successfully tested a hydrogen bomb designed to be mounted on an intercontinental ballistic missile. The energy released is believed to measure between 50 and 120 kilotons, a significant leap from previous efforts, which have never been greater than 10 to 20 kilotons. While a previous H-bomb claim made back in January 2016 was met with skepticism by experts given its comparatively small yield, there is now less room for doubt. The test took place only five ...
Read More
On July 3rd, North Korea test-launched an intercontinental ballistic missile which, the rogue nation announced, could target any place in the globe. Although the claim has been debunked, the rocket in question flew higher and farther than any previously launched, having reached Japan’s Exclusive Economic Zone before crashing into the ocean. According to North Korea’s state-controlled media, this test marked the final stage of the country’s endeavors to develop a missile capable of reaching the United States. It is still unclear whether or not the isolated state has the capabilities for miniaturizing a nuclear warhead that can be carried by ...
Read More
On May 22, at 10:33pm, an explosion was heard outside the venue of the Manchester Arena, following a crowded pop concert of American singer Ariana Grande. The bombing took place as fans were exiting the building, creating mass panic as hundreds of people fled in terror, leaving carnage behind. At least 22 people have been killed and 59 injured in the suicide bombing, with the incident being immediately treated as a terrorist attack. What do we know (so far)? The Manchester police concluded that the bombing was carried out Salman Abedi, a 22-year old who was armed with a homemade ...
Read More

Eduardo Costa Dias

A região saheliana, a par de se ter tornado numa das mais importantes plataformas africanas de tráfico de armas, de droga e de medicamentos fraudulentos, tem sido nos últimos anos palco de inúmeras e espectaculares acções terroristas atribuídas na sua quase totalidade a grupos jihadistas. No essencial, ligados à Al-Qaïda ou fazendo parte da constelação dos que se auto reivindicam componentes do Estado Islâmico, estes grupos são, ainda que inadequadamente, conhecidos, sem mais, como grupos salafistas. No Sahel, os ataques a povoações, os massacres de populações, as destruições de infraestruturas, os raptos e, sobretudo desde 2011, as acções bélicas visando ...
Read More
Os tráficos do Sahel A região Saheliana [e os seus arredores próximos e afastados] tornou-se nos últimos anos num autêntico eldorado para os traficantes. Desde sempre importantes na região, os diferentes tráficos - droga, armas, medicamentos fraudulentos, pessoas, lavagem de dinheiro, etc. - dispararam com a aceleração da fragilização do Estado e, também, com o caos generalizado induzido pelas ditas primaveras árabes. A queda de Kadhafi, por exemplo, para além da implosão da Líbia, deixou milhares de mercenários da chamada Legião Africana 'sem eira nem beira' e disponíveis para tudo e mais alguma coisa, incluindo, como se veio a constatar, para ...
Read More

Eugénio Costa Almeida

O investigador do CEI, Eugénio Costa Almeida, foi entrevistado pela revista Angolana Business Trace para comentar as relações comerciais entre Angola e Portugal. Segundo o investigador, "vários portugueses demandaram o novo el Dorado Angolano, e de Angola, como se sabe, muito dinheiro saiu para Aos cofres bancários e imobiliárias portuguesas". Leia a entrevista no site da revista Business Trace. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador. Foto de pxhere / domínio público ...
Read More
O investigador do CEI Eugénio Almeida foi ouvido pelo programa Causa e Efeito da RTP a propósito dos ataques em Cabo Delgado, em Moçambique, e da Cimeira dos presidentes da SADC (Comunidade de Desenvolvimento da África Austral) dedicada a esta situação. Segundo o investigador, Moçambique tem-se virado para a África do Sul para lidar com os insurgentes, em detrimento dos países da SADC, através da contratação de "mercenários". Assista à entrevista no site da RPT. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Eugénio Costa Almeida, foi ouvido pela RFI a propósito da publicação de um relatório da Human Rights Watch sobre a detenção de crianças na Nigéria devido a alegadas ligações ao Boko Haram. Assumindo que o Boko Haram utiliza crianças, Eugénio Costa Almeida afirma que a Nigéria tem tido dificuldades em responder aos desafios da luta contra o terrorismo. Leia o artigo e ouça a intervenção do investigador no site da RFI. Foto de Dejazzeez / CC BY-SA 4.0 As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Eugénio Costa Almeida, foi entrevistado pelo jornal Público a propósito do novo programa de privatizações lançado em Luanda. "Para Eugénio Costa Almeida, investigador do Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL) do ISCTE-IUL, o novo programa de privatizações lançado em Luanda demonstra a vontade do Presidente João Lourenço em alterar a actual situação económica e financeira de Angola. Em declarações por escrito, defende que deve haver uma fatia do capital reservada para os angolanos. O que irá marcar mais este programa de privatizações? A transparência com que for conduzido? À partida parece-me que é o facto de o ProPriv apresentar um plano ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Eugénio Almeida, comenta, num artigo de opinião para o Novo Jornal, a realização dos exercícios militares Obangame Express. "Sintetizemos no que consiste este exercício militar (aeronaval) que se realiza no Golfo da Guiné, um dos dois exercícios militares que se realizam no Atlântico Sul entre a US Africom e as APN - o outro exercício é o United Accord. Os exercícios Obangame Express consistem em "projectar e melhorar a cooperação entre nações participantes a fim de aumentar a segurança marítima, em geral, e a do Golfo de Guiné, em particular, e onde participam nações signatárias do ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Eugénio Costa Almeida, foi ouvido pela DW a propósito da atribuição do prémio Carlos Magno ao Secretário-Geral da ONU, António Guterres, pelo trabalho de defesa dos valores europeus. O investigador, cujo trabalho incide sobre África, comentou o papel do galardoado no contexto africano, afirmando que "na prática, ele ainda não conseguiu nada. Fazer alterações gerais na ONU sem também ter em linha de conta as alterações no Conselho de Segurança –  e há muito se vem falando da integração como membros de pleno direito de países africanos, latinoamericanos e asiáticos – não é possível". Leia o ...
Read More
O ano de 2018 reafirmou qual a geopolítica chinesa, no global, ou africana, no geral, e de certo modo reafirmou a angolana, em particular. Ou seja, a China reafirmou-se como uma potência global, não só a nível económico ou político. Também a nível militar e aeroespacial se avigorou. A nível económico, no geral, não teve problemas em afrontar a potência mundial, os EUA, e a agressiva política económica de Trump e do “American First”. Uma situação que não se prevê possa diminuir de intensidade face aos compreensíveis interesses económicos de ambos. Continue a ler o artigo aqui ou no site ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Eugénio Costa Almeida foi ouvido pela rádio RFI a propósito das eleições na República Democrática do Congo (RDC). O investigador afirma não estar surpreendido com a suspensão, por parte da União Africana, da missão à RDC devido à vitória eleitoral de Felix Tshisekedi. Ouça as intervenções de Eugénio Costa Almeida na plataforma da RFI. Eleições na RDC / foto de MONUSCO/Sylvain Liechti / CC BY-SA 2.0 As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador ...
Read More
Apesar de Angola, numa primeira fase, ter dito que o apoio do FMI visava, unicamente, um sistema de apoio do Programa de Estabilização Macro-económica e no âmbito da Coordenação de Políticas Económicas (Policy Coordination Instrument - PCI), desde o início que o FMI, ainda que respeitando a vontade do Governo angolano, afirmava que teríamos que ser obrigados a acionar um pedido de financiamento. Ora, isso acabou por acontecer quando na passada segunda o Ministério das Finnanças Angolano anunciou, em comunicado, que o ajustamento do programa de apoio do FMI poderia incluir o financiamento. Ou seja, ainda que em Junho de 2016 o então Presidente ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Eugénio Costa Almeida foi ouvido pela Agência Lusa a propósito da vista de António Costa a Angola. O investigador chamou a atenção para a importância da dimensão económica nas relações entre os dois países, em particular da transferência de divisas dos trabalhadores para Portugal. Leia o artigo no site Notícias ao Minuto. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador. António Costa / Foto de Richter Frank-Jurgen / CC BY-SA 2.0 ...
Read More

Filipe Nobre Faria

Tal como previsto pela generalidade das sondagens, Emmanuel Macron venceu as presidenciais francesas de 2017 contra Marine Le Pen (65% vs 35%). Apesar de Macron se apresentar como candidato independente, ele não deixa de ser o ex-ministro do anterior presidente e o seu discurso marca uma continuidade com a linha governamental dos últimos anos. Nas questões centrais como a NATO, União Europeia (UE) e o cosmopolitismo global anti-identitário, Macron representa continuidade. Assim, tal como no mítico filme “O Leopardo”, a maioria dos eleitores franceses preferiu mudar para que continuasse tudo igual. Contudo, o que interessou ao mundo mediático nesta eleição ...
Read More
No dia 29 de Março de 2017, a primeira ministra britânica Theresa May entregou formalmente o pedido de saída do seu país da União Europeia, acionando assim o artigo 50 do tratado de Lisboa. Desta forma, tal como proferiu Theresa May: “este é um momento histórico e irreversível”. Há bastante tempo que se vem analisando o fenómeno do Brexit como uma vitória do populismo, isto é, do povo contra as elites “globalistas”. Contudo, uma análise mais atenta coloca muitos problemas à solidez desta narrativa. O anti-europeísmo das elites O anti-europeísmo é uma verdadeira cultura no Reino Unido e este não ...
Read More
No dia 6 de Março de 2017, o Professor Cass Mudde veio a Lisboa dar uma conferência sobre populismo na Culturgest. Nesta apresentação, ele explicitou o conceito em questão e as suas manifestações práticas no mundo contemporâneo. O populismo anti-liberal De acordo com a conceptualização de Mudde, o populismo não é uma forma de demagogia ou um jeito folclórico de estar na política. É sim uma ideologia pouco substantiva que postula a existência de um povo puro e homogéneo contra uma elite governante corrupta e desligada dos interesses populares. Desta forma, os populistas falam sempre como outsiders em nome do ...
Read More
Devido a uma fuga de informação, que sugeria que Michael Flynn falou com representantes russos sem autorização legal, este ex-conselheiro da segurança nacional foi obrigado a demitir-se. Desde então que se discute de forma acérrima a potencial existência de um deep state americano a operar contra a administração Trump e contra o que ela representa. Apesar de a definição do mesmo não ser consensual, este deep state é visto como sendo uma burocracia não-eleita e pouco ou nada controlada pelo congresso e pelo presidente. Esta burocracia inclui a CIA, a NSA, a Defense Intelligence Agency, as forças armadas, o Departamento ...
Read More
Em 2017 acaba a presidência de 8 anos de Barack Obama. Analisando o legado de Obama, torna-se incontornável salientar o simbolismo que este presidente teve para os EUA e para o mundo. Este não é apenas mais um presidente liberal, Obama foi a tentativa de cumprir o ideal universalista do liberalismo. Isto é, Obama representou a ideia de que o liberalismo não é apenas uma moralidade particularista europeia mas que é verdadeiramente universal também na praxis. Assim, um afro-americano com um nome de tradição não-europeia foi eleito líder do chamado “mundo livre”. Imediatamente se sentiram as reacções do lado republicano, ...
Read More
Com a ascensão dos famigerados populismos e mais especificamente com a vitória de Donald Trump nos EUA, popularizou-se a ideia de que entrámos na era da pós-verdade. Para assinalar este fenómeno, a Oxford Dictionaries escolheu a “pós-verdade” como a palavra do ano. Esta era é definida como sendo uma era onde o debate político apela exclusivamente a emoções, inventando-se factos e criando-se falsidades para captar a simpatia dos eleitores.  Por outras palavras, este é um período onde a verdade só interessa quando ajuda a chegar ao poder. Esta é também uma era ligada ao fenómeno das “notícias falsas”, supostamente criadas ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Filipe Nobre Faria, foi ouvido pelo Jornal Económico sobre o apelo do populismo de extrema direita na Europa. De acordo com Filipe Faria "os votos em partidos nacionalistas não são apenas votos anti-imigração, são também votos de protesto contra o status quo". Ler reportagem completa em O Jornal Económico. Photo: Frauke Petry, by Michael Lucan, CC-BY-SA 3.0 ...
Read More
A eleição de Donald Trump foi um evento inesperado nos círculos liberais americanos. Existia uma confiança enorme em que as transformações demográficas dos últimos 50 anos nos EUA iriam garantir permanentes vitórias ao partido democrata. Focando-se na defesa identitária da crescente demografia não-euro-americana, a esquerda liberal ficou incrédula com a reacção positiva que muitos eleitores tiveram à ascensão de Trump. Mas a esquerda liberal não foi a única a surpreender-se, os próprios conservadores do partido republicano ficaram estupefactos em relação ao sucesso que a narrativa nacionalista de Trump teve entre os euro-americanos de todas as classes sociais (especialmente nas zonas ...
Read More
Contra todas as previsões da imprensa, Donald Trump venceu as presidenciais americanas em 2016. Esta vitória choca todos os que pensaram ou agiram como se a história do mundo tivesse acabado com a democracia liberal e o universalismo cosmopolita.  No entanto, os sinais de mudança há muito que estavam presentes. Os EUA estão profundamente divididos em linhas étnicas e morais. Este é um fenómeno que se tem acentuado nas últimas décadas, observando-se há já várias eleições que os diferentes grupos votam em bloco. O grupo dos euro-americanos foi talvez o último a chegar a este conflito identitário, mas agora já ...
Read More
O CEI-IUL irá receber Filipe Nobre Faria para proferir um Seminário de Estudos Internacionais intitulado 'O Liberalismo Económico é Adaptativo? Repensando a Teoria da Evolução Social em F.A. Hayek'. O evento terá lugar no dia 16 de novembro às 18 horas, no Auditório 0NE01 (ISCTE-IUL). Resumo O Nobel da Economia F.A. Hayek é um pensador chave no ressurgimento político da filosofia liberal de mercado nas últimas décadas do século XX. A sua defesa do mercado livre e do Estado de direito não-intervencionista é particularmente distintiva por estar baseada em postulados evolutivos bio-culturais. A teoria da evolução social de Hayek sugere que os ...
Read More

Filipe Vasconcelos Romão

O investigador do CEI-IUL Filipe Vasconcelos Romão foi ouvido pela Antena 1 a propósito do acordo entre a chanceler alemã Angela Merkel e o ministro do interior Horst Seehofer em matéria de política migratória. O investigador alerta para o reforço dos movimentos radicais não apenas na Alemanha, mas em vários países da Europa, causando uma erosão nos partidos políticos tradicionais. Ouça o comentário de Filipe Vasconcelos Romão no site da RTP. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador. Angela Merkel / ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Filipe Vasconcelos Romão esteve na RTP para comentar a Cimeira de Singapura. A Cimeira entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos da América representa, segundo o investigador do CEI-IUL, uma vitória principalmente para Donald Trump em matéria de política externa. Assista ao comentário de Filipe Romão no site da RTP. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador ...
Read More
Se, em 2015, muitos pensámos que a formação de governo por António Costa era um desafio complexo, a constituição de um executivo, em Espanha, por Pedro Sánchez é uma tarefa hercúlea: governar com 84 deputados (num parlamento com 350) tendo chegado ao poder através de uma maioria formada exclusivamente para demitir Mariano Rajoy não será fácil. No entanto, os últimos anos têm sido muito ricos em surpresas na política espanhola e não é de excluir que Sánchez consiga o inesperado. O PSOE assume o poder exclusivamente por responsabilidade do PP e de Mariano Rajoy. Os populares são hoje um partido ...
Read More
O investigador do Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL), Filipe Vasconcelos Romão, foi convidado da RTP 1 para comentar a posição de Portugal no caso Skripal, que tem levado à expulsão de vários diplomatas russos nos Estados Unidos da América e em alguns países da Europa. Estas expulsões surgem depois de, no início do mês de Março, Sergei Skripal (antigo espião russo) e a sua filha terem sido mortos com um agente neurotóxico num centro comercial do Reino Unido. Para Filipe Vasconcelos Romão, esta onda de expulsões (a maior no período posterior à Guerra Fria) "deve esperar uma resposta por parte da Rússia". "É ...
Read More
Filipe Vasconcelos Romão, investigador do Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL), foi convidado da Antena 1 para falar sobre o facto de Carles Puigdemont ter sido detido na Alemanha e como esta situação pode reavivar os ânimos nacionalistas na Catalunha. Para Romão, Puigdemont não irá pedir asilo político pois o governo alemão não quer entrar em confronto com Espanha e a situação não é tão favorável a que o pedido fosse aceite como quando esteve na Bélgica. Oiça o comentário completo no site da RTP Play. Photo by thierry ehrmann / CC BY 2.0 ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Filipe Vasconcelos Romão comenta, na RTP, a primeira grande crise de cariz terrorista do Governo do Presidente Francês Emmanuel Macron. A crise emerge na sequência de um atentado que teve lugar hoje, sexta-feira, no Sul de França. O atentado foi levado a cabo por um simpatizante do auto-proclamado Estado Islâmico que fez diversos reféns, tendo a situação resultado em vários mortos e feridos, entre os quais o próprio perpetrador que acabou por ser abatido pelas autoridades. Assista ao comentário em vídeo no site da RTP ...
Read More
Renzi, a última estrela cadente da política italiana, tem como único feito relevante a delapidação de 20% do próprio eleitorado com um projecto de revisão constitucional amplamente rejeitado. A União Europeia sobrevive há anos em equilíbrio eleitoral instável. A profunda crise que a atingiu a partir de finais de 2008 abriu as portas ao avanço do protagonismo dos grandes Estados em detrimento das instituições supranacionais, o que dotou as eleições nacionais de um peso político e mediático inusitado. A mesma crise também pode ser considerada responsável pela explosão de novos partidos que vieram perturbar a previsível escolha de parlamentos e ...
Read More
Muitos movimentos políticos ergueram-se em torno de personalidades com escassa densidade ideológica e perpetuaram-se para lá da morte dos criadores como construções políticas com vida própria. Nos últimos anos, graças à subida do preço das matérias-primas, a América Latina ganhou músculo económico e peso político. O Brasil dos BRICS, a Argentina que recuperava da ferida aberta representada pela crise de 2001/2003 e a retórica de emancipação de países como o Equador e a Bolívia projectaram a imagem de um espaço que pretendia afirmar-se politicamente em relação ao Norte. A entrada em cena da China permitiu diversificar os grandes parceiros económicos, ...
Read More
Os problemas internos de Espanha já se projectam a nível externo. Numa votação indicativa sobre o futuro vice-presidente do BCE, Luis de Guindos ficou atrás do irlandês Philip Lane. Espanha é uma democracia liberal consolidada e sobre isso não deveriam restar grandes dúvidas. Haverá democracias em que o poder judicial seja mais independente e em que os conceitos de liberdade e de respeito pelos adversários estejam mais enraizados, mas ninguém poderá contestar que os espanhóis de hoje têm o sistema democrático mais sólido e estável da história do país. Pontualmente, ao longo dos últimos quarenta anos, o poder político espanhol ...
Read More
É hoje evidente que a Procuradoria, mediante orientação do executivo, pretende que sejam aplicadas penas exemplares, como forma de dissuadir novas aventuras independentistas. Os últimos dias demonstraram que as eleições para o parlamento catalão, só por si, não significaram o fim do caos e da instabilidade. No dia 21 de Dezembro, o eleitorado concedeu uma nova maioria ao nacionalismo catalão e deu a Carles Puigdemont e ao seu movimento Junts per Catalunya a primazia dentro do respectivo bloco. Este ascendente permitiu ao auto-proclamado presidente legítimo da Generalitat continuar a liderar a estratégia nacionalista, apesar de ser um dos principais responsáveis ...
Read More

Filomena Capela Correia

Kinshasa e outras cidades da República Democrática do Congo (RDC) têm sido palco de manifestações solicitando a partida do presidente Kabila e a convocação de eleições, que deram origem a violentos conflitos e resultaram em várias mortes (os números variam entre várias dezenas, em função das fontes), inúmeros feridos e na destruição de um conjunto de instalações dos partidos da oposição. O presidente Joseph Kabila Kabange completará, em janeiro de 2017, 16 anos à frente da República Democrática do Congo (RDC). Após o assassinato do seu pai, em 2001, foi designado para assumir o poder, aceitando, nos acordos de Sun ...
Read More

Giulia Daniele

A investigadora do CEI, Giulia Daniele, foi ouvida pelo jornal Expresso para comentar a falta de resposta comum Europeia à anexação da Palestina por parte de Israel. A investigadora afirma que "Falta uma estratégia política comum contra a violação contínua dos direitos humanos do povo palestiniano e, neste caso específico, de uma nova anexação ilegal de território palestiniano". Leia o artigo no site do Expresso. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador ...
Read More
CEI researcher Giulia Daniele has just published the article "Mizrahi Jews and the Zionist settler colonial context: between inclusion and struggle" in the international peer-reviewed journal Settler Colonial Studies. This article intends to analyse the ‘in-between' category of Mizrahi Jews within Israeli society. The main objective is to draw attention to how Israel’s Mizrahi majority has been part of the Zionist settler colonial system itself while, at the same time, it has been greatly marginalised from the mainstream Zionist discourse led by white Ashkenazi Jews. Theoretically founded on the interconnection of three major approaches, namely settler colonialism, critical whiteness, and decolonial ...
Read More
A investigadora do CEI, Giulia Daniele, foi entrevistada pelo DN a propósito da sua participação hoje às 18h na sessão online organizada pelo CEI e pelo IDN com o apoio do DN dedicada ao tema "Médio Oriente em Tempos de Covid-19". Na sessão irão participar também Daniel Pinéu (AUC) e Nuno Lemos Pires (CEI-Iscte/Academia Militar) e a moderação estará a cargo de Francisca Saraiva (IDN). Na entrevista ao DN, Giulia Daniele chamou a atenção para a necessidade de contenção da pandemia ter reforçado o status quo na Faixa de Gaza, dado que "normalmente ninguém pode entrar nem sair da Faixa após o bloqueio que começou em junho ...
Read More
Defined as the “deal of the century”, the last opportunity for achieving peace in the land of Palestine and Israel, President Trump’s plan entitled “Peace to Prosperity: A Vision to Improve the Lives of the Palestinian and Israeli People” is a 181-page document with lots of details and charts that accurately describes a wish list of Israeli demands, rather than a peace proposal. It is not a break with the status quo, neither a break with previous US foreign policy attempts to solve the Israeli-Palestinian conflict. It is just a natural, and, eventually, clear culmination of what has been constructed ...
Read More
(last update 10 am - 19 September 2019) In the span of six months, Israeli citizens were called for a new national election on September 17th, 2019, as Benjamin Netanyahu was unable to form a governing coalition within the given timeframe. In general, not so much has been different and the size of the voting blocs has been quite the same: starting from the exit polls run by Israeli television channels it was evident that neither Likud nor Kahol Lavan (“Blue and White” in Hebrew, led by former Chief of General Staff Benny Gantz who is currently facing trial in ...
Read More
CEI-IUL researcher Giulia Daniele has just published the article "Political and social protests from the margins: the role of Mizrahi Jews in Israeli grassroots activism" in the Q2 indexed open acess peer-reviewed journal Etnográfica, as part of a thematic dossier entitled "Conflicts within a conflict: critical observations from the Israeli field". Article abstract This paper deals with the role of the most marginalized communities in social and political grassroots activism inside Israel, by focussing on the demanding issue that affects the combination of asymmetric relationships, internal discriminations and increasing inequalities within political protests. In detail, I analyse the involvement of ...
Read More
A investigadora do CEI-IUL Giulia Daniele foi recentemente ouvida pelo Expresso a propósito do assinalar dos 25 anos do atentado perpetrado pelo judeu Baruch Goldstein. Segundo a investigadora, "o que aconteceu naquele dia mudou drasticamente o cenário de uma perspetiva de paz — ainda que ilusória — entre palestinianos e israelitas”. Leia o artigo aqui. Jovem palestiniano e soldado israelita em frente ao Muro da Cisjordânia / foto de Justin McIntosh  / CC BY 2.0 As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador ...
Read More
On April 9th, 1948 some 120 members of the two main Zionist paramilitary groups, Irgun and Lehi, attacked the village of Deir Yassin killing 107 native Palestinians. Seventy-one years later Benjamin Netanyahu was elected for the fifth term as Israel’s Prime Minister. If the final composition of the Knesset (Israeli Parliament) has yet to be decided and the final results are expected by the end of the week, the so-called “age of Bibi” will continue at least for the next four years. Another victory after a dramatic night After running neck-and-neck with his challenger Benny Gantz, the Likud’s veteran leader ...
Read More
Meaning and consequences of the new law After a overnight long and controversial debate the Israeli Parliament (Knesset) approved the so-called “Jewish Nation-State” law on July 19th 2018. Becoming one of the Basic Laws of the state of Israel, it declares Israel to be the Jewish nation-state, namely the national home of the Jewish people, that will lead Israel’s legal system. With the final version of the law, which has been under discussion since its first proposal in 2011 and passed through many amendments, now Israel is a state only for Jews. It means that: a) the right to exercise national self-determination is unique to ...
Read More
Na segunda-feira, Giuseppe Conte aparecia como a solução para o impasse político que dura há quase três meses em Itália. Era o nome encontrado pelo Movimento 5 Estrelas e pela Liga, após intensas negociações, para chefiar o próximo Governo – um nome que, ainda assim, contraria a vontade de apresentarem um político com cartas dadas e não um tecnocrata. No entanto, o Presidente Sergio Mattarella decidiu adiar uma decisão para depois das consultas com os líderes do Senado e da Câmara dos Deputados. O Expresso falou com uma investigadora italiana sobre os destinos de um dos membros fundadores da União ...
Read More

Inês Marques Ribeiro

During the presentation of the new European Commission by the recently nominated and approved, and soon-to-be President, Ursula von der Leyen, a new portfolio attributed to one of the Commission's Vice-Presidents (Margaritis Schinas) has garnered substantial media attention for the controverisal choice of name: 'Protecting the European way of life'. Critiques stemming from the European Parliament, various NGOs, or civil society organizations have dubbed it a "far right slogan" and "an insult to European values". But this isn't new at all... I've studied the EU's discourse for the last 24 years in my PhD, and expressions like this come up very frequently in security-related documents ...
Read More
O CEI-IUL associa-se ao CIES-IUL na organização da conferência "Donald Trump e a política externa dos EUA" com o orador convidado Tiago Moreira de Sá (FCSH, Universidade Nova de Lisboa). A conferência, que terá lugar a 1 de Abril de 2019 pelas 18h00, será comentada por Luís Nuno Rodrigues, investigador e diretor do CEI-IUL. O evento terá lugar no auditório B1.04 (edifício II). Entrada livre ...
Read More
The EU's response to US sanctions on Russia According to the New York Times, the US Congress has successfully restricted Donald Trump's powers to lift sanctions against Russia for interfering in the presidential elections and for its aggressive border policies. While the EU is not very keen on applying sanctions to anyone, according to Reuters, it has warned the US "it may respond swiftly to counter new sanctions on Russia." The motivations behind the EU's move have nothing to do with protecting its neighbour - even though the EU's unspoken policy towards Russia has always been to not antagonise it (at least not too much) - ...
Read More
Turkey's EU accession in jeopardy This week, the European Union's concerns about Turkish President Recep Tayyip Erdoğan's growing powers were taken to a new level, when the European Parliament, according to Reuters, called for Turkey's EU accession talks to be suspended. This decision comes a year after a failed military coup tried to oust Erdoğan, which triggered a plan to expand the latter's powers, now being publicly criticized by both Member State representatives and Members of the EP. It is not that Turkey ever really had a real chance of being a full fledged Member State - whether that would be desirable or otherwise ...
Read More
CEI-IUL is among the research units involved in the publication of the Portuguese Journal of Social Science (PJSS). The PJSS is an interdisciplinary peer-reviewed journal that features research on issues related to Portuguese society and is indexed on Scopus and Web of Science and available on EBSCO and on b-on. Special dossier PJSS number 16.01 contains a special dossier entitled "History of Science: Re(opening) New Paths",  edited by Maria de Fátima Nunes and Luís Miguel Carolino. The special dossier is divided in five articles that look into different aspects of what the editors refer to as a "rediscovery of new approaches in the history of ...
Read More
These have been eventful weeks, from Iranian president Hassan Rouhani being re-elected by a landslide, to deadly confrontations in Bahrein, to a Somali jihadist attack in Kenya, to the return of Ebola, to Venezuela's deadly protests. Yet, the main topics on international news about Europe and the European Union this week were the Manchester attack and Donald Trump's European tour as part of his first trip abroad as president. The Manchester attack The Manchester attack, perpetrated on May 22 and killing 22 people and leaving more than 60 injured, was perhaps the single most discussed and disseminated piece of news regarding Europe this week. The attack, widely commented and ...
Read More
The French Presidential elections and the EU This week the French Presidential elections have taken over the news. When we look for EU-related news - as I always do in my contribution to Changing World’s This Week in the News - we find that there is a strong overlap between the two. The consensus is that, regardless of the results, the EU’s future is on the line. For the EU, it’s either Le Pen’s Frexit, or Macron’s EU reform. Either way, according to Bloomberg, change is on the way. Marine Le Pen, however, doesn’t appear to see things as such ...
Read More
After last week’s formal ‘Brexit’ declaration, news about the European Union have been (slightly) more diverse this week. Visa liberalisation for Ukraine A number of newspapers, such as the Wall Street Journal, Deutsche Welle, or EUobserver have announced that the European Parliament has finally voted to allow Ukrainian citizens to travel to the EU visa-free for up to 90 days. After Moldova and Georgia, Ukrainian citizens with biometric passports will soon be able to travel to EU countries (except for the UK and Ireland) as well as Iceland, Liechtenstein, Norway, and Switzerland. However, the newspaper Kyiv Post, citing Ukrainian President ...
Read More
This week the so-called ‘Bexit’ – the United Kingdom’s withdrawal from the European Union – was widely discussed in the European (and overall Western) media, not least because of Theresa May’s delivery of a formal request for the process to begin on the 29th of March. In this blog post, we are going to look at some op-ed pieces published in influent newspapers to get a sense of how this topic was treated. I’ll give you a hint: it hasn’t been pretty overall, but some pieces have nonetheless been favourable. Why bother with opinions published in newspapers? Aren’t media outlets supposed ...
Read More
Many of us, for the better part of last year, have been baffled by the massive change in public speech in the context of the US presidential campaign in comparison with the prevailing paradigm of vagueness, parsimony, and especially "political correctness". Yes, I'm talking about current US president Donald Trump. There was a lingering hope that his xenophobic, misogynistic, capitalist, absolute, universal discourse would tone down after taking office, however, that wasn't the case. His words turned into bans and repeals, affecting the life of millions of people that call the US their home (or wanted to, in any case) ...
Read More

Joana Roque de Pinho

Farmers from southern Guinea-Bissau acting as researchers and photographers was the methodological premise of a collaborative research project led by Joana Roque de Pinho, a postdoctoral researcher at CEI-IUL. This project resulted in a photo exhibit recently held at Osaka University’s School of Foreign Studies, in Japan. Organized in collaboration with the Graduate School of Language and Culture at Osaka University and the Minoh City Office, this photo exhibit is a visual ethnographic output of an FCT-funded research project entitled “Impacts of Climate Change and Conservation: A Study with Participatory Photography in Cantanhez National Park, Guinea-Bissau” (EXPL/IVC-ANT/1709/2012). At the time of this research, Joana was ...
Read More
Survival of the Cutest Charles Darwin once suggested that 'survival of the fittest' was the basis for organic evolution. But when it comes to animal conservation 'survival of the cutest' might be a more apt adage. Why do we spend more money on Pandas than on Rhinos? CEI-IUL researcher Joana Roque de Pinho has been studying the influence of aesthetic appreciation of wildlife species on attitudes towards their conservation. In her research Joana has been focusing on understanding this phenomenon in developing countries. In a study developed in Kenyan Agropastoralist Communities along with other colleagues, Joana has been able to confirm the ...
Read More

Luca Bussotti

O investigador do CEI-IUL Luca Bussoti comenta as últimas eleições de Moçambique. A Segunda República moçambicana tinha começado com muitas expetativas. A aprovação, em 1990, de uma Constituição democrática e garante do pluralismo político, seguida, em 1992, por um acordo de paz entre o Governo e a Renamo, depois de 16 anos de guerra civil e, finalmente, pelas primeiras eleições livres em 1994, induziram observadores, nacionais e internacionais, a considerar o moçambicano como um modelo de sucesso em África, a ser emulado por outras nações em conflito. Ao longo do tempo se percebeu que esta Segunda República (depois da primeira, ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Luca Bussotti, publicou um artigo científico intitulado "O rap “exótico” na Itália contemporânea: entre direitos negados e nova cidadania" na revista Música Hodie. A entrada tardia da cultura hip-hop e da música rap na Itália não impediu o surgimento deste género musical nos principais centros urbanos da península. Depois da Golden Age do rap italiano, nos anos 1990, e uma subsequente crise, no início da década de 2000, novos rappers emergiram. Entre eles, os ditos rappers “exóticos”, de língua e cultura italianas, mas de origens geralmente africanas ou asiáticas. O artigo do investigador do CEI-IUL procura ...
Read More
Luca Bussoti, investigador do CEI-IUL, publicou o artigo "Marcas do Desterro. Moçambicanos deportados para São Tomé e Príncipe (1947-1961): história, estórias, atualidade", na revista científica Tempo e Argumento. Neste artigo, Luca Bussoti e a coautora T. Martins, apresentam a análise de entrevistas que realizaram maioritariamente em São Tomé e Príncipe e Moçambique, e da recolha de conteúdos jornalísticos do período em causa. Esta análise tem como objectivo compreender como se realizaram as deportações / migrações forçadas, como é que os envolvidos vivem nos dias de hoje e qual a sua inclusão da sociedade, assim como analisar até que ponto houve intervenção dos ...
Read More
Luca Bussoti, CEI-IUL researcher, recently published a paper, in co-authorship with Laura António Nhaueleque, entitled "The Conceptualisation of Africa in the Catholic Church. Comparing Historically the Thought of Daniele Comboni and Adalberto da Postioma". Abstract This article aims to analyse how the Catholic Church dealt with the “African question”. This is made through the analysis of two symbolic figures who lived in different cultural, sociological and theological contexts, the Italian missionaries Daniele Comboni and Adalberto da Postioma. The article reveals the transformations, resistances and continuities of Catholic missionary work in Africa in the last two centuries. The analysis presented here is limited and ...
Read More
O investigador [do Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL] italiano Luca Bussotti considerou hoje que a morte do líder da Renamo, Afonso Dhlakama, "pode fragilizar" o processo democrático em Moçambique, que já tem vindo a enfrentar "vários problemas" nos últimos anos. Em declarações à agência Lusa, o investigador do ISCTE referiu que o processo democrático em Moçambique tem sido afetado por várias situações como a transição do Governo de Armado Guebuza ou as eleições de 2014 em que "houve sérios problemas em termos de credibilidade e transparência". Além disso, com a descoberta da dívida oculta de mais de 2 mil ...
Read More
Da segurança marítima à cobertura de dívidas Faz pouco mais de um ano que os moçambicanos (juntamente com os parceiros internacionais) descobriram que o Estado tinha dado garantias financeiras para cobrir as actividades (ler: dívidas) de três empresas destinadas a garantir a segurança marítima de Moçambique – Ematum, ProIndicus e MAM. A Kroll – empresa de auditoria financeira paga pela embaixada da Suécia, que trabalhou em paralelo com a Procuradoria-Geral da República – foi escolhida para levar a cabo a investigação sobre os mecanismos e os indivíduos que determinaram o acumular-se de uma dívida que ultrapassa os 2 mil milhões ...
Read More
Muitos amigos e poucos inimigos A política externa de Moçambique sempre tem havido uma característica peculiar: ter muitos amigos e poucos inimigos. Desde a luta de libertação, a Frelimo tem enveredado esforços neste sentido, geralmente bem sucedidos: além dos países na altura ligados à União Soviética, à China e Cuba, muitos estados ocidentais apoiaram a luta de libertação assim como os primeiros anos da edificação nacional, apesar das diferenças ideológicas: Suécia, Itália, Suíça, França, Bélgica, Países Baixos e muitos outros deram uma ajuda fundamental na altura do marxismo-leninismo em sectores como a educação, a saúde e as infraestruturas. Na virgem para o ...
Read More
O Acordo entre o Governo e a Renamo Desde os finais de Dezembro de 2016, quando Dhlakama declarou de forma unilateral o cessar-fogo depois de cerca de três anos de confrontos militares no centro do país, Moçambique está assistindo a uma linda história. A linda história consiste no facto de as duas partes (o Governo e a Renamo) terem alcançando, embora verbalmente, um acordo sobre as questões principais que foram motivo de tanta discórdia nos últimos anos, nomeadamente descentralização e assuntos militares, que consistem na entrega definitiva das armas por parte da Renamo, e na inserção dos seus quadros no ...
Read More
Uma mentalidade etnocêntrica e racista Vários jornais americanos e europeus - opostos ao sucesso de Trump na corrida à Casa Branca e admirados pelo mesmo sucesso - têm começado a reportar afirmações 'folclóricas' do magnata presidente-eleito sobre África e os Africanos. Afirmações próximas a uma mentalidade etnocêntrica e racista - que provavelmente faz parte do ADN de Trump, mas que aqui gostaria de evitar de comentar, sob o risco de me adicionar, de modo acrítico, ao coro de vozes admiradas e indignadas que se seguiram à eleição do candidato republicano. O que não significa, naturalmente, que simpatizo de forma alguma com Trump, mas não deixo de procurar ...
Read More
Os movimentos sociais e os Estudos Africanos O interesse para com movimentos sociais comprometidos com assuntos colectivos tem sido, nos últimos anos, um dos elementos centrais da reflexão dos “Estudos Africanos.” O mosaico apresenta-se extremamente diversificado, portanto dificilmente susceptível de uma qualquer forma de classificação ou caracterização. Entretanto, as duas tendências que parecem prevalecer são, por um lado, a ocupação dos espaços públicos e das esferas de debate por parte de elites políticas cuja credibilidade está em queda livre e, por outro, a crescente radicalização da oposição contra o “sistema” em algumas áreas fulcrais da África. O exemplo da Nigéria ...
Read More

Luis Fretes Carreras

A humanidade padece de um grave problema que, adaptando a famosa frase de Marx e Engels, seria "um fantasma que percorre... o mundo: o fantasma da covid-19. Todas as forças da velha Europa... os novos e velhos Estados do Oriente e Ocidente uniram-se na santa cruzada para acossar esse fantasma". A adaptação da dita frase parece mais digna de nota porque a primeira grande vítima desse "fantasma" foi a China, o maior Estado comunista que ainda existe. Logo foi a velha Europa, onde o vírus causa estragos nos melhores sistemas de saúde pública do mundo como em Itália, Reino Unido ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Luis Fretes Carreras foi ouvido pela TSF para comentar a situação política na Bolívia, na sequência da renuncia de Evo Morales. Segundo o investigador "O ambiente na Bolívia degradou-se a partir do momento em que o presidente Evo Morales não respeita a Constituição e a todo o custo quer ser reeleito". Leia o artigo no site da TSF. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador. Evo Morales / foto de Kremlin.ru / CC BY 4.0 ...
Read More
O acordo político para um Tratado de Livre Comércio entre o Mercosul e a UE é assinado em Bruxelas, celebrado em Osaka e mantém a dúvida de franceses, polacos, irlandeses assim como de numerosos dirigentes agrícolas de ambas as regiões. Isto demonstra o quanto mudou o comércio internacional desde que se iniciaram as negociações em 1994 e também que a sua importância ultrapassa o plano económico. Em primeiro lugar, é o primeiro grande acordo transatlântico que se realiza entre uma entidade supranacional como o Mercosul e uma organização internacional como a União Europeia. É, sem dúvida, um acordo do século ...
Read More
Luis Fretes Carreras, investigador do CEI-IUL, foi ouvido pela RFI para comentar o clima de instabilidade política na Venezuela, na sequência das eleições presidenciais. Segundo o investigador "a única solução para evitar um banho de sangue na Venezuela passa pelo diálogo". Ouça a intervenção de Luís Fretes no site da RFI. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador Nicolás Maduro em 2013 / Foto de Joka Madruga / CC BY 2.0 ...
Read More
A maior rede Ibero-americana de estudos internacionais em Lisboa. A Rede Ibero-americana de Estudos Internacionais (RIBEI), formada por 45 centros de investigação e think tanks especializados no estudo das relações internacionais com origem em 16 países de 2 continentes, se reúne em o ISCTE-IUL de Lisboa entre os dias 5 a 7 de novembro para analisar e debater o futuro da região ibero-americana e da América Latina no mundo, com uma perspetiva estratégica. Este ano, o Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL) e o Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI) organizam a VIII Conferência Internacional, com o tema "Há lugar para ...
Read More
Com as eleições na Colômbia chega ao fim um ciclo de seis atos eleitorais entre novembro de 2017 e maio de 2018. Cumpre-se uma etapa importante do calendário político da América Latina e das Caraíbas. À primeira vista, há um fortalecimento acelerado da democracia: quase umas eleições por mês. Analisando em profundidade, é um processo intenso que modifica o mapa político destes países e produz efeitos imediatos no campo internacional. Portanto, é fundamental que estes processos sejam legítimos para garantir que o poder conte com autoridade suficiente para enfrentar com êxito os desafios nacionais e internacionais. A democracia questionada Nas ...
Read More
As missões de observação eleitoral cumprem um grande papel na consolidação da democracia a nível global. Em particular, na América Latina existem vários casos em que essas missões de observação contribuíram para que os processos eleitorais se desenrolem em liberdade, com transparência e que a vontade do povo seja respeitada. A contribuição da Organização de Estados Americanos (OEA) que organiza missões de observação eleitoral desde 1962 é muito significativa para a região. Nesse ano, precisamente, constituíram-se duas missões que, em plena Guerra Fria, cumpriram a histórica tarefa de colaborar com a passagem da ditadura de Leónidas Trujillo (o expoente máximo ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Luis Fretes Carreras considera que, neste momento, a América Latina atravessa uma fase de mudança no que diz respeito à situação política, o que pode ter influência directa na reestruturação das políticas dos diversos países desta região. Em grande parte, esta mudança deve-se à expansão do acesso à Internet pela maioria da população, o que faz com que haja um maior conhecimento de diversos acontecimentos, eventos e debates. O que muda na América Latina? Costuma dizer-se que as nações da América Latina são iguais pela língua, a religião e o passado colonial em comum; contudo, cada ...
Read More
Na tradição espiritual Avá Guarani todos os seres têm um nome interior. Todos nascem com a chama dessa luz interior apagada e precisam que ela seja acesa para se poderem reconhecer a si mesmos e tornarem-se membros da comunidade. Para analisar a América Latina será necessário descobrir o seu nome interior, para a identificar entre as mudanças globais e imaginar o possível desenlace dos seus processos políticos e sociais. Escolhi como nome interior "América Latina rembipé" (América Latina luminosa), com a ideia de que a defesa dos direitos humanos, a gestão das riquezas, o modelo de desenvolvimento, a superação da pobreza ...
Read More
Os representantes da União Europeia e do Mercosul vão assinar em dezembro o acordo de livre comércio durante a 11.ª Conferência Ministerial da Organização Mundial de Comércio (OMC) na cidade de Buenos Aires. O detalhe, como chamam os mexicanos à contradição, é que se anuncia a data exacta de um pacto cujo conteúdo se conhece pouco. Faltam duas semanas e ainda existem importantes desacordos estratégicos para cada região. Poderosas diferenças que impedem a concretização deste acordo: algumas são de natureza externa que surgem da pressão exercida pelas mudanças no comércio global e a política externa das grandes potências, enquanto outras ...
Read More

Luís Nuno Rodrigues

O investigador e diretor do CEI, Luís Nuno Rodrigues, foi entrevistado pela TSF a propósito da aproximação das eleições presidenciais nos Estados Unidos da América. Apesar do elevado grau de polarização que tem marcado a campanha eleitoral, Luís Nuno Rodrigues chama a atenção para o facto de que "as eleições nos EUA não se decidem por uma maioria do voto popular. O que será importante perceber é como é que essa votação, estado a estado, vai depois ditar a composição do colégio eleitoral, que é quem vai depois eleger o presidente". Leia o artigo e ouça a entrevista no site ...
Read More
O diretor e investigador do CEI-Iscte, Luís Nuno Rodrigues, foi entrevistado pelo Diário de Notícias para comentar alguns dos aspectos históricos da Guerra Fria. Segundo o investigador, "nem os EUA nem a URSS e muito menos o Reino Unido teriam conseguido derrotar a Alemanha sozinhos". Leia a entrevista na íntegra no site do DN. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador. Estaline, Truman, e Churchill / domínio público ...
Read More
Em 1918 e 1919, o mundo conheceu uma fortíssima pandemia de gripe que seria designada por "gripe espanhola". A pandemia teve fortes efeitos e repercussões nos vários níveis da atividade humana e em diversas regiões do globo. Mais pessoas morreram devido à gripe do que à I Guerra Mundial, que tinha começado em 1914. E quando os líderes das potências vencedoras da I Guerra Mundial se sentaram à mesa das negociações, em Versalhes, para definir as condições da paz, os efeitos da gripe continuavam a fazer-se sentir e o vírus acabou por condicionar a evolução das conversações. No início de ...
Read More
Numa das declarações de Donald Trump na fase inicial da pandemia, quando esta se parecia estar a generalizar pela Europa e pelos Estados Unidos, o presidente norte-americano responsabilizou os europeus pela sua introdução nos Estados Unidos. Anunciou também, de forma repentina e sem consulta prévia aos seus aliados europeus, o cancelamento de todas as viagens entre os Estados Unidos e a Europa. Esta decisão unilateral motivou de imediato a reação dos responsáveis europeus, com a Presidente da Comissão, Ursulavon der Leyen, a declarar que a pandemia de Covid-19 era uma crise global e deveria ser abordada como tal, isto é, ...
Read More
O investigador e diretor do CEI, Luís Nuno Rodrigues, foi ouvido pelo DN sobre a vida de George Washington, o primeiro Presidente dos Estados Unidos. Segundo o investigador, George Washington terá afirmado que "os Estados Unidos não se deveriam envolver, por regra, nos problemas da Europa, uma vez que ao fazê-lo poderiam por em causa a paz e a prosperidade dos Estados Unidos." Leia o artigo no site do DN. Retrato de George Washington pintado por Gilbert Stuart / domínio público As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, ...
Read More
O investigador e diretor do CEI, Luís Nuno Rodrigues, foi ouvido pelo Diário de Notícias para comentar as implicações geopolíticas da pandemia causada pelo COVID-19 ao nível internacional. Segundo o investigador, "eventos traumáticos e de grande impacto, como por exemplo a Segunda Guerra Mundial, podem funcionar como aceleradores de mudanças já em curso no sistema internacional". No que respeita às eleições americanas e à prestação de Donald Trump, Luís Nuno Rodrigues chama a atenção para a possibilidade de esta crise poder "levar o eleitorado americano a pensar duas vezes no modo como os americanos têm acesso à saúde" mas, em última ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Luís Nuno Rodrigues, foi ouvido pelo DN a propósito da cimeira do G20 e do aparente risco de confronto comercial entre os EUA e a China. Segundo o investigador, não é certo que haja um confronto, dado que "a situação ainda está longe de se assemelhar à competição existente entre os Estados Unidos e a União Soviética durante a Guerra Fria" apesar de a China representar atualmente "o maior challenger à primazia americana no sistema internacional". Leia o artigo no site do DN. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Luís Nuno Rodrigues foi ouvido pelo DN a propósito das possíveis reações dos Estados Unidos à compra, por parte da Índia, de material militar à Rússia. Luís Nuno Rodrigues não acredita que o Presidente dos EUA "esteja disposto a adotar uma postura mais inflexível e a impor sanções, uma vez que os interesses económicos e estratégicos dos Estados Unidos relativamente à Índia se deverão sobrepor". Leia o artigo no site do DN. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ...
Read More
Em entrevista ao DN, Luís Nuno Rodrigues analisa os resultados das intercalares nos EUA, alertando que não podem ser transpostos diretamente para as presidenciais de 2020. O diretor do Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL acredita que o Partido Republicano vai estar mais unido do que nunca em torno do presidente nos próximos tempos e garante que os democratas precisam de encontrar um candidato presidencial capaz de fazer a ponte entre a ala moderada e a ala esquerda do partido. Este resultado nas intercalares de terça-feira nos EUA foi mais uma pequena derrota republicana ou uma grande vitória democrata? Não ...
Read More
Quando os eleitores dos Estados Unidos forem chamados às urnas nesta terça-feira, 6 de novembro, vão estar em causa centenas de lugares eletivos, não apenas nas duas câmaras do Congresso, mas também na governação de diversos Estados e cidades. Mas, mais do que isso, as eleições intercalares irão ser o primeiro momento após as presidenciais de 2016 em que poderemos verdadeiramente medir o pulso ao eleitorado norte-americano. Todas as atenções se voltam para a figura do presidente Donald Trump, que tem participado ativamente na campanha empenhando-se em favor de muitos candidatos republicanos, e muitos comentadores e analistas consideram estas eleições ...
Read More

Magdalena Bialoborska

Arrancou o projecto "Auto da Floripes: entre Neves e Santo António do Príncipe, uma narrativa intemporal" criado por Ismaël Sequeira, José A. Chambel e pela investigadora do CEI-IUL Magda Bialoborska. Através de uma pesquisa multidimensional, que liga a arte e a antropologia, esta equipa pretende averiguar a peça do teatro popular “Auto da Floripes”, representada em dois lugares bastante distintos: Neves, no Minho, Portugal, e Santo António, na ilha do Príncipe, São Tomé e Príncipe. Com apoio de várias formas de registo – fotografia, pintura, gravação áudio e audiovisual, escrita – serão analisados vários aspectos desta peça medieval para entender ...
Read More
O documentário “nem meu nem teu… é nosso”, da autoria da investigadora do CEI-IUL Magdalena Bialoborska e do realizador Nilton Medeiros, foi premiado com o Prémio Nacional de Jornalismo do Conselho Superior de Imprensa da República de São Tomé e Príncipe 2016. Os resultados foram anunciados no dia 16 de Dezembro na gala do CSI, que decorreu no Centro Profissional Brasíl - STP, na cidade de São Tomé. O evento foi presidido por Olinto Daio, Ministro da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação de São Tomé e Príncipe. Sobre o documentário premiado “nem meu nem teu… é nosso” é o primeiro de uma ...
Read More
Activisms in Docs #4 15 dez | 18h30, Largo Café Estúdio ‘Umunthu’ & ‘And Still We Rise’ & conversa com Miguel Vale de Almeida (CRIA/ISCTE-IUL) & Rui Garrido (CEI-IUL) Entrada livre UMUNTHU Malawi, 2013, realização Mwiza Nyirenda “Umunthu” é um documentário, na primeira pessoa, sobre o tema controverso da homossexualidade no Malawi. O filme é uma viagem de três jovens – o diretor do filme e dois amigos, cada um com um posicionamento distinto sobre direitos LGBTI. Juntos alugam uma carrinha e atravessam o país, contactando com diversas personagens durante a viagem: um psicólogo, um pastor, um humanista secular, um jornalista, dois ativistas ...
Read More
Activisms in Docs 20 out | 18h30 Largo Café Estúdio 'Neram N'Dok' & conversa Para continuar o debate sobre a temática a ser desenvolvida durante a I Conferência Internacional Ativismos em África, preparámos um festival de cinema documental que decorrerá no LARGO Café Estúdio nos dias 15 de setembro, 20 de outubro, 17 de novembro, e 15 de dezembro de 2016. As quatro sessões serão seguidas por uma boa dose de conversa com pessoas convidadas – realizadores, ativistas, e investigadores. Neram N’Dok A segunda sessão teve lugar no passado dia 20 de outubro e foi dedicada a activismos ambientais. Foi apresentado ...
Read More
Activisms in Doc 15 Set | 18h30 Largo Café Estúdio 'É dreda ser angolano' & conversa com Manuel L. D. Santos Para iniciar o debate sobre a temática a ser desenvolvida durante a I Conferência Internacional Ativismos em África, preparámos um festival de cinema documental que decorrerá no LARGO Café Estúdio nos dias 15 de setembro, 20 de outubro, 17 de novembro, e 15 de dezembro de 2016. As quatro sessões serão seguidas por uma boa dose de conversa com pessoas convidadas – realizadores, ativistas, e investigadores. O documentário escolhido para abrir esta mostra foi realizado há 12 anos, mas ...
Read More

Marcelo Moriconi

O investigador do CEI, Marcelo Moriconi, foi entrevistado pelo jornal Argentino LM Neuquén a propósito das consequências e falta de preparação a nível global face à pandemia causada pelo COVID-19. Apesar de algumas mudanças relevantes, o investigador afirma que vê um mundo muito parecido ao que havia antes - no que respeita a guerras e conflitos sociais e políticos - mas chama a atenção para a aceleração de algumas tendências devido à pandemia. Leia a entrevista no site do jornal LM Neuquén. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, ...
Read More
Não perca, HOJE, a mesa-redonda "Constrangimentos das práticas de whistleblowing no desporto: quebrar o muro de silêncio”, com a participação do atleta Francisco Belo (Atletismo), João Paulo Almeida, diretor-geral do Comité Olímpico de Portugal, e João Paulo Batalha, ex-presidente da Transparência e Integridade – Associação Cívica, numa sessão moderada pelo investigador do CEI-Iscte, Marcelo Moriconi. Este evento irá decorrer no dia 30 de Setembro,  pelas 18h00, no Auditório B2.03 do Iscte, com disponibilidade limitada à capacidade segura do espaço. A iniciativa, que foi recentemente referida na plataforma desportiva Jogada do Mês, terá transmissão online através da plataforma Zoom. A entrada é livre, mas ...
Read More
O investigador integrado do CEI e membro da Comissão Executiva da ALACIP - Asociación Latinoamericana de Ciencia Política, Marcelo Moriconi, irá participar no Café Virtual da ALACIP no dia 23 de setembro. O evento debruça-se sobre o tema "Pandemia e Geopolítica" e será divulgado em directo através do canal de YouTube da ALACIP às 19h de Lisboa. Marcelo Moriconi irá moderar a conversa, que conta com Andrés Malamud (Instituto de Ciencias Sociais da Universidade de Lisboa) ex-membro da Comissão Executiva da ALACIP e Janina Onuki (Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo) coordenadora do Grupo de Relações Internacionais da ALACIP ...
Read More
The international peer-reviewed scientific journal Crime, Law and Social Change has just published a special issue edited by CEI researcher Marcelo Moriconi on the topic of "Crime and Corruption in Sports: Deconstructing Match-fixing". This special issue was developed in the contest of the international project Training for Protected Reporting System (T-PREG), funded by the European Commission Programme Erasmus + Sport coordinated by the researcher. About the special issue On the 1st of September 2019, the Council of Europe Convention against the Manipulation of Sports Competitions entered into force. This official mandate appears to confirm the significance of the issue on the political agenda ...
Read More
O investigador do CEI, Marcelo Moriconi, foi entrevistado pelo DN a propósito da sua participação hoje às 18h na sessão online organizada pelo CEI e pelo IDN com o apoio do DN dedicada ao tema "América Latina em Tempos de Covid-19". Na sessão irão participar também Andrés Malamud (ICS-ULisboa), Carmen Fonseca (IPRI-NOVA), e Filipe Vasconcelos Romão (UAL) e a moderação estará a cargo de Ana Mónica Fonseca (CEI-Iscte). Na entrevista ao DN, Marcelo Moriconi chamou a atenção para as diferenças entre a Europa e a América Latina, recordando que "nenhum país da região [da América Latina] está perto do nível de mortes por milhão de habitantes apresentado pela ...
Read More
No próximo dia 29 de maio às 16h00 (GMT+1), a Universidad Metropolitana de Educación, Ciencia y Technología do Panamá, promove um debate sobre a sociedade, democracia e corrupção. Esta iniciativa conta com a intervenção de diversos oradores, entre os quais o investigador do CEI-Iscte, Marcelo Moriconi, especialista sobre Transparência, Integridade e Luta contra a Corrupção em diferentes contextos geopolíticos, incluindo a América Latina. Evento livre sujeito a inscrição através do link: http://democracia.umecit.edu.pa ...
Read More
CEI-IUL researcher Marcelo Moriconi has recently been elected to become part of the Executive Committee of ALACIP - The Latin American Association of Political Science for the period of 2019-2025. ALACIP is an international scientific non-profit organization, composed of academics, researchers and professionals, designed to promote the development of political science studies on Latin America and the Caribbean ...
Read More
CEI-IUL researchers Marcelo Moriconi and César de Cima have just published an article entitled "Betting Practices Among Players in Portuguese Championships: From Cultural to Illegal Behaviours" in the international peer-review publication Journal of Gambling Studies (Scopus 1st Quartile). The growth of the online sports betting market has generated new risk areas and threats to sport integrity, such as match-fixing. In recent years, institutional concern to fight against the phenomenon has been intensified and a set of countermeasures has been adopted. One of the most widely implemented measures to protect integrity in sport is to ban athletes and sports players from betting ...
Read More
The city of Pedro Juan Caballero in Paraguay has been labeled as ‘Paraguay’s most violent region’ and ‘Latin America’s drug trafficker town’, but the academic debate has neglected this case as an archetype of Latin America's paradox of the delicate balance between violence, drugs, and corruption on one hand, and relatively stable democracies and even economic growth on the other hand. CEI-IUL researcher Marcelo Moriconi, an expert in corruption and violence in Latin America, has just published a scientific article in co-authoship with Carlos Aníbal Peris entitled "Merging legality with illegality in Paraguay: the cluster of order in Pedro Juan Caballero" on ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Marcelo Moriconi, foi ouvido pelo jornal Sol a propósito de Juan Guaidó não ter sido preso pelo governo de Nicolás Maduro após uma tentativa fracassada de golpe de estado na Venezuela. O investigador afirma que «a oposição internacional a Maduro acusa-o de liderar uma ditadura», e que «Guaidó livre significa um setor na oposição na rua – algo que acontece em democracia». Leia o artigo na íntegra na página do jornal Sol. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou ...
Read More

Marta Patrício

No passado dia 13 de Abril a Human Rights Watch (HRW) afirmava que o fracasso das autoridades moçambicanas em investigar, com credibilidade, as recentes mortes e assaltos a proeminentes críticos do governo está a criar um ambiente de medo entre os ativistas do país. Ao sequestro e espancamento do jornalista e advogado de direitos humanos Ericino de Salema, a 27 de março de 2018 em Maputo, seguiram-se relatos de ativistas à HRW sobre intimidações e ameaças de que foram alvo por parte de supostos membros das forças de segurança. Na sequência destas ameaças, os ativistas confirmaram que foram forçados a ...
Read More
O pluralismo jurídico em Mossurize A minha dissertação de Doutoramento intitula-se “Dinâmicas do Pluralismo Jurídico em Moçambique – estudo de caso do distrito de Mossurize”. O meu objecto de estudo é o pluralismo jurídico em Mossurize, que analiso através de um estudo de caso para compreender de que forma as populações deste distrito percepcionam a justiça, de que modo a pluralidade existente influencia essas representações e significados, e quais as práticas que os actores locais reproduzem em situações de resolução de conflitos. Sobre Mossurize Mossurize é um distrito rural de Moçambique que se localiza no centro do país, a sul ...
Read More

Mojana Vargas

No próximo dia 24 de maio, às 18h, no Auditório Mário Murteira (edifício Sedas Nunes) do ISCTE-IUL, terá lugar mais um seminário "Pensar África", desta vez sobre o tema "África em Portugal: Presença e (In)visibilidade". A entrada é livre. Sobre o seminário 25 de maio é o Dia de África, data da fundação da então Organização da Unidade Africana e posteriormente instituída para celebrar a luta dos povos africanos por liberdade, soberania e desenvolvimento. Trata-se também de um momento especial de reflexão sobre o lugar da África e dos africanos no mundo. Seguindo essa lógica, a sessão de maio do “Pensar África ...
Read More
Nesta quarta-feira, dia 7 de dezembro, o CEI-IUL irá promover o evento “Produção e reprodução da diferença social: contextos.” Estruturado na forma de workshop, trata-se de um espaço dedicado à reflexão sobre os processos de produção e reprodução das distinções que são parte de todos os agrupamentos humanos, servindo como elementos de organização e delimitação das funções de cada indivíduo no grupo. A partir de contextos regionais e sociais específicos, serão abordados alguns dos elementos fundamentais de estratificação social em cada um desses espaços. O evento terá lugar às 16 horas no Auditório C1.03 (Edifício 2, ISCTE-IUL). Sobre o workshop Este workshop ...
Read More
No dia 19 de outubro o CEI-IUL organizou uma mesa redonda intitulada “Os 30 anos da Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos.” Este evento foi organizado em estreita colaboração com o Doutoramento em Estudos Africanos para celebrar os 30 anos da entrada em vigor da Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos (CADHP) cuja efeméride se celebra a 21 de outubro. Este dia ficou consagrado como “Dia Africano dos Direitos Humanos.” Com a exceção do Sudão do Sul, todos os Estados-membros da União Africana ratificaram este tratado internacional. Qual a importância da Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos ...
Read More
No dia 14 de setembro de 2016 o CEI-IUL realizou o Workshop Ativismos em África: Métodos e Casos. O evento deu continuidade ao Workshop “Os ativismos em debate nos Estudos Africanos”, realizado no mês de maio, com o objetivo de estabelecer o estado da arte dos movimentos de ativismo no continente africano e inserir a temática no contexto da área de Estudos Africanos. Ativismo angolano e o processo dos 17 Esta edição deu mais um passo, discutindo pesquisas realizadas sobre casos específicos. Nesta edição, contámos com a colaboração da Professora Susan de Oliveira, da Universidade Federal de Santa Catarina (Brasil). Na sua apresentação, ...
Read More

Mónica Canário

Dia 9 de Abril terá lugar mais uma conferência do ciclo de conferências do doutoramento em Ciência Política do ISCTE-IUL, a partir das 18 horas, no Auditório B1.03 (Edifício II, ISCTE-IUL), sobre o tema "The dynamics of Israeli-Palestinian relations", numa parceria com o Mestrado de Antropologia do ISCTE-IUL. O evento contará com Giulia Daniele (CEI-IUL) e Miguel Vale de Almeida (ISCTE-IUL) como oradores e com os comentários de Ana Santos Pinto (FCSH-UNL; IPRI-UNL) e Joana Villaverde (artista plástica). A entrada é livre. Sobre os conferencistas Giulia Daniele Investigadora no Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (CEI-IUL) e investigadora visitante no Centre for Research on Migration, Refugees and Belonging (CMRB) ...
Read More
A Pólonia vive tempos atribulados no que diz respeito aos direitos das mulheres e a Europa não parece preocupar-se com isso. A Polónia é um dos países europeus com uma política anti-aborto mais restritiva - só é permitido em casos de risco de vida da gestante, malformações irreversíveis no feto ou gravidezes que resultassem de violação/incesto -, o que tem levado muitas mulheres polacas a atravessarem a fronteira com a Alemanha para terminar uma gravidez. Desde 2011 que os protestos têm sido vários, mas só em Outubro de 2016 é que se intensificaram. As polacas fizeram greve em mais de 60 cidades ...
Read More
No passado dia 10 de Março, centenas de mulheres saíram à rua na capital da Tunísia para reclamar os seus direitos no que diz respeito à igualdade entre homens e mulheres no acesso à herança. Ao todo, estiveram representadas mais de 73 organizações não-governamentais e movimentos da sociedade civil tunisina. Este protesto, organizado pela Tunisian Coalition for Equality in Inheritance, surge como forma de apoio à decisão do Presidente Beji Caid Essebsi de reformar os direitos das mulheres, conforme a nova constituição (os direitos das mulheres e a não discriminação com base no género estão salvaguardados na constituição de 2014, ...
Read More
Qualquer pessoa que se dedique às questões de género sabe que durante o mês de Março e, em particular, a semana do Dia Internacional da Mulher, decorre toda uma panóplia de conferências, workshops, palestras e afins em torno dos direitos das mulheres e da (des)igualdade de género. Todas a iniciativas são louváveis, nunca são demais e sei que o trabalho das organizações destes eventos é incansável. Mas, e durante o resto do ano? Onde ficam direitos das 5.222.187 mulheres portuguesas? Diz-se que clamar pela igualdade de género já não é necessário, que o Feminismo é uma luta já ganha, que homens ...
Read More
Nova lei marroquina criminaliza violência contra mulheres Passaram cinco anos desde que Marrocos começou a discutir a necessidade de implementação de medidas que erradicassem a violência contra mulheres. Foram precisas várias manifestações e protestos e muitos meses de debate e discussão entre partidos políticos e organizações da sociedade civil para que o reconhecimento formal da violência contra as mulheres fosse uma realidade. Assim, no passado dia 14 de Fevereiro, o Parlamento marroquino aprovou uma lei que proíbe este tipo de violência, com 112 votos a favor, 55 contra e uma abstenção. Esta lei criminaliza o assédio, a agressão e a ...
Read More
Foi recentemente disponibilizado o novo relatório da Freedom House, que todos os anos regista e divulga os avanços e os recuos da democracia e da liberdade por todo o mundo. Este artigo está ilustrado com gráficos retirados do relatório de 2018. O que é a Freedom House? A Freedom House é organização de vigilância independente, fundada em 1941, que se dedica à promoção da liberdade e da democracia em todo o mundo, analisando os desafios à liberdade, defendendo direitos políticos e liberdades cívicas e apoiando activistas na linha da frente para defender os direitos humanos e promover mudança democrática. A ...
Read More
Existem seis países nos Balcãs à espera de aderirem à União Europeia desde o início do século XXI. A Sérvia e Montenegro foram os escolhidos para a adesão em bloco que acontecerá já em 2025. Este será o oitavo alargamento da UE, sendo que o último foi em 2013, quando a Croácia se tornou num Estado-membro. Montenegro formalizou o seu pedido de adesão em 2008 e está, desde 2012, em fase de negociação. A Sérvia seguiu-lhe o exemplo em 2009, começando a negociar em 2014. Das 35 pastas temáticas que um candidato deve reorganizar e reestruturar de forma a aderir ...
Read More
Protestos no berço da Primavera Árabe O ano de 2018 não começou da melhor maneira na Tunísia. Sete anos depois do início da Primavera Árabe, voltaram os protestos em algumas cidades do país (a maioria das quais no interior, negligenciadas pelo governo) por causa do Orçamento de Estado para 2018, que prevê políticas de austeridade, entre elas novas subidas de preços e impostos. Os manifestantes, quase todos estudantes ou desempregados, têm-se envolvido em confrontos com as autoridades, resultando, até ao momento, na morte de uma pessoa em Teboura. Entretanto, o primeiro-ministro Youssef Chahed já veio dizer que as circunstâncias económicas ...
Read More
No passado domingo, durante a 75ª edição dos Golden Globes, a passadeira vermelha vestiu-se de preto, um grito de revolta por parte de vários actores e actrizes de Hollywood contra os escândalos de assédio e violência sexual que surgiram durante o ano de 2017. O mais mediático de todos envolve o produtor Harvey Weinstein, que ao longo de três décadas assediou e abusou sexualmente de várias mulheres. Seth Meyers, o comediante que apresentou a cerimónia, não deixou de parte o seu descontentamento com o caso: "Harvey Weinstein não está aqui esta noite porque ouvi rumores de que é louco e ...
Read More
Filipe Vasconcelos Romão, investigador do Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL), considera que o bloco nacionalista a favor da independência venceu as eleições na Catalunha, apesar do bom resultado obtido pelo Ciudadanos. Romão sublinha o resultado fraco do Partido Popular, que pode ser lido como uma "penalização" pela forma como Mariano Rajoy geriu o processo nos últimos meses. Assista ao comentário na íntegra no site da RTP Notícias ...
Read More

Nuno Lemos Pires

O Médio Oriente (MO) sempre foi uma espécie de coração do Mundo. Na sua configuração mais consensual, que inclui a região da Península Arábica, o Egito, a Turquia e o Irão, o MO é, foi e será, fonte de inúmeras interações para quase todo o planeta. Ali se juntam três continentes, a Ásia, a Europa e África e dois oceanos, o Mediterrâneo (que depois liga ao Atlântico) e o Índico. O MO é um espaço incontornável, na história e na geografia, na espiritualidade e nas religiões, no equilíbrio dos recursos do planeta e na centralidade de movimentos de pessoas e ...
Read More
O investigador do CEI-IUL especialista em questões de defesa, Nuno Lemos Pires, foi convidado no Telejornal da RTP Notícias para comentar o atentado terrorista de natureza fascista em Christchurch, Nova Zelândia. Segundo o investigador, o discurso radical e violento deste movimento "nasce de narrativas radicais que crescem em oposição a outras". Veja a intervenção de Nuno Lemos Pires no site da RTP Notícias. Protesto do partido neozelandês de extrema direita National Front em 2007 contra o Terrorism Suppression Act / foto de Bryce Edwards / CC BY 2.0 As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do ...
Read More
No último texto que aqui publiquei escrevi que iria voltar ao livro de Fukuyama “Identidades: A Exigência de Dignidade e a Política do Ressentimento.” Porque as suas observações constituem uma base segura para pensar “muito à frente”. Não porque o livro seja revolucionário, mas porque nos obriga a olhar dentro de nós – quem somos, mundo, e para onde poderemos ir? Mas precisamos de acompanhar Francis Fukuyama com outro grande pensador de passados, presentes e futuros – Yuval Noah Harari e as reflexões do seu último livro (21 lições para o Século XXI). Mas do resultado do cruzamento destes dois pensadores ...
Read More
Inspirei-me para este texto, entre outras obras que referirei mais adiante, no excelente livro de Bruno Maçães: “O despertar da Eurásia” que centra a atenção no peso geográfico de um imenso território que é muito mais do que a soma da Europa e da Ásia. A Eurásia é “um todo” muito completo. Assim, com o mote assente nesta centralidade Euro-Asiática e através de dois pontos de observação, pensei em fazer uma pequena antevisão dos grandes desafios globais para 2019, olhando: De longe – sobre todo o planeta; De perto – através de um regresso a Astracã, algures entre Vladivostoque e Lisboa. 1 ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Nuno Lemos Pires foi ouvido pela TSF a propósito do que considera ser a pessoa e o acontecimento do ano 2018. As escolhas de Nuno Lemos Pires recaem sobre Stephen Hawking, devido ao legado que deixou, e à 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP23). Leia o artigo no site da TSF. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador. Demonstração em Bonn durante a Conferência COP23 / foto de Spielvogel (cropped) / CC BY-SA 3.0 ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Nuno Lemos Pires foi ouvido pelo jornal Público a propósito do desenvolvimento da área de ação humanitária no ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, que terá início com uma conferência proferida pelo mesmo no dia 14 de Dezembro. Segundo o investigador, a "vertente humanitária" desempenha um papel central nas missões de segurança. Leia o artigo no site do jornal Público. Ajuda humanitária no Paquistão / foto de DVIDSHUB - Pakistan Humanitarian Aid / CC BY 2.0 ...
Read More
LAUDATE SI’ Papa Francisco alerta: temos de cuidar da “Mãe Terra” porque “não há espaço para a globalização da indiferença”. Na sua Encíclica Laudate Si’: Sobre o Cuidado da Casa Comum consegue chamar a atenção de muitos sobre um problema gravíssimo que demasiados ignoram, ou se não ignoram, desvalorizam. Há muito poucos que não acreditam, mas ainda assim, surge aqui e ali tentativas de partidarizar, ridicularizar, apoucar, uma questão global e existencial. O equilíbrio ecológico do planeta é essencial para a nossa segurança global. Por isso trago a Encíclica de Francisco. Não é escrita apenas para Católicos, mas para todos em ...
Read More
Da National Security Strategy A NSS é sempre um documento muito aguardado porque, geralmente, clarifica as grandes opções estratégicas americanas em termos globais. Quase sempre, nem sempre, podemos ler as novas prioridades regionais, o estilo mais isolacionista ou cooperativo nas relações internacionais e as grande apostas em termos de definição de grandes capacidades para os EUA previstas para os anos seguintes. Desde 1986, com a profunda transformação na Defesa dos EUA através da famosa lei “Goldwater-Nichols Act”, que encontramos neste documento, mais do que simples recomendações para a Segurança e a Defesa dos EUA, as grandes linhas de atuação política, ...
Read More
Personalidade do ano: Kim-Jong-Un Lembra-nos, em pleno século XXI, que uma só pessoa pode influenciar a vida de milhões, tanto na região onde habita como, em geral, sobre milhares de milhões pelo mundo fora. Kim-Jong-Un representa uma família que governou e governa um país sob um regime obscuro que confina e compele as pessoas à obediência. Quando a Coreia do Norte ameaça a Coreia do Sul, o Japão, os EUA ou o mundo em geral, nunca temos a certeza que esta tomada de posição seja o resultado de uma estratégia pensada por uma nação, se sente o apoio ou não ...
Read More
Selecionámos 10 temas, no âmbito da Segurança e Defesa, que não só marcaram 2017 como se prevê terem efeitos em 2018: Da Península Coreana para o Mundo: Ao longo de 2017 a Coreia do Norte fez mais testes para provar, e demonstrar, a sua capacidade de projeção nuclear, tanto na região como, inclusivamente, contra os próprios EUA. O clima de declarações que se assistiu foi, e continua, tenso. Em 2018, a tensão irá continuar com a certeza que, um passo incerto e desequilibrado, se poderá entrar num conflito terrível, nuclear ou não, com milhares de baixas, provavelmente, na sua maioria, ...
Read More

Pedro Seabra

O investigador do CEI-Iscte, Pedro Seabra, foi entrevistado pela DW para comentar o notícia da publicação do relatório, do Ministério do Exterior alemão, sobre a intenção da Rússia em aumentar a cooperação militar com alguns países africanos e possível instalação de bases militares nesses países. Para o investigador, a notícia tem de ser analisada de forma cautelosa e pode demonstrar a vontade política da Rússia de se afirmar como um ator geopolítico em África. Leia a notícia completa no site da DW. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro ...
Read More
CEI researcher Pedro Seabra has just published, in co-authorship with Rafael Mesquita (Federal University of Pernambuco / GIGA), an article entitled "Go Global or Go Home: Comparing the Regional vs. Global Engagement of Brazil and South Africa at the UN General Assembly" in the international peer-reviewed scientific journal Politikon - South African Journal of Political Studies. Brazil and South Africa have long been regarded as archetypical regional powers, commanding more resources than their neighbours, spearheading regional projects and pursuing high-profile global status. Yet, recent years have also evidenced how the engagement with their regions and acceptance as leading players is often ambiguous ...
Read More
A narrativa da cobertura noticiosa sobre o impacto da pandemia COVID-19 em África tem sofrido uma evolução assinalável. No espaço de três meses, as piores previsões quanto a taxas de mortalidade, cobertura sanitária e falta de recursos deram lugar ao reconhecimento de resultados que suplantaram algumas das expetativas originais mais pessimistas. Com efeito, muito embora o primeiro caso de COVID-19 no continente africano tenha sido reportado a 14 de fevereiro - com a Organização Mundial de Saúde (OMS) a alertar de imediato que a pandemia poderia vir a matar entre 83.000 e 190.000 pessoas em 47 países africanos só no ...
Read More
CEI-IUL researcher, Pedro Seabra, is convening a panel in the context of the 26th IPSA World Congress of Political Science. The panel is entitled "Age of Disruptors: The Changing Landscape of Africa’s International Relations", and submissions will be accepted until October 24. Information about the panel and submission can be found here. Panel details: Convenor: Dr. Pedro Seabra Type: Open Panel Language: English Chair:Dr. Pedro Seabra Co-chair: Dr. Danilo Marcondes de Souza Neto Discussant: Dr. Mathias Alencastro Description This panel invites contributions that highlight key disruptions in the changing landscape of Africa’s international relations as led by so-called rising powers. Often framed under the mantle ...
Read More
Após a recente demissão de Umaro Sissoco Embaló do cargo de Primeiro ministro da Guiné-Bissau, encontra-se em discussão quem ocupar o lugar. Carlos Gomes Junior, antigo primeiro ministro deposto em 2012, voltou ao país após alguns anos de ausência e diz ser importante manter o diálogo entre os políticos para encontrar uma solução política para o país. Pedro Seabra, investigador do CEI-IUL, foi entrevistado pela BBC World Service sobre a situação política na Guiné-Bissau e afirmou que o regresso de Carlos Gomes Junior ao país pode vir a complicar uma situação política já fragilizada. Por ser uma figura controversa que foi ...
Read More
No passado dia 17 de Novembro, o investigador do CEI-IUL Pedro Seabra foi convidado no programa Causa e Efeito da RTP África para comentar a situação política no Zimbabwe que levou à deposição de Robert Mugabe ao fim de 37 anos no poder. Assista ao programa na íntegra e à intervenção de Pedro Seabra a partir do minuto 11.40 ...
Read More
Research niches in regional studies are increasingly harder to come by. But one issue where the jury is still out, concerns the case of the Zone of Peace and Cooperation in the South Atlantic (ZOPACAS, in its Portuguese acronym). Seeking to fill an evident literature gap, an article that I recently co-authored with Adriana Erthal Abdenur and Frank Mattheis in the Cambridge Review of International Affairs (online first) aims to set the record straight over what ZOPACAS is and is not, who really brought it back into the international spotlight in 2007, and what it can and cannot eventually accomplish ...
Read More
Frequent attempts to map the state of the art of International Relations (IR) research are usually dealt with recurrent, if legitimate, criticism. Such criticism claims that they fail to overcome what is often described as overwhelming Western conceptualizations and analytical tools. Embedded in this argument is the claim that the specificities of Southern regions are not taken sufficiently into account. Do these regions have something to add of their own making to the debate? The question has already been asked and answered before with regard to Africa, for instance. But 2016 has also come to witness an impressive number of ...
Read More
Current convulsions in Brazil The impact of changing political cycles on long-term governmental planning and execution is often difficult to assess right up front. In the case of Brazil, however, the current convulsions at the higher echelons of power – including a haunting combination of economic recession, all-encompassing corruption scandals, and a discredited political elite – are beginning to take their toll on previous policies and strategies, that had been meticulously laid out in the years prior. Even though detailed evaluations are still hard to come by, some not-so subtle changes are already taking place in key sub-areas. This may very well ...
Read More

Renato Carmo

'America first' representa a intensificação da polarização interna entre o povo americano e uma determinada elite da administração pública que, supostamente, não faz parte do povo.  As primeiras semanas da presidência de Trump demonstram que a sua agenda protecionista, nacionalista, anti-imigração e antidemocrática é para levar a sério. E, por isso, não deve haver condescendências sobre uma suposta normalização que aclamaria o ímpeto radical do novo Presidente. Pelo contrário, os primeiros decretos aprovados pela Casa Branca expressam uma resposta muito clara em relação às aspirações do eleitorado que elegeu Trump. Este sabe que para ter margem para governar e implementar ...
Read More

Ricardo Alexandre

Não em maio de 1995, mas na primavera de 1992. Dois cientistas políticos bósnios explicam na TSF os impasses do país e o genocídio que começou em Sarajevo, três anos antes do massacre de Srebrenica. Hikmet Karcic, investigador da Universidade de Sarajevo, especialista em estudos de genocídio, em declarações à TSF, não tem dúvidas: "o genocídio de Srebrenica, para os bósnios, faz parte da dor coletiva, é um trauma coletivo para a maior parte da população". Mas logo acrescenta: "devemos ter em mente que o genocídio começou em 1992, e Srebrenica em 1995 é um trauma adicional a que os ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Ricardo Alexandre, tem um novo programa sobre a actualidade internacional na rádio TSF - O Estado do Sítio - com emissão aos domingos após o noticiário das 10h00. O programa, que estreou no dia 20 de Maio com um enfoque na decisão de Donald Trump de mudar a embaixada dos EUA em Israel para Jerusalem , contará com a presença permanente do embaixador José Cutileiro. Leia mais sobre esta estreia do investigador do CEI-IUL num artigo do DN. Photo CC0 1.0 / public domain ...
Read More
É a primeira grande sondagem sobre as presidenciais angolanas do próximo mês e revela que 23%, praticamente um em cada quatro angolanos, não sabem ainda em quem vão votar nas eleições de 23 de Agosto. Com a projeção das intenções de voto em estimativa de resultados, João Lourenço, o candidato do MPLA para suceder a José Eduardo dos Santos, ganha confortavelmente: 36% nas intenções diretas de voto, mais de 60% na projeção de resultados, com distribuição dos indecisos: 61%. A capacidade de mobilização de massas por parte do maior partido angolano continua a ser uma evidência, independentemente dos sucessos e ...
Read More
Ricardo Alexandre, research assistant at CEI-IUL and International news editor at RTP, interviewed Russian writer and political activist (and former World Chess Champion) Garry Kasparov, about the negative consequences of Putin's agressive foreign policy. Watch the interview (in English) on RTP Notícias. Garry Kasparov, Photo by David.Monniaux / CC BY-SA 3.0 ...
Read More
Ricardo Alexandre, journalist and research assistant at CEI-IUL, interviewed Robert Sherman, USA ambassador to the Portuguese Government, about the presidential elections in the United States, in the context of the Antena 1 radio show 'Visão Global'. Listen to the original interview (in English) here: Ricardo Alexandre, jornalista e assistente de investigação no CEI-IUL, entrevistou Robert Sherman, embaixador dos EUA junto do Governo Português, a propósito das eleições presidenciais nos Estados Unidos, no âmbito do programa 'Visão Global' da Antena 1. Ouça a entrevista dobrada (em Português) aqui: The White House, Photo by Arend / CC BY 2.0 ...
Read More
Dez anos com um trabalho de elevada complexidade e reconhecida capacidade à frente do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e, no último ano, uma campanha extremamente eficaz do próprio candidato (que, recorde-se, visitou todos os 15 países que estão nesta altura no Conselho de Segurança (CS) e mais alguns com influência global, regional ou mais diretamente sobre os que estão no Conselho) e da diplomacia portuguesa (em Lisboa com a equipa do MNE, que incluiu o antigo assessor diplomático de Guterres, o Embaixador José Freitas Ferraz; mas também, e de um modo crucial, pela Missão Permanente de Portugal ...
Read More
Ricardo Alexandre, investigador do CEI e editor de Internacional da RTP escreve sobre os acontecimentos do fim-de-semana na Colômbia, defendendo a renegociação do acordo de paz e a mediação de Cuba em todo o processo. Ler mais em RTP Notícias. Photo by Ministerio TIC Colombia / CC BY 2.0 ...
Read More

Ricardo Falcão

Dois investigadores do CEI-IUL participaram entre os dias 19 e 21 de novembro num Fórum Internacional sobre o C/MGF: Fundacíon Wassu-UAB. Clara Carvalho, moderou o painel “Female Genital Mutilation/Cutting in the Diaspora” e Ricardo Falcão apresentou a comunicação “We’re experts in everything and specialized in almost nothing”: professionals dealing with GBV on the aftermath of FGM/C in a Lisbon municipality”. O Fórum foi organizado pela Fundación Wassu parte da Universidade Autónoma de Barcelona, e também presente na Gâmbia com a Wassu Gambia Kafo, e contou com mais de 50 comunicações de especialistas na área do C/MGF. Os debates cobriram parte do ...
Read More
Ricardo Falcão: "O trabalho maior não é apenas a sensibilização das comunidades, é a formação dos técnicos" Escrito em seis línguas, entre as quais o Português, o Guia de Formação Académica Multissetorial (GFM) sobre Corte/MGF é uma ferramenta útil para quem lida com casos de Mutilação Genital Feminina. A P&D Factor falou com um dos muitos autores, o antropólogo e investigador Ricardo Falcão, que, embora atribua importância aos estudos já existentes sobre a prática, diz que são necessários estudos que liguem a realidade vivida pelas vítimas da MGF a aspetos como as questões socioeconómicas, as habitacionais, o acesso à saúde, ...
Read More
Hissène Habre, confirmada a prisão perpétua… O antigo ditador do Chade, Hissène Habré, perdeu esta semana o recurso apresentado ao tribunal especial criado pela União Africana, em acordo com o Senegal, o Chambre Africaines Extraordinaires. Habré tinha sido condenado a 30 de Maio de 2016 por crimes contra a humanidade, em Dakar. A viver no Senegal desde 1990, quando aí se refugiou, foi apenas em 2013 que foi preso. Este tribunal foi criado como uma jurisdição especial, na sequência de uma queixa por parte do antigo ditador sobre o princípio de não-retroatividade das acusações. O acordo entre a UA e ...
Read More
Foi editado e está disponível online, o guia académico multisetorial sobre o Corte/Mutilação Genital  Feminina. Este Manual, cujo objetivo é o acompanhamento das formações dadas no quadro do projeto, foi construído em parceria por um conjunto de académicos de várias áreas, todos a trabalhar sobre a mutilação genital feminina ou em áreas paralelas igualmente importantes no âmbito da produção de conhecimento sobre esta prática. Reunindo a experiência de pessoas e sendo informado também pelas diferentes áreas de investigação, o Guia reúne um conjunto de perspetivas distintas, e até por vezes concorrentes, sobre o C/MGF. Não é um todo homogéneo, porque ...
Read More
FESPACO Começou esta semana a 25ª Edição do Festival de cinema FESPACO, em Ougadougou, Burkina Faso. Estarão em competição mais de 150 filmes ao longo dos oito dias do festival, até ao dia 4 de Março. A edição deste ano tem como convidado especial a Costa do Marfim, país fortemente representado. Criado em 1969, o festival é uma montra para os mais diversos assuntos sociais, sendo que este ano alguma expetativa se criou em torno de uma cada vez mais forte representação das mulheres no cinema africano. A importância crescente do festival fica patente no número elevado de submissões, que ...
Read More
O Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL estará presente na 7ª Conferência Europeia de Estudos Africanos (ECAS 2017). Uma das linhas de investigação que vem sendo desenvolvida  no CEI-IUL está ligada aos direitos humanos, saúde e activismos em África.  Nesse sentido, os investigadores Ricardo Falcão e Clara Carvalho, lançaram uma proposta para um painel nesta Conferência onde se pudesse debater os «direitos sexuais e reprodutivos». À proposta acorreram vários investigadores a trabalhar em diferentes áreas como a «mutilação genital feminina»; a «prevenção do HIV»; os «direitos LGBT»; os «direitos associativos» em torno do «aborto» e da «homossexualidade» e «MGF»; o «planeamento ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Ricardo Falcão foi convidado no programa Bem-Vindos, da RTP África, para falar sobre a Mutilação Genital Feminina, um dos maiores flagelos do continente africano. Cerca de 200 milhões de mulheres são afectadas por esta prática ritual em países como a Guiné-Bissau, o Mali e o Senegal. Falcão é um dos investigadores do projecto 'Multisectoral Academic Programme to Prevent and Combat Female Genital Mutilation/Cutting' que tem como objectivo sensibilizar, conhecer e qualificar os futuros profissionais em contacto com as eventuais vítimas da MGF na União Europeia. O CEI-IUL é uma das instituições parceiras deste projecto inovador. A entrevista completa ...
Read More
A União Africana em destaque Esta semana as notícias em África ficam marcadas pelas mudanças na União Africana. Na 28ª Cimeira da União Africana, intitulada “Harnessing the Demographic Dividend through Investment in Youth”, realizada entre 22 e 31 de Janeiro, os países africanos levaram a cabo várias e importantes mudanças na organização. A primeira foi a reentrada de Marrocos na União Africana, apesar das reservas da Argélia e África do Sul. O regresso de Marrocos, que abandonara a organização em 1984 em protesto contra a admissão da República Árabe Sahraoui Democrática (RASD) foi saudada tanto pelo presidente cessante Idriss Déby ...
Read More
Esta cronologia da crise eleitoral na República da Gâmbia é um pequeno esforço de mapeamento das posições que os diversos actores foram tomando desde o momento das eleições. Entre esses actores encontraremos figuras e organizações da política local, regional e internacional. Não deve ser encarada como exaustiva, e sim como incompleta; no entanto, ressaltam-se desta visão de conjunto algumas tendências que podem fornecer pistas interpretativas, que exemplifico com alguns exemplos imediatamente abaixo, antes da cronologia propriamente dita. Todas as entradas da cronologia são acompanhadas de links para referências dos media que acompanharam a situação, dos quais se destacam o trabalho ...
Read More
Continua a indefinição na Gâmbia, à espera do dia 19 de Janeiro O último movimento no xadrez em que se tornou a situação política da Gâmbia foi a declaração do general Ousmane Badjie, de total apoio a Yahya Jammeh. Esta declaração contraria as notícias “intox” que circularam há pouco mais de uma semana em que o general teria “agarrado” o poder. Depois de no dia 1 de Dezembro Yahya Jammeh ter feito uma surpreendente declaração de derrota no último processo eleitoral, a 8 de Dezembro, o presidente-ditador cessante protagonizou mais uma vez um golpe de teatro dando o dito por não dito e recusando o resultado ...
Read More

Riccardo Marchi

Riccardo Marchi, investigador do CEI-Iscte, foi entrevistado pelo podcast "Explicador", do jornal Observador, a propósito da manifestação junto à sede do SOS racismo e ameaças feitas a deputadas que ocorreram este mês. Para o investigador, a manifestação reflecte uma forma de mobilização clássica dos movimentos identitários europeus, que têm sido cada vez mais frequentes nos últimos anos em diversos países europeus, como França e Itália. Marchi considera ainda que as ameaças enviadas a deputadas do Parlamento português é um ato criminoso que deve ser acompanhado pelas autoridades, à semelhança de outros casos de movimentos extremistas em Portugal. Oiça a entrevista ...
Read More
O investigador do CEI Riccardo Marchi lançou recentemente o livro "A Nova Direita Anti-Sistema: O Caso do Chega" (Edições 70). O livro, resultado de uma investigação científica sobre direitas em Portugal, é a primeira obra de fundo sobre as origens e a evolução do partido político Chega. Por ocasião do lançamento do livro, a revista Visão publicou um excerto do mesmo que pode ser lido aqui. Falando daquelas semanas de final de 2018, André Ventura recorda: «Não tínhamos dinheiro, não tínhamos pessoas, não tínhamos nada». As únicas bases de partida disponíveis são a sua rede pessoal de amigos de juventude e dos ...
Read More
A chegada da pandemia na Europa alimentou mais uma onda de alarmismo acerca do populismo de direita e do seu aproveitamento das crises derivantes. Como habitual, os alertas recorreram às correspondências com a consolidação dos fascismos nos anos conturbados do princípio do Século XX, num exercício comparativo que - como de costume - simplifica e dificulta a compreensão dos eventos contemporâneos. Contra estas banalizações, destacamos algumas dimensões da relação complexa entre pandemia e populismo, que podem ajudar a uma melhor orientação. Em primeiro lugar, vale a pena sublinhar que o populismo de direita é um fenómeno plurifacetado em termos de ...
Read More
O investigador do CEI, Riccardo Marchi, foi ouvido pelo Expresso a propósito da sua participação ontem às 18h na sessão online organizada pelo CEI e pelo Instituto da Defesa Nacional com o apoio do Diário de Notícias dedicada ao tema “Europa em Tempos de Covid-19.” O investigador, rejeitando a ideia de que movimentos populistas de direita possam tirar partido da crise, afirmou que a crise lhes retirou tempo de antena, dado que a narrativa política destes partidos se ancora "em chavões, em polémicas pontuais que aparecem e desaparecem rapidamente ou na proposta de soluções fáceis para resolver problemas com maior complexidade." Leia ...
Read More
O investigador do CEI-IUL Riccardo Marchi foi entrevistado, pela revista Sábado, para a comentar a caracterização do partido Chega. "O partido de André Ventura tem mais traços de populismo do que de extremismo de direita, mas os especialistas não são unânimes. Para Cas Mudde, especialista mundial, o seu sucesso não está assegurado – e a atenção mediática não deve ser exagerada. (...) Após a eleição do primeiro deputado pelo recém-formado Chega multiplicaram-se os títulos e referências que caracterizam o partido como sendo de extrema-direita – mas será essa definição correta? Ou é o Chega um partido populista da direita radical? E quais ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Riccardo Marchi, foi ouvido pelo Expresso para comentar as oscilações da nova extrema-direita na União Europeia com especial enfoque nos resultados das recentes eleições legislativas em Espanha, nas quais o partido de extrema-direita Vox obteve um resultado expressivo. O investigador afirma que “nos últimos 25 anos, pelo menos, há partidos de extrema-direita com êxitos fulgurantes, mas também quedas abruptas, como o Grande Roménia; há os que subiram, desceram e voltaram a subir, como a italiana Liga; há partidos que alcançaram boas percentagens eleitorais, mas a partir daí estagnaram, como o Partido da Liberdade, de Geert Wilders, na Holanda”, ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Riccardo Marchi, foi ouvido pelo Expresso a propósito da entrada do partido político Vox no Parlamento espanhol. O investigador, especialista em extrema-direita, afirma que, embora a probabilidade seja mínima, “As condições em Portugal para o surgimento de um partido populista de direita existem”. Leia o artigo no site do Expresso. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador. Santiago Abascal, líder do partido Vox / Foto de Contando Estrelas / CC BY-SA 2.0 ...
Read More
O investigador do CEI-IUL, Riccardo Marchi, foi recentemente convidado do Festival Política, que decorreu em Lisboa, a 27 de Abril, para discutir a emergência de movimentos populistas na Europa, num momento pautado pelas eleições para o Parlamento Europeu. Uma interpretação que o investigador apresenta para os movimentos populistas contemporâneos é a sua génese no "mau funcionamento" das democracias liberais. Ouça a intervenção de Riccardo Marchi na íntegra no podcast Fumaça. As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador. Foto: Festival ...
Read More
Riccardo Marchi, investigador do CEI-IUL, foi ouvido pelo DN a propósito da emergência de novas organizações de extrema-direita em Portugal. Segundo o investigador do CEI-IUL, a proliferação deste tipo de organizações é um " sinal de fraqueza". Leia o artigo no site do DN. Cartaz do PNR (Lisboa) / foto de Espadeiro / CC BY-SA 2.5 As opiniões expressas neste texto representam unicamente o ponto de vista do autor e não vinculam o Centro de Estudos Internacionais, a sua direcção ou qualquer outro investigador ...
Read More
Os resultados das eleições legislativas italianas de 4 de março de 2018 confirmaram a prevista complexidade para a formação do futuro governo e a centralidade do Movimento 5 Stelle (M5S) e do centro-direita, ou partes dele, neste processo. A relevância do centro-direita é ainda mais assinalável pela longevidade da colaboração entre os seus componentes: Forza Italia (FI), Lega Nord (LN) e Fratelli d’Italia (FdI, antiga Alleanza Nazionale) constituem os pilares da coligação há um quarto de século. À luz destes 25 anos de percurso comum, é possível traçar um balanço do modus operandi político destes actores que ajude a avaliar ...
Read More

Rui Garrido

O dia 30 de abril de 2018 ficou marcado por dois atentados em Cabul, no Afeganistão. Estes atentados resultaram na morte de 31 civis. Poderíamos dizer que se tratou, “apenas”, de mais um dia em Cabul, onde se sucedem atentados à bomba com uma frequência assustadora. Mas os eventos da última segunda feira têm uma particularidade que os distingue dos demais. O primeiro atentado, perpetrado por um bombista suicida , aconteceu no bairro de Shash Darak, onde se localizam o quartel-general da OTAN, várias embaixadas, entre as quais a Embaixada dos Estados Unidos da América, e também a base da ...
Read More
Vai realizar-se de 5 a 7 de setembro de 2018 a 5ª Conferência da Associação Italiana de Estudos Africanos, que este ano é acolhida pela Universidade de Bolonha. Subordinada ao tema Plural Africa – Politics, Knowledge and Social Dynamics in Time and Space, esta conferência procura reunir investigadores que discutam a pluralidade de fenómenos políticos e sociais que marcam o quotidiano do continente africano. O CEI-IUL faz-se representar por um painel subordinado ao tema Sexuality and Citizenship in Africa: struggles, dynamics and ‘agencies’ (painel 7), coordenado pelo investigador Rui Garrido. A proposta deste painel é a seguinte: The concept of ...
Read More
O número mais recente da revista Cadernos de Estudos Africanos é dedicado ao tema da “Escravidão, Trabalho Forçado e Resistência na África Meridional”, organizado por Sílvia Hunold Lara (UNICAMP), Lucilene Reginaldo (UNICAMP) e por José C. Curto (Universidade de York). Os artigos que compõem este dossier temático são o resultado de trabalhos apresentados no Seminário Internacional Cultura, Política e Trabalho na África Meridional, evento que teve lugar na Universidade Estadual de Campinas em maio de 2015. Os artigos do dossier temático O primeiro artigo deste dossier tem como título “Ajustar à Forma do Viver Cristão”. Missão Católica e Resistência em Terras ...
Read More
Vai ter lugar nos próximos dias 11 a 13 de janeiro, no ISCTE-IUL, a 1ª Conferência Internacional “Ativismos em África”. Esta conferência é acolhida pelo Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL) e organizada por uma comissão composta por doutorandos e docentes do Doutoramento em Estudos Africanos e investigadores de outras instituições nacionais e internacionais (Portugal, Guiné-Bissau, Suécia). Este é um evento inédito na Academia portuguesa, mas que também não encontra outro evento da mesma natureza no panorama científico Lusófono, como no espaço Europeu. Na sua ideia primordial, este evento foi desenhado para discutir os movimentos de ativismo no continente africano nas ...
Read More
No passado dia 9 de dezembro, a Escola de Direito da Universidade do Minho (EDUM) comemorou o Dia Internacional dos Direitos Humanos com uma conferência internacional dedicada à temática da “Proteção dos Direitos Humanos face à Criminalidade Económica Globalizada”. O evento teve ainda outro propósito muito nobre, o lançamento de uma edição comemorativa dos 10 anos do Mestrado em Direitos Humanos (MDH). A obra intitulada “Temas de Investigação em Direitos Humanos para o Século XXI”, foi organizada pela Prof.ª Dr.ª Patrícia Jerónimo, atual diretora do MDH, e editada pelo 'Direitos Humanos – Centro de Investigação Interdisciplinar'. Recolhe o contributo de ...
Read More
O CEI-IUL organiza, em parceria com o Mestrado e Doutoramento em Estudos Africanos do ISCTE-IUL, mais um 'Pensar África – Seminário Permanente de Estudos Africanos' intitulado "Os processos de democratização dos PALOP no pós-Guerra Fria." Dinamizado pela investigadora da Universidade de Brasília e do ICS-UL, Thaís Queiroz, o evento terá lugar no próximo dia 12 de dezembro de 2016 às 18h, no Auditório Mário Murteira (edifício Sedas Nunes) no ISCTE-IUL. 'Pensar África – Seminário Permanente de Estudos Africanos' Esta sessão comemora o 1.º ano de existência do ciclo de seminários 'Pensar África – Seminário Permanente de Estudos Africanos'. Este é um ...
Read More
A 7.ª Conferência Europeia de Estudos Africanos, evento mais conhecido por ECAS7, terá lugar nos próximos dias 29 de junho a 1 de julho de 2017, em Basileia, Suíça. A edição de 2017 será subordinada ao tema “Urban Africa – Urban Africans: New encounters of the rural and the urban”. Este é o maior evento científico europeu dedicado aos Estudos Africanos, com periodicidade bianual, e que pretende reunir as mais diversas contribuições académicas sobre as novas dinâmicas do espaço urbano em África e em que medida estas afetam o quotidiano dos africanos. O ECAS7 terá 223 painéis que enquadram-se em áreas ...
Read More
O Tribunal Penal Internacional (TPI), com sede em Haia, nos Países Baixos, foi criado em 2002 com a entrada em vigor do Estatuto de Roma (1998). A importância do TPI é incontornável na ordem internacional. Ao prever uma punição severa para os crimes mais graves - genocídio, crimes de guerra, crimes contra a humanidade e crime de agressão -, o Tribunal de Haia envia um sinal dissuasor muito forte aos líderes políticos mundiais. A ação do TPI em África No final de outubro de 2016 foi notícia a intenção do Burundi, da África do Sul, e da Gâmbia de abandonar ...
Read More
No próximo dia 24 de novembro, o CEI-IUL organiza uma mesa redonda intitulada “Um divórcio anunciado: Estados Africanos e o TPI”. Este evento pretende debater as recentes notícias que dão conta de uma saída de alguns Estados Africanos do Estatuto de Roma para o Tribunal Penal Internacional (TPI). O evento terá lugar às 18h no Auditório J.J. Laginha (edifício Sedas Nunes, ISCTE-IUL). Sobre o tema da mesa redonda No espaço de duas semanas, Burundi, África do Sul, e Gâmbia anunciaram a sua intenção de denunciar o Estatuto de Roma e bater com a porta ao TPI. Este episódio é o resultado ...
Read More
No dia 21 de outubro de 2016 a República da África do Sul anunciou a sua intenção de se retirar do Estatuto de Roma do Tribunal Penal Internacional (TPI). Esta decisão foi divulgada 3 dias depois de a República do Burundi ter feito um anúncio semelhante. A decisão sul africana acontece um ano após a 25.ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da União Africana (UA), que decorreu em junho de 2015 na cidade de Joanesburgo. Durante a Cimeira, a África do Sul recusou-se a deter o Presidente sudanês Omar al-Bashir, sob o qual pendia um mandado de detenção internacional por ...
Read More

Stefano Loi

The result of the Italian general election held on March 4, 2018 has been considered a "political earthquake", not only in the Belpaese, but also for the implications it could bring to the European Union. In this post-vote analysis, we will try to explain what is the meaning of this election, and which could be the consequences in Italy and the EU, starting from the most complicated and tricky question: who did win the Italian general election? Italian election: features and winners Any electoral analysis should start from the rawest, plainest features, i.e., the ballots. Out of the more than ...
Read More
On 4 March 2018, 51 million voters in Italy are called to elect the representatives for the XVIII legislature of the Italian Republic. Following the political result of the ballots, the President of the Republic (PR) Sergio Mattarella will indicate a PM to form a government that the 630 deputies of the lower chamber and the 315 senators elected will finally have to approve for it to be in charge. Italian political instability: The 2013 elections and the XVII legislature The now-ending XVII Italian legislature started with the general elections held on 24-25 February 2013. Several organization carrying out opinion ...
Read More
The Ministers of Defence of NATO member states have met in Brussels, Belgium, on the 8th and 9th November 2017. This meeting aimed to discuss several different points in the agenda regarding, in general terms, present and future potential threats to the alliance with a special focus on North Korea, nuclear armaments within NATO boundaries, NATO's role in Afghanistan, and the reform of NATO's command structure. Objectives of the meeting in the words of the NATO Secretary General In a press conference the day before the meeting, NATO Secretary General Jens Stoltenberg described the main objectives of the meeting to ...
Read More
On 13th November, Ministers of Foreign Affairs and Defence Ministers of the European Union met under the direction of the High Representative for Foreign Affairs and Security Policy (HR/VP) Federica Mogherini to sign the agreement that laid the foundation of a deeper cooperation concerning security issues among EU countries. This agreement, called Permanent Structured Cooperation (PESCO), has been considered an important step forward towards a common European defence system. The long path to a common defence: from EUGS to PESCO On 28th June 2016 Ms. Mogherini released a 60-page document titled ‘European Union Global Strategy’ (EUGS) which dealt with the most ...
Read More
On November 3, 2017, the Syrian government forces backed by Russian air forces conquered the city of Deir ez-Zor, the last major city under ISIS control. After the fall of Mosul in Iraq on July 10, fall analysed here at Changing World, and the fall of Raqqa in Syria on October 17, 2017, the auto-proclaimed Caliphate under Abu Bakr al-Baghdadi lost its last stronghold in Syria and the control of an oil-rich region, crucial for the treasury of the Islamic State – and obviously for its military capability. The Deir ez-Zor campaign: the fall of the city to ISIS forces The ...
Read More
In the morning of 10 July, Iraqi Prime Minister Haider al-Abadi had formally put an end to the so-called battle for Mosul. Once the second biggest Iraqi city has been mostly reconquered, al-Abadi announced “the end and the failure and the collapse of the terrorist state of falsehood and terrorism which the terrorist Daesh announced from Mosul”. Although some pockets of resistance are still held by ISIS forces, the Iraqi army put finally an end to a nine months long operation, striking a massive military – and symbolic – blow to the so-called Islamic State. The struggle for Mosul: the ...
Read More
Early in the morning of 5 June, Saudi Arabia, Egypt, Bahrain and the United Arab Emirates – followed later in the morning by the internationally recognized Yemeni government, and other countries – cut diplomatic ties with Qatar, denouncing that Arab Emirate of being supporting terrorism and of maintaining relations with Iran. This diplomatic move by these countries opens the stage to an unexpected crisis in a crucial area of the world. Qatari citizens have been intimated to leave the countries that cut ties with the Arab Emirate within 14 days, i.e., until 19 June; on the other hand, the countries ...
Read More
The NATO Heads of State meeting held in Brussels on May 25 was the first one in which some of the protagonists of recent political life took part. For this reasons, there were high expectations worldwide about what those protagonists would say not only about NATO alliance, but also about foreign politics in general. Donald Trump on NATO: More money from the allies, less commitment from the US? As stated in a previous post here at Changing World during the American presidential campaign Donald Trump declared several times that NATO members should ‘pay their fair share’ of the budget of the alliance, ...
Read More
On March 2017 NATO members decided that the next Meeting of the North Atlantic Council at the level of Heads of State and/or Government should take place in Brussels on May 25, 2017. The alliance’s members in the meeting inaugurated the new NATO headquarters in Brussels. This new, modern complex of offices was built in front of the old headquarters along boulevard Léopold III in the north-eastern part of the Belgian capital. Beside the inauguration of the new headquarters, NATO Secretary General Jens Stoltenberg pointed out during a press conference ahead of the meeting that the two main subjects that would be debated during ...
Read More
The second round of the French presidential election held on May, 7th has been followed widely all over the world. France is an important country with a seat in the G7 summit, it has important trade deals with several countries in the world, it is a recognized cultural reference, and, last but not least, France is a nuclear power with a permanent seat in the UN Security Council for all these reasons, this year’s presidential election has been followed widely around the globe, and moreover the interest toward this election raised as the far-right Front National leader, Marine Le Pen, ...
Read More

Vasco Martins

O investigador Vasco Miguel Martins foi distinguido com a menção honrosa do Prémio Fundação Mário Soares, destinado a galardoar autores de dissertações académicas ou de outros trabalhos de investigação realizados no âmbito da História de Portugal do século XX. Esta distinção foi atribuída ao então investigador do CEI-IUL, pela tese de Doutoramento em Estudos Africanos, apresentada no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa, intitulada "The plateau of trials: modern ethnicity in Angola" ...
Read More
On the 2nd of December of this already late, eventual year news began circulating regarding Angolan President José Eduardo dos Santos’ (JES) possible stepdown from power. With a presidency initiated in 1979, JES is one of the longest serving presidents in the world, counting 37 years in power. Many international media outlets followed the news broken by Rádio Nacional de Angola (Angolan National Radio), Novo Jornal and Expresso, prematurely spinning the story as set in stone, especially considering the amount of times the subject as surfaced and sounded false alarms among scholars, journalists, and observers. This time, the alarm came ...
Read More
Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos da América no passado dia 8 de Novembro. Devido à forma simplista e desinteressante com que foi conduzida a campanha do presidente eleito, sabemos muito pouco sobre a agenda Trump. Qual será a agenda da sua administração para o continente Africano? Este é um exercício difícil, de elevada suposição, opaco nas suas conclusões, mas liminarmente indicativo de tendências políticas e económicas. Tendo como pano de fundo apenas a semântica das posições assumidas por Donald Trump, arrisco traçar algumas linhas gerais sobre o que serão as relações entre os Estados Unidos e os ...
Read More
Africa Is a Country A polémica é antiga e dá título a um blog sobre o continente Africano muito popular entre os interessados, o Africa Is a Country, título irónico de tão falacioso, embora amplificado pelas sugestões de pesquisa do Google quando se escreve “Africa is...”, sendo a primeira “a country”. Este é um de vários estereótipos que se debateram no dia 30 de setembro na Noite Europeia dos Investigadores, que teve lugar no Museu de História Natural, onde o CEI marcou presença promovendo debates através do visionamento de documentários sobre várias temáticas, entre elas os estereótipos que se associam ...
Read More